Logo Facebook Logo Twitter Logo TV ABA facebook 318-136394-3
> <
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6

Pedidos de filiação

Procedimentos para solicitar filiação à ABA

  1. Leia o estatuto (http://www.portal.abant.org.br/index.php/estatuto)
    e o código de ética (http://www.portal.abant.org.br/index.php/codigo-de-etica);
  2. Preencha o cadastro on-line no link http://www.aba.abant.org.br/cadastro. Lembre-se de informar o endereço do seu currículo lattes;
  3. Para a categoria de associado/a EFETIVO/A, CORRESPONDENTE ou COLABORADOR/A: requisite 3 (três) cartas de recomendação para associados/as efetivos/as da ABA. Os/as associados/as efetivos/as deverão acessar a área restrita de associado/a (http://www.aba.abant.org.br) para preencher e enviar;
  4. Para a categoria de associado/a PÓS-GRADUANDO/A ou ASPIRANTE: requisite 1 (uma) carta de recomendação para associado/a efetivo/a da ABA. O/a associado/a efetivo/a deverá acessar a área restrita de associado/a (http://www.aba.abant.org.br) para preencher e enviar;
  5. Aguarde a apreciação do Conselho Diretor, conforme calendário pré-estabelecido, e o contato da secretaria administrativa.

separador

Consulte aqui os valores e formas de pagamento das anuidades*.

* O pagamento das anuidades  é recebido somente após o contato da secretaria administrativa informando que o Conselho Diretor aprovou a filiação.

separador

Calendário 2018 - Pedidos de filiação/mudanças de categoria

Pedidos de filiação e mudanças de categoria serão analisados/as conforme calendário pré-estabelecido. Fique atento aos prazos:

Primeira chamada 2018:

26/01/2018
- Prazo para a Secretaria Administrativa receber toda a documentação de solicitações;

20/02/2018 - Divulgação dos resultados, por e-mail, aos/as candidatos/as.

separador

Segunda chamada 2018:

26/02/2018
- Prazo para a Secretaria Administrativa receber toda a documentação de solicitações;

20/03/2018 - Divulgação dos resultados, por e-mail, aos/as candidatos/as.

separador

Terceira chamada 2018:

10/08/2018
- Prazo para a Secretaria Administrativa receber toda a documentação de solicitações;

31/08/2018 - Divulgação dos resultados, por e-mail, aos/as candidatos/as.


separador

Benefícios dos/as associados/as em dia com suas anuidades:

  1. Carteira de associado personalizada com número de cadastro e com fotografia (se assim quiser o associado);
  2. Um exemplar de cada livro publicado pela ABA, disponível em estoque, a ser distribuído gratuitamente em eventos ou mediante o pagamento de taxa de envio pelos correios;
  3. Descontos na aquisição de outros produtos da ABA;
  4. Desconto no valor das inscrições dos eventos organizados pela ABA;
  5. Desconto no valor das inscrições dos eventos organizados pela APA – Associação Portuguesa de Antropologia;
  6. Descontos em editoras e revistas conforme divulgado no link: http://www.portal.abant.org.br/index.php/associados/servicos;
  7. Possibilidade de participar dos Prêmios ABA e/ou possibilitar a participação do/a orientando/a, conforme edital de cada Prêmio.

 

 

Informativo n° 007/2013 | 07/05/2013

   
   
  destaques da ABA  
   
Atrocidades contra os Guarani (MS): ABA apela à Presidência da República  
 
 

Atenta à trágica situação em que se encontram os Guarani Kaiowa e Guarani Ñandéva em Mato Grosso do Sul, a ABA entregou, no último dia 30 de abril, ofício assinado pela Presidente Carmen Rial e pelo Coordenador da CAI, João Pacheco de Oliveira, solicitando imediata investigação e providências. Ainda não recebeu resposta da Presidente da República.
A SBPC e outras importantes instituições acadêmicas subscreveram o documento, indignando-se e também solicitando averiguação da responsabilidade pelos assassinatos e violências cometidos.
Leia aqui o ofício de protocolado.

 
   
Ministro Raupp dá "sinal verde" para o Comitê de Ética das Ciências Humanas  
 
 

A Presidente da ABA e o Presidente da ANPOCS, Gustavo Lins Ribeiro, encontraram-se, na noite do dia 22 de abril, com o Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp. Na pauta, questões vitais para as Ciências Sociais e Humanas: novo Conselho Nacional de Ética na pesquisa para a área, a participação das humanidades no Programa Ciência Sem Fronteiras, uma diretoria específica no âmbito do CNPq e a criação de um Instituto de Ciências Sociais no  MCTI. O Ministro acolheu de imediato a proposta de um Comitê específico para Ciências Humanas e se propôs a tratar do assunto no Ministério da Saúde, que atualmente acolhe o Comitê que controla a ética das pesquisas antropológicas. Essa é uma proposta que vem sendo debatida há várias gestões na ABA, e que será retomada no encontro da ABA/Sul Ética na pesquisa antropológica: práticas e políticas, nos dias 23 e 24 de maio, em P. Alegre (clique aqui para ver cartaz).

 
   
Aberto edital para organizar e sediar pré e pós-evento do Congresso Mundial da IUAES julho/agosto de 2018 no Brasil  
 
 

A Associação Brasileira de Antropologia (ABA) convida associadas e associados a apresentarem propostas temáticas de pré e pós-evento, visando integrar a proposta da ABA de candidatura de sede ao Congresso Mundial da International Union of Anthropological and Ethnological Sciences (IUAES), no Brasil, a ser realizado em julho de 2018. A proposta de sediar esse importante evento que ocorre de cinco em cinco anos será apresentada pela ABA no Congresso da IUAES, em agosto próximo, em Manchester/UK.

As propostas de pré e pós-evento devem ser apresentadas por sócios em dia com a ABA, que estejam na liderança de um núcleo, laboratório, instituto, departamento ou programa de pós-graduação, de universidade brasileira.

A documentação deve conter as seguintes informações:

  1. Título e breve resumo da temática proposta;
  2. Descrição da equipe e da instituição proponente local, e breve detalhamento da infraestrutura existente para a realização;
  3. Descrição da equipe que faz a proposta, com coordenador/a e experiência anterior em organização de eventos.
  4. Fontes possíveis de financiamento do pré ou pós-evento.

As propostas devem ser enviadas até 20 de maio de 2013 à Secretaria da ABA.

 
   
ANPOCS apoia manifestação da ABA pela saída de Feliciano  
 
 

A ANPOCS vem somar-se à ABA e às inúmeras representações da sociedade civil que demandam o afastamento imediato do deputado Marco Feliciano da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal, que ele atualmente preside.

 
   
VIBRANT  
 
 

Já está no ar a chamada para o dossiê Etnografias da Economia da Vibrant 2014/1, organizado por Eugênia Motta (pós-doc FAPERJ/PPGAS), Lucia Müller (PUC-RS), Federico Neiburg (PPGAS/Museu Nacional/UFRJ) e Fernando Rabossi (PPGSA/IFCS/UFRJ). Veja a chamada para artigos aqui.
Em breve, lançaremos o novo número da Vibrant, que conta com o dossiê Cultural heritage and museums, organizado por Antonio Arantes (Unicamp) e Antonio Motta (UFPE). Entre os artigos desse dossiê teremos: A construção de sentidos de “comunidade”: movimentos sociais, memória e participação política, de Ruth Cardoso, Antropology and Culture Heritage, de Gilberto Velho, Cultura Patrimônio e Preservação, de Eunice Durham.

 
   
   
  in memoriam  
   
Falecimento de Roberto Maria Cortez de Souza (30/04/2013)  
 
 

A ABA comunica e lamenta o falecimento de nosso associado efetivo, Roberto Maria Cortez de Souza, ocorrido em Belém. Roberto Cortez era Professor de Antropologia aposentado da UFPA e Antropólogo do Museu Paraense Emilio Goeldi - MPEG. Fez mestrado sobre a sociedade dos índios Tiriyó do extremo norte do Pará, pesquisou sociedades indígenas de Roraima e foi presidente da Associação Paraense de Sociologia. Infelizmente Roberto Cortez foi vítima de um câncer contra o qual lutava há alguns anos.

 
   
   
  notícias da mídia  
   
Reunião Especial da SBPC em Alcântara leva ciência e educação para comunidades do município  
 
 

A Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência promoveu em Alcântara, no Maranhão, atividades ao longo da última semana de abril, destinadas a alunos e professores do ensino básico e agentes de saúde do município. É a primeira reunião da SBPC nesse formato, com uma programação toda dirigida para a população, sem conferências nem apresentação de trabalhos científicos. “É uma experiência nova da SBPC”, disse sua Presidente Helena Nader. “O nosso trabalho será inteiramente voltado para a divulgação da ciência e para as necessidades educacionais e de saúde da população.”

 
   
SBPC divulga nota de esclarecimento sobre seu posicionamento na Reunião Especial de Alcântara  
 
 

Na nota, reafirma defender os direitos territoriais das comunidades tradicionais constituídas, nacionalmente, por indígenas, quilombolas, pescadores, extrativistas, artesãos e pequenos agricultores.

 
   
Documento que registra extermínio de índios é resgatado após décadas de desaparecimento  
 
 

Relatório de mais de sete mil páginas que relatam massacres e torturas de índios no interior do País, dado como queimado num incêndio, é encontrado intacto 45 anos depois.

 
   
Professores da UFMG fazem carta aos reitores solicitando posicionamento referente ao etnocídio dos Guarani-Kaiowá no "dia do índio"  
 
 

Leia aqui

 
   
Justiça suspende operação Tapajós  
 
 

Operação militar e policial estava sendo feita na região da Terra Indígena Munduruku, onde está planejada a usina hidrelétrica São Luís do Tapajós.

 
   
   
  eventos  
   
Eventos no Brasil  
 
 

Evento ABA: II Colóquio Franco-Brasileiro: Antropologia das Fronteiras / Fronteiras da Antropologia

Data: 20 a 22 de maio de 2013
Local: UFRN
Informações: Chamada para trabalhos e programação

Evento ABA/Sul - Ética na pesquisa antropológica: práticas e políticas
Data: 23 e 24 de maio de 2013
Local: Pantheon IFCH - UFRGS - Porto Alegre/RS
Informações: Programação / Oficina

 

Evento ABA: Seminário Internacional TransOceanik
Data: 27 a 29 de maio de 2013
Local: CFH – UFSC - Florianópolis
Informações:http://transoceanik.paginas.ufsc.br/

 

 

Evento ABA/Sul:  Fórum Permanente sobre Desenvolvimento / Seminário Antropologia e Desenvolvimento
Data: 16 e 17 de outubro de 2013
Local: Universidade Federal do Paraná, Curitiba/PR, Prédio D. Pedro I - Campus Reitoria
Informações: Divulgação

Conferência: A água é "boa para pensar"... a saúde: o termalismo em Portugal e no Brasil
Data: 08 de maio de 2013
Local: Auditório da UED/FCE/UnB
Informações: Cartaz

Simpósio Internacional – Habitar o Mundo
Data: 08 a 10 de maio de 2013
Local: Unicamp - Auditório do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas
Infromações: Folder

Conferência - Políticas do reconhecimento: um debate contemporâneo
Data: 10 de maio de 2013
Local: UFRN
Informações: Cartaz

Visualidades - Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA
O Visualidades é um programa de extensão da Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA, apoiado pelo Laboratório das Memórias e das Práticas Cotidianas - Labome (http://www.uvanet.br/labome), e visa divulgar trabalhos de pesquisa por meio de artes visuais nas linguagens do documentário, fotografia, pintura, instalações e desenho. O evento que organiza é dividido em duas partes e terá conferências, fórum de Artes Visuais e lançamento de DVD-rom.
Data: 22 e 24 de maio de 2013; segunda parte: dias 28 de outubro e 1o de novembro.
Local: Universidade Estadual Vale do Acaraú – UVA
Informações: http://www.uvanet.br/vvisualidades/ / https://www.facebook.com/Visualidades.

Quartas indomáveis: Diários de Boa Vista: organizações indígenas e regimes de saber estatais e contra-estatais
Data: 24 de maio de 2013
Local: Auditório do Departamento de Ciências Sociais da UFSCar
Informações: Divulgação

Programação do Laboratório e Grupo de Estudos em Relações Interétnicas (LAGERI)
Data: 24 de maio a 19 de julho de 2013
Local: UnB, Sala de Reuniões “A” do Departamento de Antropologia, ICC Centro – Sobreloja – B1-347
Informações: Divulgação

65ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência - SBPC
Data: 21 a 26 de julho de 2013
Local: UFPE, Recife/PE
Informações: http://www.sbpcnet.org.br/recife/home/


Data: 04 a 07 de agosto de 2013
Local: Universidade Federal do Ceará, Fortaleza/CE
Informações: http://www.reaabanne2013.com.br/site/ / Edital para Mostra Livre de Filmes, Ensaios Fotográficos, Hipermídias e Etnografias Sonoras / Relação de GTs

37º Encontro Anual da ANPOCS
Data: 23 a 27 de setembro de 2013
Local: Águas de Lindóia, SP - Hotel Monte Real
Informações: http://www.anpocs.org/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=
704&Itemid=429

VI Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde
Data: 14 e 17 de novembro de 2013
Local: Campus Maracanã da Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Informações: http://www.cienciassociaisesaude2013.com.br/index.php
Nova data para envio de resumos: 13 de maio.

 
   
Eventos no Exterior  
 
 


Data: 10 a 13 de julho de 2013
Local: Universidade Nacional de Córdoba, em Córdoba, Argentina
Informações: http://www.museoantropologia.unc.edu.ar/RAM/INDEX2.htm / GTs da RAM tem inscrições abertas / Quarta circular

XXXV Congresso Internacional de Americanística
Data: 03 a 10 de maio de 2013
Local: Perúgia - Itália
Informações: Programa

CASCA Conference 2013
Data: 08 a 11 de maio de 2013
Local: Victoria, B.C - Canadá
Informações: http://www.cas-sca.ca/home/211-english-language-categories-parent/372-2013-casca-conference

SIEF 2013 11th Congress: Circulation
Data: 30 de junho a 04 de julho de 2013
Local: Tartu, Estonia
Informações: http://www.siefhome.org/congresses/sief2013/

17th IUAES World Congress, Evolving Humanities, Emerging Worlds
Data: 05 a 10 de agosto de 2013
Local: Manchester, U.K
Informações: www.iuaes2013.org

Antropologia em Contraponto – V Congresso da Associação Portuguesa de Antropologia
Data: 08 a 11 de setembro de 2013
Local: Campus da UTAD, em Vila Real,Portugal
Informações: http://www.apantropologia.org/congresso2013/call-for-papers-pt/

DGV 2013 Conferência Bienal
Data: 02 a 05 de outubro de 2013
Local: Universidade de Mainz - Alemanha
Informações: http://www.dgv-net.de/

 
   
Exposições  
 
 

Viagem, sonho e destino
Data: 07 de maio a 14 de junho de 2013
Local: Museu da Imigração – São Paulo/SP
Informações: Cartaz

 
   
   
  prêmios  
   
CNPq abre inscrições para o Prêmio Fotografia-Ciência & Arte  
 
 

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) divulga a abertura de inscrições para o Prêmio Fotografia-Ciência & Arte 2013. Inscrições até 30 de agosto de 2013. Informações: http://www.cnpq.br/web/guest/noticiasviews/-/journal_content/56_INSTANCE_a6MO/10157/1003754.

 
   
   
  oportunidades  
   
Pós-Graduação  
 
 

Doutorado na Universidade de Aberdeen
O Departamento de Antropologia da Universidade de Aberdeen divulga 04 bolsas para o Doutorado em Antropologia com Arte, Arquitetura e Design. Inscrições até 17 de maio de 2013. Informações: http://www.abdn.ac.uk/anthropology/postgrad/art-architecture-design.php.

Mestrado e Doutorado na IUPERJ/UCAM
O Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (Iuperj) da Universidade Candido Mendes (UCAM) faz saber que estão abertas as inscrições para a seleção dos candidatos ao Programa de Pós-Graduação em Sociologia (PPGSOC). Inscrições: 10 de abril a 05 de julho de 2013. Informações: http://iuperj.br/index.php?option=com_content&view=article&id=179.

 
   
Concursos e seleções  
 
 

VI Mostra LEME de Fotografia e Filme Etnográficos / II Mostra LEME de Etnografia Sonora e I Mostra LEME de Hipermídia 
O Laboratório de Estudos em Movimentos Étnicos - LEME, juntamente com o Núcleo de Antropologia Visual (NAvis), o Laboratório de Antropologia Visual em Alagoas (AVAL) e o Grupo de Pesquisa de Análise da Imagem e do Som (AIS) abrem inscrições para submissão de trabalhos com imagem e som nas Ciências Sociais, cujas exibições serão realizadas durante o 6º Seminário do LEME. Inscrições: 20 de abril a 13 de maio de 2013. Informações: Edital.

Concurso para Professor na USP
A Universidade de São Paulo divulga abertura de inscrições ao concurso público para provimento de um cargo de Professor Doutor para o Departamento de Antropologia, área de Antropologia das Populações Africanas e Afro-brasileiras/Teoria Antropológica da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Inscrições: 29 de abril a 28 de maio de 2013. Informações:http://www.fflch.usp.br/da/admin/arquivos/files/DOCENTES/EDIT%20FLA%20N%C2%BA%20021-13%20-%20Antropologia%20das%20Popula%C3%A7%C3%B5es%20Africanas.pdf.

Concurso para Professor na UFRR
A Universidade Federal de Roraima divulga o concurso para Professor no Instituto de Antropologia. Inscrições: 29 de abril a 31 de maio de 2013. Informações:http://ufrr.br/not%C3%ADcias/2308.

I Mostra de Cinema e Fotografia Etnográfica para o Seminário Anual de Antropologia do IMA (Instituto Madrileño de Antropología)
O Instituto Madrileño de Antropología, Grupo de Trabalho em Antropologia Audiovisual, divulga a mostra, cujo  objetivo é criar um espaço para exposições, discussões e reflexões sobre o uso da linguagem audiovisual (tanto cinematográfica quanto fotográfica) na realização de trabalhos de caráter antropológico. Inscrições até 31 de julho de 2013. Informações: Edital / Ficha de inscrição.

Ofertas de postos no site da Associação Canadense de Antropologia (CASCA)
Anthropology Sessional Faculty / University of the Fraser Valley;
SSHRC - Canada Research Chair (CRC) Tier 2 in Indigenous Studies / Queen's University;
Anthropology - Assistant Professor (Anthropology of Religion) / York University;
Anthropology - Assistant Professor (Power, Politics and Development) / York University;
Sociology - Assistant Professor (Sociology of Health Care, Health and Illness) / University of Saskatchewan;
Sociology – Instructor / Kwantlen Polytechnic University;
Développement international et mondialisation - Deux Professeur-e-s remplaçant-e-s / Université d'Ottawa;
International Development and Global Studies - Two Replacement Faculty Positions / University of Ottawa;
FACULTY OF ARTS TERM POSITION IN ANTHROPOLOGY / University of Regina;
Chair - Department of Sociology / McMaster University;
Community Health Sciences - Director, Manitoba First Nations Centre   for Aboriginal Health Research (MFN CAHR) / University of Manitoba;
Sociologie et Anthropologie - Professeurs remplaçants (2) / Université d'Ottawa;
Sociology and Anthropology - Faculty Replacement Positions (2) / University of Ottawa;
Sociology - Assistant Professor (Two-Year Term Appointment) / The University of Winnipeg;
Peace Studies - Lecturer or Assistant Professor / McMaster University;
Indigenous Studies - Assistant Professor (Indigenous Health and Wellness) / University of Sudbury;
Anthropology - Instructor (Biological/Forensic Anthropology) / Kwantlen Polytechnic University;
Anthropology - Instructor (Cultural) / Kwantlen Polytechnic University;
Sociology - Criminology - Assistant Professor / Western University.
Informações: www.cas-sca.ca.

 
   
   
  publicações  
   
Chamada para Artigos  
 
 

Revista Interseções
A Revista de Estudos Interdisciplinares, publicação do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da UERJ, recebe contribuições para seu próximo número até o dia 31 de maio de 2013. Os textos devem ser enviados para o e-mail  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . As normas podem ser consultadas em http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/intersecoes/about/submissions#authorGuidelines.

Revista Ilha
A ILHA - Revista de Antropologia, do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade Federal de Santa Catarina (PPGAS-UFSC), convida pesquisadores a submeter artigos e resenhas, em fluxo contínuo, pelo site:http://www.periodicos.ufsc.br/index.php/ilha/index.

Percursos – Revista de Antropologia
A Revista Percursos divulga a chamada para a submissão de artigos e resenhas para a sua primeira edição. Informações: http://percursosantropologia.blogspot.com.br/ /https://www.facebook.com/pages/Revista-de-Antropologia/139079412930547?ref=ts&fref=ts.

 
   
Lançamentos - Livros 2013  
 
 

CABRAL, João de Pina e SILVA, Vanda Aparecida da (2013), Gente livre: consideração e pessoa no baixo sul da Bahia. São Paulo: Terceiro Nome.

 
   
Lançamentos - Livros 2012  
 
 

PALADINO, Mariana e NINA, Paiva Almeida (2012), Entre a diversidade e a desigualdade: uma análise das políticas públicas para a educação escolar indígena no Brasil dos governos Lula. Rio de Janeiro: Contra Capa e LACED.

 
   
Outras Publicações  
 
 

Lançamento do livro multimídia Lá do Leste – Uma Etnografia Audiovisual Compartilhada
Comunicamos o lançamento do livro multimídia Lá do Leste – Uma Etnografia Audiovisual Compartilhada, de Carolina Caffé e Rose Satiko Gitirana Hikiji.
O livro aborda a arte de rua e as transformações socioculturais na periferia de São Paulo. O livro multimídia é gratuito e será distribuído para ONGs, centros culturais da periferia, associações, bibliotecas públicas e interessados em difundir as temáticas Antropologia Visual, Arte e Cidade. No DVD encartado neste livro é possível conhecer as demais obras desse processo de produção de etnografias audiovisuais compartilhadas, que se apropriaram dos meios de (re)produção de imagens e sons e das tecnologias digitais e virtuais para realizar a investigação e promover a criação colaborativa do conhecimento.

 
   
 

Associação Brasileira de Antropologia
Gestão Diálogos Antropológicos: expandindo fronteiras (2013-2014)

Presidente Carmen Rial (UFSC)

Vice-Presidente Ellen Fensterseifer Woortmann (UnB)
Secretário Geral Renato Monteiro Athias (UFPE) 
Secretário Adjunto Manuel Ferreira Lima Filho (UFG)
Tesoureira Geral Maria Amélia S. Dickie (UFSC)
Tesoureiro Adjunto Andrea de Souza Lobo (UNB)

Diretores
Antonio Carlos de Souza Lima (MN/UFRJ)
Marcia Regina Calderipe Farias Rufino (UFAM)
Heloisa Buarque de Almeida (USP)
Carlos Alberto Steil (UFRGS)

Informativo ABA
Edição: Carine Lemos
Diagramação: Roberto Pinheiro

Universidade de Brasília
Campus Universitário Darcy Ribeiro - Asa Norte
Prédio Multiuso II (Instituto de Ciências Sociais) – Térreo - Sala BT-61/8
Brasília/DF Cep: 70910-900
Tel/Fax:  (61) 3307-3754      

Para correspondência:
Caixa Postal 04491
70.904-970
Brasília/DF

Anuidades

Valores das anuidades:

Associado aspirante - R$ 55,00
Associado pós-graduando - R$ 110,00
Associado efetivo, correspondente e colaborador - R$ 220,00 

Para atualizar a sua contribuição anual estão disponíveis as seguintes opções de pagamento:

1. Cartão de crédito:

1.1. Pay pal, em até 6 vezes sem juros, nos cartões Visa, Mastercard e American Express  - Clique no link http://aba.abant.org.br/paypal/paypal_aba.php?id=1;

1.2. Visa, Mastercard, Diners Club e American Express, em até 6 vezes sem juros - Informar à secretaria, por telefone (0xx 55 61 3307-3754) ou e-mail ( O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ): nº do      cartão, data de validade, código de segurança, valor, nº de parcelas e nome completo);

2. À vista por meio de Depósito Identificado no Banco do Brasil:

Se você é cliente do Banco do Brasil e deseja fazer o Depósito Identificado utilize o acesso ao site do banco via computador, não é possível por celular, veja o passo a passo do banco para localizar a opção de depósito identificado. Outra opção é utilizar o caixa de atendimento nas agências do Banco do Brasil, não é possível via caixa eletrônico.

Se você não é cliente do Banco do Brasil e deseja fazer o Depósito Identificado utilize o caixa de atendimento nas agências do Banco do Brasil, não é possível via caixa eletrônico, munido do seu CPF, cheque ou dinheiro para depósito no valor estipulado.

Os dados para realização do Depósito Identificado são:
Banco do Brasil – 001
Agência UnB - 3603-X
Conta corrente – 31604-0

Será necessário informar:

Identificador 1: CPF

Identificador 2: Deixe em branco

Identificador 3: Nome completo

OBS: Ao efetuar o depósito identificado, por favor envie o comprovante  de pagamento para a Secretaria Administrativa da ABA ( O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ) para que o processo de seu pagamento seja concluído.

3. Pagamento em até 3 vezes com cheque(s) cruzado(s) e nominal(ais) à ABA enviado(s) para o endereço postal: Caixa postal 04491, CEP - 70842-970 Brasília/DF.

Informe-se sobre a sua situação com a Secretaria Administrativa da ABA:
http://www.portal.abant.org.br/index.php/fale-conosco.

Lembre-se que a validade da anuidade da ABA encerra-se sempre no dia 31 de Março. Pague antes desta data.

Mantenha sempre o seu endereço atualizado através da área restrita de associado/a (http://www.aba.abant.org.br/) ou através do e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

OBS: Associados em dia com a anuidade da ABA podem receber as publicações pelos correios, mediante consulta à secretaria, ou em eventos que a secretaria esteja participando. A maioria dos livros podem ser adquiridos após pagamento da taxa de envio pelos correios e os vídeos podem ser adquiridos pela metade do valor e pagamento da taxa de envio pelos correios.

separador

Benefícios dos/as associados/as em dia com suas anuidades:

  1. Carteira de associado personalizada com número de cadastro e com fotografia (se assim quiser o associado);
  2. Um exemplar de cada livro publicado pela ABA, disponível em estoque, a ser distribuído gratuitamente em eventos ou mediante o pagamento de taxa de envio pelos correios;
  3. Descontos na aquisição de outros produtos da ABA;
  4. Desconto no valor das inscrições dos eventos organizados pela ABA;
  5. Desconto no valor das inscrições dos eventos organizados pela APA – Associação Portuguesa de Antropologia;
  6. Descontos em editoras e revistas conforme divulgado no link:  http://www.portal.abant.org.br/index.php/associados/servicos;
  7. Possibilidade de participar dos Prêmios ABA e/ou possibilitar a participação do/a orientando/a, conforme edital de cada Prêmio.

Dossiê Belo Monte

Belo Monte: em meio a surto de H1N1, MPF/PA recomenda abertura imediata de hospital em Altamira

Leia mais

separador

Belo Monte: CNDH recomenda garantia de direitos dos atingidos como requisito para concessão de Licença de Operação

Relatório de missão que constatou violações de direitos humanos decorrentes da construção da hidrelétrica foi publicado pelo Conselho.

Leia mais

separador

Falta de água potável, insegurança alimentar, alcoolismo, depressão: sem cumprir condicionantes, Belo Monte provoca o caos na saúde indígena no Xingu

Em audiência pública, autoridades responsáveis pela saúde admitiram que só agora, quase no fim da obra, iniciaram as ações previstas para mitigar os impactos às nove etnias afetadas.

Leia mais

separador

MPF apresenta resultado de inspeção em Belo Monte ao governo federal

Documento traz as constatações preliminares da equipe de inspeção – que reuniu instituições do próprio governo, pesquisadores e organizações não governamentais.

Leia mais

separador

Remoção forçada de ribeirinhos por Belo Monte provoca tragédia social em Altamira

Durante 2 dias de inspeção, várias instituições constataram violação sistemática de direitos assegurados na Constituição, nas leis e no licenciamento da usina.

Leia mais

separador

Fórum de Defesa de Altamira convoca protesto contra Belo Monte na cidade

Leia mais

separador

MPF envia informações à Aneel sobre o cronograma de Belo Monte

Dados do Ibama, da Funai e do próprio MPF contradizem as alegações da Norte Energia e indicam responsabilidade da empresa pelo atraso das obras.

Leia mais

separador

Morales pede investigação sobre impacto de hidrelétricas brasileiras em inundações na Bolívia

Leia mais

separador

Belo Monte: Ensecadeira rompe e alaga canteiro de obra do Sítio Pimental

Leia mais

separador

Federação Internacional de Direitos Humanos investiga espionagem da Vale e do Consórcio Belo Monte

Missão veio ao Brasil motivada por atuação insatisfatória do governo Dilma nos casos denunciados em 2013.

Leia mais

separador

Belo Monte suspensa novamente?

Leia aqui a apelação cível e aqui o agravo regimental.

separador

MPF processa Norte Energia, Ibama e BNDES por falta de compensação aos índios Xikrin, atingidos por Belo Monte

Previstos como obrigatórios, os estudos sobre impactos no rio Bacajá só foram concluídos um ano depois de iniciada a obra. E não detalham nenhum impacto. MPF quer novos estudos.
 

Leia mais

separador

Funai pede sanção contra Norte Energia por não cumprir condicionante de Belo Monte

Empresa se negou a comprar terras para os Juruna do Km 17. MPF recomendou à Funai que oficializasse o descumprimento das condições da Licença Prévia.

Leia mais

separador

Documentário inédito sobre hidrelétricas no Brasil e na Turquia mostra uma luta única por sobrevivência e justiça

Filme mostra a realidade e as lutas dos atingidos pelas hidrelétricas de Belo Monte, no Brasil, e de Ilisu, na Turquia, e desconstrói o mito de que a hidreletrecidade é uma energia limpa.

Leia mais

separador

MPF quer continuidade das negociações com índios em Belo Monte

O Governo Federal tinha iniciado negociações ontem, com acompanhamento da Funai. Os índios já estudavam as contrapropostas, mas foram surpreendidos pela ordem de despejo.

Leia mais
separador

“Como entramos de maneira pacífica, decidimos sair de maneira pacífica”, disse grupo de indígenas ao desocupar canteiro

Com um prazo de 24 horas dado pela desembargadora Selene de Almeida, do TRF-1, Brasília (DF), os cerca de 180 indígenas de nove povos dos rios Teles Pires, Tapajós e Xingu, afetados por projetos hidrelétricos, decidiram se retirar do principal canteiro de obras da UHE Belo Monte, às margens da Transamazônica, no Pará.

Leia mais

separador

Indenização para pescadores do Xingu será decidida na Justiça, dizem técnicos do governo

Sob protestos, reunião de pescadores com órgãos do governo e Norte Energia termina sem garantias de que pescadores e moradores de Altamira sejam indenizados

Leia mais

separador

Canteiros de obra de Belo Monte são incendiados e destruídos

Os canteiros de obra Belo Monte e Pimental, os dois mais importantes da hidrelétrica, foram palco de revolta de operários nesta sexta (9/11) e sábado (10/11) em função de problemas trabalhistas e desacordos com a proposta de aumento salarial apresentada pelo Consórcio Construtor Belo Monte (CCBM).

Leia mais

separador

Belo Monte é um monstro do desenvolvimentismo

Antropóloga critica a construção de hidrelétrica no Xingu, afirmando que ela causará mais impactos do que benefícios, podendo afetar até, a longo prazo, tradições indígenas.

Leia mais
separador

No Dam Can Take That From Us

After 35 days of protests and 11 days of occupation, the indigenous peoples and traditional groups occupying the Belo Monte construction site have left, with their heads held high. Last night an agreement was signed between the protesters and Norte Energia, in the presence of governmental agencies. And, although the promises were only promises, people felt confident. Most of them were heard for the very first time; and that fact alone was already a sign of victory.

Leia mais

separador

Governo pede um mês para responder demandas de pescadores. Acampamento no Xingu continua.

Após reunião com membros do governo federal na última semana, os pescadores de Altamira que protestam contra o barramento do Xingu e a ausência de diálogo e indenização para a categoria, foram comunicados que o prazo para análise das demandas será de 30.

Leia mais
separador

Audiência de conciliação entre manifestantes e consórcio construtor de Belo Monte segue nesta quarta

A audiência de conciliação entre a Norte Energia e manifestantes indígenas e de comunidades tradicionais, que ocupam a ensecadeira de Pimental desde o dia 8, foi interrompida na noite desta terça, 16, e deve ser retomada às 14h desta quarta, 17/10/12.

Leia mais

separador

Acordo pode pôr fim a ocupação de canteiro em Belo Monte, no Pará

Índios devem continuar no local até assinatura de documento. Reunião de conciliação continua com ribeirinhos, agricultores e pescadores.

Leia mais

separador

Indígena e pescadores realizam nova ocupação do Belo Monte

Veja aqui

separador

MPF pede à Justiça solução negociada para a ocupação do canteiro de Belo Monte

Empresa se nega a abrigar em alojamento atingidos que protestam contra falta de providências.

Leia mais

separador

Articulação inédita de indígenas e pescadores promove nova ocupação de Belo Monte

Após o não cumprimento de acordos por parte da Norte Energia, ocupação permanecerá até que todas as reivindicações sejam atendidas, dizem indígenas.

Leia mais

separador

Pescadores continuam acampados em protesto contra Belo Monte

O protesto de pescadores contra Belo Monte, que chegou a paralisar os trabalhos nas obras da barragem do sitio Pimental na semana passada, continua mantido no Xingu. Na última sexta, 21, uma liminar da Justiça estadual deferiu o pedido do Consórcio Construtor Belo Monte (CCBM) para que os pescadores se abstenham de impedir os trabalhos na barragem, e o acampamento dos manifestantes na ilha Jatobá foi despejado.

Leia mais

separador

Aumentam impactos de Belo Monte sobre indígenas

O índio José Arara, 65 anos, aponta o leito do rio, com pedras salientes e perigosas e diz, num tom de desabafo. “Tampando o rio, como é que nós vamos ficar? Não digo por mim, que já estou quebrado da idade, mas e os meus filhos, netos, sobrinhos?”. O velho índio Juruna, da aldeia Paquiçamba, teme o futuro que será imposto à aldeia com a barragem do rio Xingu.

Leia mais

separador

Belo Monte, Anúncio de uma Guerra - filme completo

Documentário independente filmado ao longo de 3 expedições à região do rio Xingu, Altamira e arredores, São Paulo e Brasília. Apresenta imagens e fatos reveladores sobre a maior e mais polêmica obra em andamento no Brasil.

Veja aqui

separador

Parecer reitera posição do MPF pela paralisação de Belo Monte

Segundo o parecer, a reclamação da AGU deve ser considerada improcedente diante da exigência constitucional de oitiva prévia das comunidades indígenas afetadas pelo empreendimento.

Leia mais

separador

MPF recorre para que o Supremo paralise novamente obras de Belo Monte

Recurso foi para o próprio presidente Carlos Ayres Britto. Se ele não reconsiderar sua decisão, caso deverá ser analisado pelo plenário.

Leia mais

separador

Procuradoria-Geral é contra retomada de Belo Monte  

Parecer contraria manifestação da Advocacia-Geral, que pedia o fim da suspensão da obra.

Leia mais

separador

Belo Monte: ministro Ayres Britto defere liminar requerida pela AGU

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Ayres Britto, deferiu hoje (27/08/12) pedido de liminar formulado pela Advocacia-Geral da União (AGU) e suspendeu decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) que, ao julgar embargos de declaração, determinou a paralisação das atividades na Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Pará, e impediu que o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) praticasse qualquer ato de licenciamento da usina. O ministro considerou “evidente a plausibilidade jurídica do pedido” da AGU na Reclamação (RCL 14404), na qual foi requerida a liminar.

Leia mais

separador

Parecer do MPF é pela paralisação de Belo Monte para consulta aos índios

Se pedido da AGU for aceito, estará se enfraquecendo o espaço do Brasil no sistema interamericano de direitos humanos, diz PGR.

Leia mais

separador

Belo Monte e Teles Pires: falta de consultas indígenas paralisa obras de usinas na Amazônia

Nos dois casos, decisões contemplaram pedidos do MPF para suspender projetos realizados sem a oitiva dos povos afetados, prevista na Constituição e na Convenção 169.

Leia mais

separador

Congresso terá de ouvir comunidades afetadas pela construção de Belo Monte

A liberação das obras da Usina Hidrelétrica de Belo Monte só vai acontecer depois que o Congresso Nacional realizar e aprovar a consulta às comunidades afetadas. De acordo com o desembargador Souza Prudente, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), que relatou o processo que determinou a paralisação das obras, os parlamentares também terão que editar um novo decreto legislativo autorizando as obras em Belo Monte.

Leia mais

separador

Struggle in the Amazon: The Clash between Energy and the Environment, by journalist Charlie Lyons

Indigenous activist Sheyla Juruna around the middle Xingu River and Altamira she explains the strong local opposition to the Belo Monte dam.
The UN website describes the film as: "Brazil's economy is growing at a staggering pace and its energy needs are skyrocketing. To meet growing demand, Brazil is harnessing hydroelectric energy and building dams, some among the largest in the world. But not everyone is happy about it. We travel to the heart of Brazil's Amazon region where tensions are running high."
To watch the UN film Struggle in the Amazon: The Clash between Energy and the Environment.

separador

Nota contra a criminalização dos Movimentos em defesa do Rio Xingu

O Comitê Xingu Vivo, fórum composto por mais de 40 organizações da região Metropolitana de Belém – PA, vem a público repudiar a campanha de criminalização que os ativistas do Movimento Xingu Vivo para Sempre (Altamira – PA), vem sofrendo por parte de setores da imprensa, do governo federal, estadual, do Consórcio Construtor de Belo Monte (CCBM) e pela Norte Energia S/A (NESA), em virtude de fatos ocorridos durante a conferência Xingu+23. Ao mesmo tempo nos solidarizamos com as companheiras e companheiros que estão sendo perseguidos por se colocarem contra a construção da UHE de Belo monte no Rio Xingu.

Leia mais
separador

Protesto indígena em Altamira é conseqüência do descaso da Norte Energia com licenciamento, diz MPF

Há dois dias funcionários da empresa responsável pela construção da hidrelétrica de Belo Monte estão sendo impedidos de deixar aldeia.

Leia mais

separador

Ações de redução de impactos de Belo Monte são desprezadas e MPF pede suspensão da obra

Informações do Ibama, da prefeitura de Altamira e de lideranças locais mostram que iniciativas obrigatórias estão há um ano sem sair do papel.
O Ministério Público Federal pediu à Justiça a anulação da licença de instalação da hidrelétrica de Belo Monte, no Pará. Segundo procuradores da República, as condicionantes (ações obrigatórias de prevenção e redução dos impactos socioambientais do projeto) não estão sendo cumpridas.

Leia mais

separador

Índios afetados por Belo Monte detêm engenheiros da Norte Energia em aldeia

Três engenheiros que trabalham para a Norte Energia, consórcio responsável pela hidrelétrica de Belo Monte, estão detidos na aldeia Muratu após uma fracassada reunião sobre os mecanismos que a empresa pretende oferecer para transpor embarcações após o barramento completo do Xingu na altura do canteiro de obras de Pimental.

Leia mais

separador

ONGs denunciam à ONU perseguição da polícia a manifestantes contra Belo Monte

Entidades apontam parcialidade e problemas no pedido de prisão preventiva contra 11 participantes de encontro contra Belo Monte. Religiosa de 73 anos, padre de 65, professora de 62, jornalista e pescador estão entre os indiciados.

Leia mais

separador

Convite a imprensa nacional e internacional para apoiar a divulgação  dos acontecimentos na usina de Belo Monte

Os Arara da Volta Grande do Xingu, Juruna do Paquiçamba, Juruna do Km 17 e Xikrin do Bacajá ocuparam o canteiro de obras do Sítio Pimental da usina de Belo Monte no dia 21/06/2012, em uma ocupação pacífica pela garantia de que as condicionantes de mitigação e compensação dos impactos da obra sejam cumpridas. Tendo organizado a ocupação exclusivamente com seus recursos, eles agora convidam a imprensa nacional e internacional para dar apoio e cobertura à sua causa.
Veja aqui a carta convite para a imprensa.

separador

Índios afetados pela Hidrelétrica de Belo Monte ocupam um terreno de construção da Barragem

Desde quinta 21/06/2012, os índios afetados pela Hidrelétrica de Belo Monte ocupam um terreno de construção da Barragem. Eles decidiram pela ocupação para manifestar sua insatisfação com o desrespeito de seus direitos e o não-cumprimento das condicionantes, em especial aquelas relativas aos indígenas. Com organização própria e contando apenas com seus recursos, eles ocuparam uma ensecadeira que está sendo construída no Sítio Pimental que visa permitir a construção da obra. A manifestação é pacífica, e eles exigem a presença de representantes do governo e da Norte Energia Sociedade Anônima.

Leia mais

separador

Polícia pediu prisão preventiva de ativistas contra Belo Monte

Sem provas, concessionária responsável pela usina acusa 11 pessoas de roubo, formação de quadrilha e perturbação, entre outros crimes. Pedido de prisão ainda não foi aceito.

Leia mais

separador

Juíza Federal nega reintegração de posse à Norte Energia

Veja aqui

separador

Justiça acata nova ação de criminalização da Norte Energia contra o Xingu Vivo

Na tarde de quarta, 13/06/12, o juiz Horácio de Miranda Lobato Neto, da 2ª Vara Cível de Altamira, deferiu, em caráter liminar, novo interdito proibitório contra o Movimento Xingu Vivo, dois de seus membros e seu assessor de imprensa.

Leia mais

separador

A poucos dias de seu início, Xingu+23 recebe apoio de artistas, cantores e ambientalistas

A cada dia o Xingu+23, que acontecerá entre os dias 13 a 17 de junho de 2012, em Vitória do Xingu, estado do Pará (Norte do país) para debater a resistência à hidrelétrica Belo Monte, recebe mais adesões. Além de artistas que já haviam confirmado presença no evento, há poucos dias o cantor Gilberto Gil, a ambientalista e ex-ministra Marina Silva, o cantor Arnaldo Antunes e o teólogo, filósofo e escritor Leonardo Boff também divulgaram apoio à iniciativa.

Leia mais

separador

Filme institucional sobre Belo Monte

Estamos na era da glorificação dos "bandeirantes do sertão", que a partir de avatares pseudo-corretos: Villas Boas e Cândido Mariano Rondon, no caso do primeiro a produção está nas telas, no caso do segundo o Diretor da série (Rondon / Marcelo Santiado) pretende glorificar Rondon, está fazendo o vídeo institucional de Belo Monte.
Pensem é uma conexão!! Homens, supostamente, mais humanos que os demais facilitam o cerco dos povos indígenas, quem sabe assim tornam Belo Monte palatável e não o evento do Etnocídio anunciado e denunciado?
Vejam: (http://www.lcbarreto.com.br/projetos.php )
Parece pouco respeitoso com os que lutam pelo Brasil Plural.
Na Amazônia temos um conjunto de hidrelétricas que afetam a vida de milhares de pessoas, reflitam nos desastres de Marabá, Teles Pires entre muitos outros projetos

separador

CIDH cobra novas explicações do Brasil sobre violações de direitos por Belo Monte

A Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), órgão da Organização dos Estados Americanos (OEA), notificou o governo brasileiro nesta quarta, 11, para que preste esclarecimentos sobre a situação das comunidades tradicionais da bacia do Rio Xingu, afetadas pela construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte. Esta é a segunda notificação do governo, já cobrado a se explicar em abril de 2011.

Leia mais

separador

Censura da Secretaria dos Direitos Humanos a relatório do CDDPH é atentado violento à democracia

Maria do Rosário quer retirar capítulo sobre violações de Belo Monte a Direitos Humanos de relatório do CDDPH

Leia mais

separador

Ameaçado de morte, agricultor não indenizado por Belo Monte está desaparecido

Sem notícias do pai desde segunda, 27 de fevereiro de 2012, as duas filhas visitaram a terra de Sebastião para procurá-lo. Não o encontraram, mas viram toda sua plantação de cacau destruída pelos tratores.

Leia mais

separador

Problemas continuam sem respostas após reunião com presidência da Funai, dizem indígenas

Cerca de 200 lideranças indígenas da região do Médio Xingu, cujas aldeias estão na área de influência da hidrelétrica de Belo Monte, participaram nesta quarta, 25, de uma nova rodada de negociações com o governo e a empresa Norte Energia, sobre ações de mitigação de impactos da usina. A reunião havia sido marcada em 1 de dezembro do ano passado, após uma tumultuada discussão sobre problemas no cumprimento das medidas emergenciais em andamento, e que havia levantado uma série de questionamentos sobre o Plano Básico Ambiental (PBA), que definirá as ações compensatórias de longo prazo.

Leia mais

separador

Seminário sobre Belo Monte já está disponível no site da ABA

Uma parceria com o Laboratório de Imagem e Registro de Interações Sociais (IRIS) do dep. de Antropologia da UnB acaba de tornar acessível o registro audiovisual do seminário sobre Belo Monte, realizado em fevereiro pela ABA, UnB e INESC, em Brasília. Os vídeos encontram-se em nosso site. Assista aqui as apresentações e os debates.

separador

Bispos, juristas e antropólogos protocolam defesa do MPF contra ataque da AGU

A recente ofensiva da Advocacia Geral da União (AGU) contra o procurador do Ministério Público Federal no Pará, Felício Pontes Jr., junto ao Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), gerou uma onda de protestos entre juristas, antropólogos, acadêmicos e setores da Igreja.

Leia mais

separador

ABA manifesta-se em apoio a Procurador no caso de Belo Monte

A ABA lançou nota pública em apoio ao procurador Felício Pontes, do Ministério Público Federal (MPF) do Pará, pela sua permanência à frente dos processos que o MPF move contra Belo Monte. Recentemente, a Advocacia Geral da União pediu a substituição do procurador no processo.

Veja aqui a nota da ABA

separador

Índios Xikrin enviam carta de apoio à atuação do MPF no caso Belo Monte

A carta é uma resposta dos índios às acusações da AGU contra o procurador Felício Pontes Jr, que atendeu a um convite dos índios para falar dos impactos da usina em outubro.

Leia mais

separador

Resposta do Movimento Gota D'Água sobre a construção de Belo Monte - "Pimenta nos olhos dos outros é refresco"

Veja aqui

separador

Entrevista sobre Belo Monte com o Professor Oswaldo Sevá Filho, do Deptº de Energia da Engenharia Mecânica/UNICAMP

http://www.youtube.com/watch?v=A9kyIFC8G0g (parte1)
http://www.youtube.com/watch?v=jVFypBvNKuc&feature=related (parte2)
http://www.youtube.com/watch?v=U53YuVRJe94&feature=related (parte3)
http://www.youtube.com/watch?v=tA1a0lKSfiM&feature=related (parte4)

separador

Vídeo relativo ao canteiro no canal da UHE Belo Monte

Clique aqui

separador

Indígenas da região de Altamira dão ultimato sobre direitos. Sergio Marone acompanha mobilizações

Nesta quinta (01/12/11), cerca de 300 indígenas das etnias Xipaya, Xicrin, Kuruaya, Arara, Juruna, Assurini, Araweté, Parakanã e Kayapó, afetadas por Belo Monte, se reúnem em Altamira para cobrar respostas definitivas sobre o cumprimento de medidas relacionadas aos impactos gerados pela usina na região.

Leia mais

separador

A Sociedade Brasileira de Antropologia das Terras Baixas da América do Sul (SALSA) envia carta sobre Belo Monte para Presidente Dilma Rousseff

A carta datada em 26 de setembro de 2011 repudia a proposta da construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte.

Leia mais

separador

Construtora ignora reivindicações, operários trancam Transamazônica e greve continua

Os 1800 trabalhadores do principal canteiro de obras da Usina Hidrelétrica Belo Monte, que paralisaram os trabalhos na última sexta, 25/11/11, continuam em greve. O Consórcio Construtor Belo Monte (CCBM), que havia se comprometido a responder na manhã desta segunda-feira, 28/11/11, à pauta de reivindicações dos operários, não apareceu até o final da jornada de trabalho para negociar. “Eles estão tentando nos ganhar pelo cansaço”, comenta um pedreiro da obra. Em protesto, os funcionários trancaram a rodovia Transamazônica, na altura do quilômetro 50, em Vitória do Xingu, Pará.

Leia mais

separador

Grupo móvel do MPT constata condições precárias de trabalho em obra da NESA

O Ministério Público do Trabalho da 8ª Região juntamente com o Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no Pará, em cumprimento às operações anuais de fiscalização de obras do PAC (Plano de Aceleração do Crescimento do governo federal) e de combate ao trabalho escravo, constataram condições precárias de trabalho na região de Pimental, um dos sítios de Belo Monte, localizado a 40 km de Altamira, no oeste do Estado.

Leia mais

separador

Trabalhadores de Belo Monte iniciam paralisação

Trabalhadores do canteiro de obras da hidrelétrica de Belo Monte, em Vitória do Xingu (oeste do Pará, a 945 km de Belém), iniciaram uma paralisação por tempo indeterminado nesta sexta-feira (25/11/11) por melhores condições de trabalho.

Leia mais

separador

Bibliografia comentada: 50 leituras sobre o ecocídio de Belo Monte, 1ª parte

A bibliografia comentada que segue abaixo é um guia para se entender melhor a gravidade do que o Brasil está prestes a fazer com as populações indígenas, ribeirinhas e lavradoras do Xingu, e com seu próprio ecossistema como um todo. Dividida por tópicos, essa bibliografia inclui estudiosos que se debruçam sobre o tema Belo Monte há décadas, como Oswaldo Sevá, da Unicamp, e Célio Bermann, da USP, lideranças indígenas como Raoni Metuktire, um intelectual brasileiro que está entre os mais respeitados do mundo hoje, o antropólogo Eduardo Viveiros de Castro, materiais produzidos pelo Ministério Público Federal e testemunhos de movimentos populares da região do Xingu. Depois de cada link, há um breve parágrafo de minha autoria que tenta resumir a importância daquele ítem. Nada substitui, claro, a leitura completa dos próprios textos.

Leia mais

separador

Convite dos índios do Xingu para encontro em Altamira, dia 30 de Novembro

Confira aqui

separador

Nota: Desembargadora do TRF1 chama índios de “privilegiados” e rasga Constituição

Em uma sessão-relâmpago de 15 minutos no Tribunal Regional Federal da Primeira Região (TRF1) na tarde desta quarta, 09/11/11, a desembargadora Maria do Carmo decidiu anular a Constituição brasileira.

Leia mais

separador

Índios Xikrin do Bacajá pedem ao MPF medidas contra Belo Monte

Os índios Xikrin da Terra Indígena Trincheira-Bacajá convidaram o procurador da República Felício Pontes Jr. para reuniões no mês passado (outubro/11) e solicitaram que o Ministério Público Federal adote medidas contra a usina hidrelétrica de Belo Monte. Eles moram às margens do rio Bacajá, afluente que deságua justamente no trecho do Xingu que deve desaparecer com a barragem.

Leia mais

separador

MPF vai recorrer pelo direito dos índios serem consultados em Belo Monte

Julgamento terminou hoje (09/11/11) com voto de desempate da desembargadora Maria do Carmo Cardoso, que negou o direito dos indígenas à Consulta Prévia
O Ministério Público Federal vai recorrer ao Supremo Tribunal Federal pelo direito dos povos indígenas de serem consultados em empreendimentos que afetem diretamente sua sobrevivência, como é o caso da usina de Belo Monte, autorizada pelo Congresso Nacional sem ouvir os índios. Em julgamento hoje no Tribunal Regional Federal da 1ª Região, em Brasília, a desembargadora Maria do Carmo Cardoso desempatou a questão a favor do governo: “pouco importa se a consulta é feita antes ou após a autorização”, disse.

Leia mais

separador

Moção da ANPOCS sobre Belo Monte

Os cientistas sociais reunidos no 35º Encontro da Associação Nacional de Pós-graduação em Ciências Sociais (ANPOCS), realizado em Caxambu/MG, entre os dias 24 e 27 de outubro de 2011, vêm reiterar as preocupações manifestadas em ofício encaminhado à Presidente da República, por 20 Associações Científicas, em maio do ano corrente, referentes ao processo de implementação do Projeto Belo Monte.

Solicitamos uma resposta àquele ofício por parte da Presidência da República. Destacamos a necessidade de atenção especial  à observância dos Direitos Humanos e Constitucionais, sobretudo a consulta aos Povos Indígenas, bem como o cumprimento da legislação ambiental em vigor.

Caxambu, 27 de outubro de 2011.
separador

Declaração da Aliança do Xingu contra Belo Monte

Não permitiremos que o governo crie esta usina e quaisquer outros projetos que afetem as terras, as vidas e a sobrevivência das atuais e futuras gerações da Bacia do Xingu.

Leia mais

separador

Belo Monte, nosso dinheiro e o bigode do Sarney

Um dos mais respeitados especialistas na área energética do país, o professor da USP Célio Bermann, fala sobre a “caixa preta” do setor, controlado por José Sarney, e o jogo pesado e lucrativo que domina a maior obra do PAC. Conta também sua experiência como assessor de Dilma Rousseff no Ministério de Minas e Energia.

Leia mais

separador

Indígenas correm riscos com instalação de Belo Monte, apontam especialistas

Caxambu (MG) – Enquanto cerca de 600 manifestantes indígenas, ribeirinhos e ativistas ambientais ocupam o canteiro de obras da Usina Hidrelétrica de Belo Monte e fecham a Rodovia Transamazônica, na altura do quilômetro 50, em Altamira (PA), para protestar contra a instalação do empreendimento, a Associação Brasileira de Antropologia (ABA) afirmou hoje (27) que etnias indígenas estão em risco com a instalação da barragem na Bacia do Rio Xingu.

Leia mais

separador

Populações atingidas por Belo Monte ocupam canteiro e fecham transamazônica

Cerca de 300 indígenas, pescadores e ribeirinhos da bacia do Xingu estão acampados pacificamente, desde a madrugada de hoje, no canteiro de obras de Belo Monte pela paralisação das obras da usina, em Altamira (PA).

Leia mais
separador

CIDH convoca governo brasileiro a responder sobre não-cumprimento de medidas cautelares no caso Belo Monte

A Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) da Organização dos Estados Americanos (OEA) convocou o governo brasileiro para que se explique sobre a não adoção de medidas de proteção dos direitos indígenas das populações ameaçadas pelo projeto de Belo Monte, como foi solicitado cautelarmente pela instituição.

Leia mais

separador

Desembargadora pede anulação da licença de Belo Monte

Uma juíza do Tribunal Regional Federal de Brasília colocou o governo na berlinda nesta segunda-feira ao pedir a anulação do licenciamento ambiental da megausina de Belo Monte, no rio Xingu.

Leia mais

separador

Ao autorizar Belo Monte, Congresso ignorou direito à consulta prévia

Seis anos após o Congresso Nacional ter autorizado o início da construção da hidrelétrica de Belo Monte, os indígenas poderão ser consultados. Na interpretação do Ministério Público Federal (MPF), esse direito foi desrespeitado. Por isso, os procuradores da República no Pará ingressaram com uma ação que será julgada na próxima segunda-feira (17) pela Justiça Federal, em Brasília.

Leia mais

separador

Justiça suspende construção de Belo Monte no rio Xingu

A Justiça Federal no Pará determinou na terça-feira (27) a imediata paralisação das obras da usina de Belo Monte no rio Xingu, por considerar que 1.000 famílias que dependem da pesca serão prejudicadas.

Leia mais

separador

Um procurador contra Belo Monte

Conheça o homem que se tornou o flagelo do governo ao lutar contra a maior e mais polêmica obra do PAC.

Leia mais

separador

IBAMA responde à carta de entidades científicas sobre Belo Monte

O IBAMA encaminhou à ABA resposta à carta enviada em maio, assinada pela ABA e mais 19 entidades científicas, em que se pedia a suspensão do processo da Hidrelétrica de Belo Monte. Leia aqui a resposta do IBAMA.
Em junho, o CDDPH (Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana), órgão ligado à SDH/Presidência da República, já havia encaminhado resposta à ABA acerca do mesmo assunto. Leia aqui a resposta do CDDPH.

A carta original, dirigida à Presidência da República, pedindo a suspensão de licenciamento e respeito aos direitos humanos em Belo Monte, e seus desdobramentos podem ser acompanhados nos links abaixo:

Leia o ofício de encaminhamento da carta à presidenta Dilma Roussef.
Leia
íntegra da carta no site da ABA.

Veja aqui parte desta repercussão.

Leia aqui a primeira resposta do Gabinete Pessoal da Presidenta da República (25 de maio de 2011).

Leia a íntegra do documento em que a ABA mostra preocupação e decepção com resposta do governo sobre Belo Monte.

Leia aqui a segunda resposta do Gabinete Pessoal da Presidenta da República (02 de junho de 2011)

separador

Ministério Público Federal do Pará ajuíza ação inédita contra Belo Monte

Uma nova e inédita Ação Civil Pública foi ajuizada pelo Ministério Público Federal do Pará e tem por objeto impedir a construção de Belo Monte. A ação se fundamenta no artigo 231, §5º da Constituição Federal, que proíbe a remoção de populações indígenas de suas terras tradicionalmente ocupadas e assegura a preservacão de fatores indispensáveis à manutenção de sua identidade.

Leia mais

separador

Usina de Belo Monte faz suas primeiras vítimas

Sem ter para onde ir, famílias dos baixões vivem primeiros desesperos causados pela Usina.

Leia mais

separador

Logística de guerra para montar Belo Monte no Pará - Jornal da Ciência (18//07/2011)
Infraestrutura precária exige plano detalhado para não atrasar obra.

Leia mais

separador

Belo Monte esquenta debate em Goiânia - Jornal da Ciência (18//07/2011)

Para Pinguelli, impacto da usina "não será tão grande quanto o mensurado".
 

Leia mais 

separador

Dams are being planned all along the Amazon, flooding vast areas of rainforest and wiping out local villages. But as Allison Langdon discovered, the native people have one very powerful weapon.

http://sixtyminutes.ninemsn.com.au/article.aspx?id=8270648

separador

Ações contra irregularidades em Belo Monte aguardam definição sobre quem vai julgá-las

Vaivém dos processos pode impossibilitar tomada de decisões no tempo necessário, diz MPF.

Leia mais

separador

Índios voltam a protestar contra obra de Belo Monte

Os índios voltaram a desafiar a Eletrobras em torno da construção da usina de Belo Monte. Ontem, durante evento promovido pela International Hydropower Association, representantes indígenas das comunidades Kaiapó e Juruna desafiaram o diretor de geração da Eletrobras, Valter Cardeal, a promover uma reunião para esclarecer os impactos da usina às tribos indígenas. O representante dos Kaiapós chegou a falar em garantia de segurança aos índios e aos trabalhadores da usina. O executivo da Eletrobras disse que a empresa não se nega a dar qualquer explicação mas garantiu que nenhuma nova audiência pública ou oitiva será feita novamente. "Já seguimos todo o rito da lei", diz Cardeal.
Leia mais (Direcionar para: https://conteudoclippingmp.planejamento.gov.br/cadastros/noticias/2011/6/16/indios-voltam-a-protestar-contra-obra-de-belo-monte). 

separador

Segunda manifestação contra a Belo Monte e contra as seis barragens que o governo pretende construir na bacia Amazônica

Uma luta pela defesa da natureza e do direito dos povos indígenas e ribeirinhas que acontecerá dia 19 de junho de 2011, em São Paulo, com marcha da Av. Paulista, passando pela Av. Consolação, até o centro.
Informações: http://www.facebook.com/event.php?eid=191422887575464 / http://www.youtube.com/watch?v=uo2Ay0E1mhQ&feature=youtu.be. Acesse o vídeo da manifestação anterior, com mais de 1000 manifestantes: http://www.youtube.com/watch?v=k24LSxxlXmg&feature=youtu.be

separador

OEA: "Belo Monte uma obra ilegal que envergonha o Brasil"

Veja o vídeo no link: http://www.youtube.com/watch?v=4Bi-rRQQ2Ts.

separador

Autorização para construção de Belo Monte chega ao Conselho de Direitos Humanos da ONU

Leia mais

separador

Brazil urged to suspend Belo Monte dam project

Indigenous leaders from Brazil protest at the UN against the Belo Monte dam

Leia mais

separador

Anistia Internacional pede que Brasil suspenda construção de Belo Monte

A organização pede que direitos indígenas sejam plenamente garantidos.
Ibama concedeu nesta 4ª feira (1º) licença que autoriza início da obra.

Leia mais

separador

Após liberação de Belo Monte, governo brasileiro enfrenta críticas

Entidades ambientalistas e de defesa de povos indígenas dizem que decisão foi precipitada. Para minimizar danos, governo anuncia pacote de medidas para desenvolvimento socioambiental da região do rio Xingu.

Leia mais

separador

Brazil Green Lights Controversial Amazon Dam, Steamrolling Environmental Laws and Human Rights

IBAMA authorizes installation of Belo Monte Dam Complex despite escalating local, national and international opposition.

Leia mais

separador

Apelo ao Governo Brasileiro para a suspensão do processo de aprovação da barragem de Belo Monte

A Associação para os Povos Ameaçados (APA), vem seguindo com grande preocupação os desenvolvimentos em torno do processo de aprovação para construção da barragem de Belo Monte.

Leia mais

separador

Esclarecimento – Recomendações do MPF sobre Belo Monte

O Ministério Público Federal no Pará, depois de conhecer a íntegra do pedido de providências feito pela Advocacia Geral da União ao Conselho Nacional do Ministério Público contra um alegado assédio moral e supostas ameaças sofridas por servidores públicos em razão da atuação do MPF na fiscalização do projeto de Belo Monte, conforme divulgado pela imprensa, vem a público esclarecer.

Leia mais

separador

Melhor opção para o governo é desistir de Belo Monte

Reportagem publicada pelo Estadão mostra que mais empresas estão desistindo de Belo Monte. Segundo o jornal, Galvão Engenharia, Serveng e Cetenco fizeram pedido formal para sair do consórcio Norte Energia. Nos próximos dias, a Contern, do Grupo Bertin, fará o mesmo. O Estadão informa ainda que a J. Malucelli Construtora está disposta a se desfazer da sua participação, se houver interessado, e que a construtora Mendes Júnior também deverá deixar o consórcio.

Leia mais

separador

Ribeirinhos atingidos não conseguem reunião com Norte Energia

Pela segunda vez consecutiva, o Consórcio Norte Energia (Nesa) não compareceu a reunião com ribeirinhos da Volta Grande do Xingu. Responsável pela construção da Usina Hidrelétrica Belo Monte, a empresa foi convidada por moradores de comunidades diretamente afetadas pelas construções preliminares da hidrelétrica a dar satisfações sobre a obra. Segundo eles, a Nesa tem ignorado completamente sua existência.

Leia mais

separador

Complexo Hidrelétrico do Tapajós ameaça cinco unidades de conservação no Pará

O governo federal deverá encaminhar nas próxima semanas a redução de cinco unidades de conservação ra região da BR-163, no Pará. A medida visa liberar quase 80 mil hectares de florestas para a construção de três grandes hidrelétricas nos rios Tapajós e Jamanxim.

Leia mais

separador

Censurável reação do Brasil

A Comissão Interamericana de Direitos Humanos solicitou ao Estado brasileiro a adoção de medidas urgentes para proteger a vida e a integridade pessoal dos membros das comunidades indígenas da bacia do Rio Xingu, recomendando a imediata suspensão do processo de licenciamento da usina hidrelétrica de Belo Monte, no Pará, até que fossem observadas condições mínimas, como a realização de consulta prévia, livre e informada com as comunidades afetadas. Determinou, ainda, fosse assegurado o amplo acesso ao estudo de impacto socioambiental do projeto, bem como fossem adotadas medidas para prevenir a disseminação de doenças e epidemias entre as comunidades indígenas. No local há 30 terras indígenas com 24 povos e línguas diferentes, que poderão sofrer graves riscos socioambientais - especialmente as comunidades tradicionais da bacia do Xingu, que pode vir a ficar praticamente sem água com o desvio do rio.

Leia mais

separador

Audiência discutirá impactos da hidrelétrica de Belo Monte

A Comissão da Amazônia, Integração Nacional e de Desenvolvimento Regional realiza na quarta-feira (25) audiência pública para discutir os impactos das obras e da instalação da usina hidrelétrica de Belo Monte, no Pará. A usina faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e, após concluída, será a terceira maior hidrelétrica do mundo, com capacidade de gerar 11 mil megawatts de energia.

Leia mais

separador

Em carta à presidenta Dilma Roussef, ABA, SBPC, ABC, ANPOCS e mais 16 associações científicas pedem suspensão de licenciamento e respeito aos direitos humanos em Belo Monte

Leia íntegra da carta no site da ABA.

separador

Carta assinada pela ABA e outras entidades científicas repercute nacionalmente

A carta assinada por 20 entidades científicas e entregue no último dia 19 de maio à Presidência da República solicitando suspensão do projeto da usina de Belo Monte virou notícia em vários meios de comunicação.

Veja aqui parte desta repercussão.

separador

Carta ao Senado-Subcomissão de acompanhamento sobre Belo Monte

Associação Brasileira de Antropologia manifesta preocupação com o adequado cumprimento dos dispositivos legais relativos aos direitos humanos e ambientais e pedem a suspensão do processo de licenciamento da UHE Belo Monte.

Leia mais

separador

Consórcio e governo apontam risco de Belo Monte atrasar

Avaliação é que demora em licença do Ibama pode comprometer prazo de início de operação.

Leia mais

separador

MPF quer comprovação de que condicionantes de Belo Monte foram cumpridas

Norte Energia tem prazo para informar quais intervenções físicas fez na região.

Leia mais

separador

DHESCA BRASIL INFORMA - MISSÃO JIRAU 2011

Jirau hoje, Belo Monte amanhã – Relatório aponta violações em Jirau e prevê repetição em Belo Monte.

Leia mais

separador

Carta FIDH a Insulza

Leia mais

separador

Matéria da BBC Brasil, reproduzida no Estadão de São Paulo, sobre o relatório anual 2011 da Anistia Internacional, que trata do caso de Belo Monte  

O artigo traz observações do pesquisador da Anistia, Patrick Wilcken, que comenta sobre Santo Antônio e Jirau no Rio Madeira, assim como Belo Monte e a “postura quase agressiva” do governo Dilma perante o sistema interamericano de direitos humanos.

Leia mais

separador

Comunidade acadêmica debate o projeto de construção da Usina Belo Monte

Leia mais

separador

MP recomenda respeito aos direitos dos agricultores e ribeirinhos na região de Belo Monte

Recomendação foi enviada ontem à Norte Energia e à E-labore, acusadas de pressionar e coagir as famílias a assinarem documentos permitindo o ingresso de técnicos em suas terras

Leia mais

separador

CEJIL lamenta a retirada de candidato brasileiro para as eleições da Comissão Interamericana

O anúncio foi feito no marco da desavença sobre a hidroelétrica de Belo Monte

Leia mais

separador

MPF recomenda ao Ibama que não emita Licença de Instalação para Belo Monte

Procuradores alertam que antes de qualquer obra da usina, precisam ser realizadas as obras para prevenir e evitar impactos sociais e ambientais graves.

Leia mais

separador

Pronunciamiento de Amnistía Internacional frente actitud de Brasil ante la Comisión Interamericana de Derechos Humanos

Extremadamente preocupante que se considere sacrificar los derechos humanos en nombre del desarrollo econômico.

Leia mais

separador

Coordinadora Andina de Organizaciones Indígenas – CAOI / Bolivia, Ecuador, Perú, Colombia, Chile, Argentina

Vergüenza internacional: Secretario General de la OEA cuestiona medida cautelar emitida por la CIDH en caso Belo Monte.

Leia mais

separador

Belo Monte não cumpre regras, diz Ibama

Relatório do órgão revela que apenas 5 das 40 condições socioambientais para início da obra foram atendidas.
Obras de infraestrutura para suportar o fluxo de pessoas, como escolas e hospitais, estão entre os principais problemas.

Leia mais

separador

MP recomenda respeito aos direitos dos agricultores e ribeirinhos na região de Belo Monte

Recomendação foi enviada à Norte Energia e à E-labore, acusadas de pressionar e coagir as famílias a assinarem documentos permitindo o ingresso de técnicos em suas terras.

Leia mais

separador

Belo Monte: Norte Energia quer afastar procurador do caso por manter blog

O consórcio responsável pela obra da usina entrou com representação no Conselho Nacional do Ministério Público devido a uma série de artigos de Felício Pontes Jr na internet.

Leia mais

separador

Em relatório, Lobão nega que Belo Monte ofereça risco a índios

O ministro Edison Lobão (Minas e Energia) entregou um relatório para a presidente Dilma Rousseff sustentando que a construção da hidrelétrica de Belo Monte, no rio Xingu (PA), não oferece risco para as comunidades indígenas da região.

Leia mais

separador

Informe do GT Povos Tradicionais, Meio Ambiente e Grandes Projetos

Conflitos e Tensões em Altamira Primeiros Efeitos do Licenciamento “Parcial” de Belo Monte

Leia aqui a íntegra do documento.

separador

Conselho Nacional de Direitos da Pessoa Humana constatou ausência absoluta do Estado na região do Rio Xingu

O Conselho Nacional de Direitos da Pessoa Humana (CDDPH), órgão consultivo do governo, constatou uma situação de “ausência absoluta do Estado” na região do Rio Xingu, onde está sendo construída a Usina Belo Monte, obra do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Leia mais

separador

Norte Energia assume: indígenas serão atingidos por Belo Monte

O governo federal tem afirmado constantemente que o Complexo Hidrelétrico Belo Monte não afetará nenhum território indígena.
No entanto, o engenheiro e diretor socioambiental da Norte Energia, Ronaldo Crusco, tem dito publicamente o contrário.
A afirmação foi feita durante um debate acadêmico organizado pelo Departamento de Geografia da Universidade Federal do Pará, em Altamira, no dia 2 de maio.
Após muita insistência do público e da mesa debatedora, ele respondeu a uma das questões mais polêmicas da obra de Belo Monte: os indígenas serão ou não serão atingidos pela barragem? Ronaldo respondeu, categoricamente, que sim. Assista ao vídeo com trechos do debate.

Veja aqui

separador

Construção de Belo Monte é criticada durante audiência no Senado

A polêmica sobre a usina hidrelétrica de Belo Monte, no Pará, foi a tônica da audiência pública ocorrida nesta manhã na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado (CDH). A reunião aconteceu a pedido da senadora Marinor Brito (PSOL-PA), que é contra o empreendimento. Uma das críticas feitas por ela e pelos outros participantes do debate - representantes de comunidades indígenas, da Justiça e especialistas de universidades - é que as comunidades da região onde a usina será construída não foram devidamente consultadas pelo governo.

Leia mais

separador

Movimentos sociais em Altamira descartam participação no Comitê Gestor do PDRS Xingu

Quarenta organizações lançam documento anunciando a não-participação no Comitê Gestor do Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável do Xingu (PDRS) Xingu. A decisão se baseia na negativa do governo de dialogar sobre denúncias de violações e irregularidades no licenciamento da usina, apresentados anteriormente.

Leia mais

separador

Extrativistas exigem que governo os reconheça como ameaçados por Belo Monte

Moradores das reservas extrativistas (Resex) do Rio Iriri, Rio Xingu e Riozinho do Anfrísio lançaram abaixo-assinado exigindo que as populações tradicionais sejam consideradas como impactadas e tenham seus direitos garantidos, caso aconteça a construção do Complexo Hidrelétrico Belo Monte (CHE Belo Monte).

Leia mais

separador

Senado Federal - Secretaria de Comissões - Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa

22ª Reunião Extraordinária da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa, da 1ª Sessão Legislativa Ordinária da 54ª Legislatura, a realizar-se em 05 de maio de 2011, quinta-feira, às 09:00 horas, Anexo II, Ala Senador Nilo Coelho, Plenário 2, Senado Federal.

Leia mais
separador

Dilma retalia OEA por Belo Monte e suspende recursos

Leia mais

separador

Vale terá participação na Usina de Belo Monte

Leia mais

separador

Vale confirma entrada na usina de Belo Monte

Leia mais

separador

Nota da CAI sobre Belo Monte

Leia mais
separador
Entrevista com João Pacheco de Oliveira, Coordenador da Comissão de Assuntos Indígenas da ABA, sobre Belo Monte, OEA e reações do governo brasileiro

Ouça aqui
separador

ABA envia ofício à OEA sobre a questão de Belo Monte

A ABA enviou ofício ao Secretário Executivo da Comissão Interamericana de Direitos Humanos da OEA em que reafirma nota divulgada pela Comissão de Assuntos Indígenas (CAI) criticando a reação do governo brasileiro diante da manifestação da OEA acerca de Belo Monte. Entre outros argumentos, a nota afirma que “há uma grande distância entre ser informado e consentir, bem como não se pode confundir um procedimento de oitiva com uma simples comunicação aos indígenas sobre os resultados de um estudo de impacto ambiental conduzido anteriormente.(...) Na perspectiva de tais comunidades, não resta duvida de que elas não se sentem adequadamente informadas, muito menos ouvidas. (...) Considerando a barreira lingüística, a peculiaridade de sua organização política e a existência de fortes conflitos interétnicos, as audiência publicas não se configuram de modo algum em espaços que permitam a livre manifestação dos indígenas e que lhes propiciem os esclarecimentos específicos de que se ressentem”.

Leia íntegra da nota no site da ABA. Ouça aqui a entrevista de João Pacheco à Rádio UFMG.

separador

Artigo sobre o Xingu e Belo Monte - Cecília Campello do Amaral Mello

Leia mais

separador

Palácio do Planalto sobre Belo Monte

Leia mais
separador

Governo federal vai instalar representação na região de Belo Monte

Leia mais

separador

Belo Monte e o último ritual indígena

Leia mais

separador

Nota da FUNAI em resposta à OEA

Leia mais

separador

FUNAI mente sobre Belo Monte e ressuscita critérios racistas de indianidade

Leia mais

separador

Itamaraty chama pedidos da OEA por Belo Monte de "injustificáveis"

Leia mais

separador

Organização dos Estados Americanos determina suspensão imediata de Belo Monte

Leia mais

separador

Carta da OEA em favor das Comunidades Indígenas da Bacia do Rio Xingú/PA

Leia mais

separador

O Caso de Belo Monte

Leia mais

separador

Carta de advertência - empresas interessadas em substituir Bertin no consórcio Belo Monte - urgente!

Leia mais

separador

Ministro: Apesar de resistências Belo Monte será construída

Leia mais

separador

Relatoria Nacional do Direito Humano ao Meio Ambiente
Relatório da Missão Xingu - Violações de Direitos Humanos no Licenciamento da Usina Hidrelétrica de Belo Monte.

Leia mais

separador

Relatório da Comissão Especial “Atingidos por barragens”

Leia mais

separador

Carta da OEA informando as medidas cautelares em relação à Belo Monte

Leia mais

separador

OEA intima Brasil a se manifestar sobre licença de Belo Monte

Leia mais

separador

Liberação de obras de Belo Monte sem redução de impactos é carta branca para o caos na região, diz MPF

Leia mais

separador

A suspensão dos efeitos da liminar - Belo Monte

Leia mais

separador

Participem da Campanha pela manutenção de liminar contra Belo Monte

Leia mais

separador

Belo Monte - Missão internacional faz denúncias contra barragens na Amazônia

Lideranças indígenas da Amazônia percorrem quatro países para denunciar os impactos das hidrelétricas na região.

Leia mais

separador

Justiça suspende licença para canteiro de obras de Belo Monte

Leia mais

separador

Nota, fotos e textos sobre o Seminário Belo Monte e a Questão Indígena

Realizou-se no dia 07 de fevereiro, no auditório do Memorial Darcy Ribeiro da UnB, O Seminário: A Hidrelétrica de Belo Monte e a questão Indígena. O evento, foi realizado pela ABA, através de seu GT Povos Tradicionais, Meio Ambiente e Grandes Projetos, em parceria com a Reitoria e o Instituto de Ciências Sociais da UnB, INESC e Fundação Darcy Ribeiro. Contou com a participação de lideranças indígenas, líderes de movimentos sociais, antropólogos e autoridades. Leia mais

separador

Belo Monte e seus impactos sobre os povos indígenas

Leia mais

separador

Texto de Alcida Ramos, apresentado em simpósio realizado em Israel, examina impactos de grandes projetos no Brasil, desde a era Rondon

Leia mais

separador

Nota da CAI sobre a UHE Belo Monte

Leia mais

separador

Vídeo da Amazon Watch sobre o protesto contra Belo Monte , dia 08 de fevereiro de 2001 em Brasília

Para assistir clique aqui

separador

Representantes da ABA, João Pacheco de Oliveira e Sônia Magalhães, falam sobre a Usina Hidrelétrica de Belo Monte

Para assistir clique aqui

separador

Rede Cerrado também diz não à Hidrelétrica de Belo Monte

Leia mais

separador

Dutra pede atenção aos atingidos por barragens

O deputado Domingos Dutra (PT-MA) participou na segunda-feira (7), do seminário "A Hidrelétrica de Belo Monte e a Questão Indígena", promovido pela Associação Brasileira de Antropologia (ABA), em parceria com a Universidade de Brasília, o Instituto de Estudos Socioeconômicos (INESC) e a Fundação Darcy Ribeiro. No seminário, Domingos Dutra pediu maior rigor na punição e fiscalização das empresas que desrespeitam o meio ambiente.

Ao mesmo tempo em que se deve lutar contra danos ambientais, é preciso obrigar as empresas a pagar as dívidas dos danos causados aos atingidos por barragens. Se observarmos bem, as hidrelétricas não estão produzindo energia limpa mas, sim, suja com o sangue e sofrimento de muitos brasileiros?, destacou o parlamentar.

O evento reuniu especialistas, lideranças indígenas, movimentos sociais e autoridades para discutir os impactos e o processo de licenciamento de Belo Monte.

Fonte: PT na Câmara: Site oficial da bancada do PT

separador

Revista de Antropologia Social dos Alunos do PPGAS-UFSCar - Seção inteiramente dedicada ao Projeto Belo Monte

Leia mais

separador

Belo Monte: movimentos sociais denunciam ação do Governo Federal

A liberação, no último dia 26, da infraestrutura inicial para o início das obras de construção do Complexo Hidroelétrico de Belo Monte causou indignação nas entidades que protegem o meio ambiente. Em Nota de Repúdio,essas organizações defendem que a liberação é um crime de responsabilidade do Governo Federal.A licença e outras informações estão disponíveis no link que segue: http://www.inesc.org.br/noticias/noticias-do-inesc/2011/janeiro/movimentos-sociais-denunciam-acao-do-governo-federal

separador

Nota aos associados

Projeto Hidrelétrica de Belo Monte – Rio Xingu – Pará. Nova gestão reitera alerta da CAI e Moção de Repúdio.
Leia mais

 

Notícias de Belo Monte:

In Memoriam

Falecimento de Sergio Figueiredo Ferretti (23/05/2018)

É com tristeza que a ABA informa o falecimento de seu associado efetivo, Prof. Sergio Figueiredo Ferretti. Ferretti era graduado em História (UB/UFRJ - 1962) e Museologia (MHN/ Uni Rio - 1962), com Especialização em Sociologia do Desenvolvimento (UCL Bélgica 1964/66), Mestrado em Ciências Sociais - Antropologia (UFRN - 1983) e Doutorado em Ciências - Antropologia Social (USP - 1991). A ABA presta condolências à sua esposa, e também associada efetiva da ABA - Profª Mundicarmo Maria Rocha Ferretti, aos demais familiares e amigos.
Confira o carinhoso texto da Profª Maristela de Paula Andrade:
Comunico o falecimento de nosso querido amigo, o antropólogo Sergio Figueiredo Ferretti, aos 80 anos, de insuficiência cardíaca.
Ferretti pesquisou religiões de matriz africana e manifestações da cultura popular, durante mais de 40 anos no Maranhão, formando muitas gerações de pesquisadores dedicados ao estudo de religiões diversas. Participou da fundação da graduação e da pós-graduação em Ciências Sociais da UFMA e ainda teve presença marcante em órgãos oficiais ligados à cultura no Maranhão. Muito conhecido nacional e internacionalmente pelos estudos que realizou ao lado de sua esposa, a antropóloga Mundicarmo Ferretti, deixa muita saudade entre colegas e alunos da UFMA.  
Maristela de Paula Andrade
Confira a Nota de Pesar do Governo do Estado do Maranhão: http://www.ma.gov.br/agenciadenoticias/sala-de-imprensa/nota-de-pesar-sergio-ferretti.  
Veja a Nota de falecimento do PPGCS da UFMA: http://www.ppgcsoc.ufma.br/index.php?option=com_content&view=article&id=656:nota-de-falecimento-sergio-ferretti&catid=40:noticias-principais&Itemid=93.

 

Falecimento de Joseph François Pierre Sanchis (07/05/2018)

A ABA tem o pesar de comunicar que seu associado honorário Joseph François Pierre Sanchis faleceu no dia 07 de maio de 2018. Manifestamos nossos sentimentos à família e colegas.

Leia aqui a trajetória de Pierre Sanchis na Nota da Coordenadora do Centro de Estudos da Religião Pierre Sanchis/UFMG - Profª Léa Freitas Perez, e veja aqui também a Nota do Departamento de Antropologia e Arqueologia da FAFICH/UFM e aqui a Nota de pesar e agradecimento do Presidente de Honra da ABA – Prof. Roque de Barros Laraia.

separador

Falecimento de Denise Pahl Schaan (03/03/2018)

Faleceu em 03 de março de 2018 a associada efetiva da ABA, Denise Pahl Schaan. Denise era Licenciada em História pela UFRGS (1987), Mestre em História/Arqueologia pela PUC/RS (1996), Ph.D. em Antropologia Social (Arqueologia) pela Universidade de Pittsburgh (2004), realizou estágio pós-doutoral no PPGAS-Museu Nacional do Rio de Janeiro e era Professora na UFPA.
“Denise Schaan se foi ...
Como escreveu, a pouco, William Balee “a noticia viajou rapidamente pelo mundo arqueológico, pois  Denise Pahl Schaan foi pesquisadora de grande importância para a Arqueologia da Amazônia e deixou uma assinatura importante na Arqueologia da região como um todo.” Foi presidente da Sociedade Brasileira de Arqueologia (SAB), profissional como poucas, trabalhava na Amazônia em muitos lugares: Marajó, Xingu, Tapajós, Serra Leste e tantos mais, reuniu sempre equipes multiprofissionais e internacionais. Era uma liderança importante na Arqueologia e Antropologia no Brasil e no mundo. Escreveu muitos trabalhos os quais possuíam muitas faces, saía do acadêmico e entrava nos paradidáticos com desenvoltura, estando sempre disposta a trabalhar um pouco mais.
Na Universidade Federal do Pará (UFPA) tornou-se docente e, com competência, criou e consolidou em pouco tempo o campo da Arqueologia na Instituição. Conseguiu agregar profissionais e participou ativamente do ousado plano de criar um Programa de Pós-Graduação em Antropologia, dentro da melhor tradição o curso seria de mestrado e doutorado. O Programa nasceu com uma revista que chama-se Amazônica – Revista de Antropologia, que completará dez anos em 2019 e é um periódico que conquistou o respeito do campo. Sua contribuição menos de 10 anos de PPGA foi enorme, muitos foram os profissionais que formou e que nutriam por ela especial carinho. Era gaúcha, mas a Amazônia era seu chão! Ao falar daqui, dizia sentir-se em casa”.
Jane Felipe Beltrão

separador

Falecimento de Edna Luisa de Melo Taveira (17/10/2017)

Faleceu na madrugada de hoje, dia 17 de outubro de 2017, em Goiânia, a Professora aposentada da Universidade Federal de Goiás, Edna Luisa de Melo Taveira. A Professora era Mestre em Ciências Sociais pela USP e museóloga, e teve uma atuação pioneira no ensino e na pesquisa de arqueologia, etnologia indígena, cultura material e museologia no Estado de Goiás. Dirigiu o Museu Antropológico da UFG de 1983 a 1993 e de 1995 a 1997, consolidando a instituição como um museu universitário de referência. Foi fundadora na região da pesquisa arqueológica e museológica, assim como também realizou as primeiras pesquisas sistemáticas com populações indígenas, em especial, os Karajá do Médio Araguaia, nos anos 1970 e 1980. Publicou, entre outros, Carta Arqueológica – Divisão Regional para o Cadastramento de Sítios Arqueológicos do Estado de Goiás, 1972; Etnografia da Cesta Karajá, 1982; Les Karaja du Fleve Araguaia, Reviste Les Dossiers D’Archeologie, 1992; Karajá (Summary) Encyclopedia of World Cultures, 1994.

separador

Falecimento de Antonio Candido de Mello e Souza (12/05/2017)

Antonio Candido de Mello e SouzaFaleceu em 12 de maio último o Professor Emérito da Universidade de São Paulo, sociólogo e crítico literário, Antonio Candido de Mello e Souza. Trata-se de uma grande perda não só para a área literária, mas também para todas as Ciências Sociais. O seu livro “Parceiros do Rio Bonito” tornou-se uma leitura obrigatória para gerações de cientistas sociais, principalmente os estudiosos das comunidades rurais brasileiras.

Leia mais

separador

Falecimento de Giralda Seyferth (06/04/2017)

GiraldaÉ com extremo pesar que comunicamos o falecimento da Profa. Dra. Giralda Seyferth.
Graduada em História pela UFSC, obteve os títulos de Mestre e Doutora em Antropologia Social pela UFRJ e USP, respectivamente. Sua sólida produção intelectual abrangeu os temas da colonização, imigração, imigração alemã, nacionalismo e racismo, deixando-nos como legado uma compreensão mais ampla da produção da etnicidade e dos processos de construção da nação. Foi professora permanente e colaboradora do PPGAS/MN/UFRJ, pesquisadora 1A do CNPq e integrante do Conselho Científico da ABA.
Manifestamos nossos mais profundos sentimentos à família, amigas, amigos, colegas e estudantes.

separador

Falecimento de Ricardo Augusto Benzaquen de Araújo (01/02/2017)

Ricardo Benzaquen"Deixou-nos no dia 1º de fevereiro último o professor e pesquisador Ricardo Benzaquen de Araujo, aos 65 anos. Uma perda precoce e que produz, em quantos com ele convivemos, sentimentos de aguda tristeza, partilhados com seus familiares e inúmeros amigos e colegas. Ricardo notabilizou-se na comunidade das ciências humanas e sociais por suas virtudes como intelectual, sua capacidade inesgotável de erudição aliada a uma inventividade e agudeza de iguais dimensões, mas também como ser humano, por sua gentileza, generosidade e genuíno interesse pelo outro. Virtudes que faziam dele o que, na tradição cultural iídiche, se chama um mentsh e, na germânica, ein Mensch no sentido conotativo: alguém que realiza em sua vida os mais nobres ideais do humanismo. Essas características fizeram dele também um elemento federador das várias tradições disciplinares entre as quais se moveu".

Leia mais

separador

Falecimento de Mariza Corrêa (27/12/2016)

mariza correa

É com enorme pesar e grande consternação que a Diretoria da Associação Brasileira de Antropologia vem comunicar a seus associados e à comunidade antropológica no Brasil que a Professora Mariza Corrêa, Presidente da ABA no período de 1996 a 1998, faleceu no sai 27 de dezembro de 2016.
Mariza Corrêa, nascida em Porto Alegre, Rio Grande doo Sul, em 1 de dezembro de 1945, formou-se como professora na Escola Normal, tendo exercida a profissão ao mesmo tempo em que, movida pelo desejo de se tornar escritora, iniciou o curso de graduação em Jornalismo, que concluiria em Belo Horizonte. Durante a graduação, estagiou no periódico gaúcho Zero Hora (no qual foi a única mulher na reportagem geral), tendo integrado, já formada, a primeira equipe da revista Veja. Estabelecendo-se anos depois em Campinas lá, por sugestão de Peter Fry, tomou contato com a antropologia, tendo defendido um estudo pioneiro na área de gênero, orientado por Verena Stolcke (1973-1975), que resultaria nos livros Os Crimes da Paixão (São Paulo: Brasiliense, 1981), e Morte em família: representações jurídicas de papéis sexuais (Rio de Janeiro: Edições Graal, 1983). Em março de 1976, passaria a integrar o Corpo Docente do Departamento de Antropologia do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas onde desenvolveu extensa carreira, completa em todos os sentidos (da pesquisa à extensão, da docência à administração universitária). De 1978 a 1982 cursou na USP o Doutorado em Ciência Política sob a orientação da Professora Ruth Corrêa Leite Cardoso, etapa durante à qual lançou-se como pioneira numa das áreas que distinguiria sua trajetória: os estudos sobre história da antropologia feita no Brasil e sobre o Brasil. A tese que então defendeu intitulada As ilusões da liberdade - a Escola Nina Rodrigues e a antropologia no Brasil (que ensejou livro homônimo publicado, publicado em Bragança Paulista, pela Editora da Universidade São Francisco, em 2000) abordava ainda as questões raciais. A partir dessas linhas mestras muitos foram os livros e artigos publicados, assim como os orientandos desde a iniciação científica até o doutorado. Na Unicamp, foi ainda uma das idealizadoras e criadoras do seu Núcleo de Estudos de Gênero – o Pagu.
Na ABA, a Professora Mariza Corrêa integrara antes de a presidir as diretorias encabeçadas pelos Professores Roberto Cardoso de Oliveira (1984-1986) como Tesoureira, e João Pacheco de Oliveira Filho (1994-1996), como Diretora Regional. Na gestão do Professor Antonio Augusto Arantes Neto, presidiu a Comissão Organizadora da XVI Reunião Brasileira de Antropologia. Integrou o Conselho Científico da ABA de 1984 a 1988 e, desde 2000, na qualidade de ex-presidente, passou a integrá-lo vitaliciamente. Foi também através de seu trabalho sobre a história da nossa disciplina e de nossa Associação que a documentação da ABA foi acolhida no Arquivo Edgard Leuenroth, o que lhe permitiria escrever e publicar, na ocasião do evento comemorativo dos 50 anos da realização da I Reunião Brasileira de Antropologia, em 2003, o livro As reuniões brasileiras de antropologia: cinquenta anos, 1953-2003 (Campinas: Editora da Unicamp/Brasília: ABA).
Seu legado é extenso, vive, e viverá, não apenas nos trabalhos de nossa Associação mas também nos das gerações de pesquisadores formadas por ela e por seus trabalhos.

separador

Falecimento de Rodolfo Stavenhagen (05/11/2016)

Foto - Rodolfo StavenhagenA ABA comunica o falecimento do sociólogo e antropólogo Rodolfo Stavenhagen, pioneiro na luta pelos direitos humanos, sócio e fundador da editora FLACSO. Confira a notícia em: http://www.jornada.unam.mx/ultimas/2016/11/05/muere-a-los-84-anos-rodolfo-stavenhagen-profesor-emerito-del-colmex.

separador

Falecimento de Claude Lépine (14/11/15)

Claude LepineÉ com pesar que a ABA comunica o falecimento de sua associada efetiva, Profª Claude Lépine.  Graduada em Filosofia pela Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas Universidade de São Paulo (1967), pós-graduada (mestrado em 1972) em Filosofia e Ciência Social (doutorado em Antropologia Social em 1979) pela Universidade de São Paulo e pós-doutora pela Centre National de la Recherche Scientifique (1984), a Professora voluntária aposentada da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho e Membro de corpo editorial da Ethnos Brasil, teve contribuição relevante na Antropologia, principalmente na temática das Populações Afro-Brasileiras.
Confira aqui o reconhecimento de Ethel Kosminsky e aqui a nota de falecimento emitida pela UNESP.

separador

Falecimento de Terence Turner (07/11/15)

Terence Turner - FalecimentoEm sua página de 09 de novembro de 2015, a Survivor International confirma a morte de Terence Turner, sem mencionar a data do falecimento. Terence chegou ao Brasil, em 1962, acompanhado de sua primeira esposa Joan Bamberger. Ambos, sob a orientação de David Maybury Lewis, iniciaram o seu trabalho de campo entre os índios Kayapó. Foram, assim, os dois primeiros estudantes americanos do projeto de pesquisa sobre os grupos Jê do Brasil Central, parte de um convênio entre o Museu nacional e a Universidade de Harvard. Este projeto foi coordenador por Roberto Cardoso de Oliveira e David Maybury Lewis.
Terence defendeu a sua tese de doutorado, em 1965, na Universidade da Harvard. Por mais de meio século, manteve contato com seus colegas brasileiros e foi sempre um defensor de nossas populações indígenas.
Roque de Barros Laraia.
Leia aqui a carta de apoio que a ABA enviou aos colegas da American Anthropological Association, Cornell University e Chicago University.
Leia aqui o comunicado enviado por Catherine Howard.

separador

Falecimento de Jack Goody (16/07/15)

Jack GoodyGrand anthropologue britannique, doyen des études africaines en Angleterre, Jack Goody est mort le jeudi 16 juillet, à quelques jours de ses 95 ans.
Contraint d’interrompre ses études en 1939 lorsque éclate la seconde guerre mondiale, Jack Goody est fait prisonnier par les Allemands. Il expliquera plus tard que cette période a fait de lui un « connaisseur de l’homme ». Le temps passé sans livres le marque, éveillant son intérêt pour le rapport que les sociétés entretiennent avec l’écriture.
Quand, en 1946, il peut retourner à l’université, il se tourne vers l’anthropologie, qu’il étudie notamment à Oxford et Cambridge. Le chercheur se passionne pour le terrain africain : il s’établit un temps au Ghana, où il observe les rites quotidiens des habitants, relevant chaque similitude et différence avec le monde occidental. Son projet : « Jeter des ponts entre l’anthropologie et l’histoire ou les études comparatives », en saisissant les phénomènes sociaux et culturels dans l’infinie complexité de leur contexte.
Professeur à Cambridge entre 1954 et 1984, il travaille notamment sur le rôle de l’écriture dans l’émergence des phénomènes sociaux (La Raison graphique, Minuit, 1979), sujet pour lequel il est principalement connu en France. Mais l’anthropologue se penche également sur la structure familiale, l’héritage, les fleurs, les images et la cuisine, qu’il envisage tous dans une optique comparatiste. Jack Goody ne veut ni plus ni moins « considérer les événements de notre temps dans la perspective critique élargie », n’hésitant pas à battre en brèche les théories de ses confrères. Passionné depuis toujours par les rapports entre l’Orient et l’Occident, il explique, dans Le Vol de l’Histoire (Gallimard, 2010), que l’histoire occidentale, en s’attribuant les atouts de la modernité à elle seule, a occulté le pouvoir du premier. Nombre de ses ouvrages sont encore à traduire en France [Le Monde - 18/07/2015]

Entrevista com Jack Goody

Confira a entrevista em memória de Jack Goody, antropólogo social da escola britânica, publicada em 2004 na Revista Horizontes Antropológicos:  http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-71832004000200013&script=sci_arttext.
Mais informações:  http://www.pressreader.com/italy/corriere-della-sera/20150717/282896614306441/TextView.

separador

Falecimento de Eneida Corrêa de Assis (26/05/15)

Foto Profª EneidaA ABA comunica e lamenta o falecimento de sua associada efetiva, e ex diretoria regional na gestão 200/2002, ocorrido no dia 26 de maio. A Profª Drª foi licenciada em História pela Universidade Federal do Pará (UFPA) em 1968, tornou-se mestre em Antropologia pela Universidade de Brasília (UnB) em 1981, fez doutorado em Ciência Política pelo Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (IUPERJ), em 2006. Na UFPA, estava vinculada à Faculdade de Ciências Sociais e aos Programas de Pós-Graduação em Ciência Politica (PPGCP) e Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia (PPGSA). Foi chefe de Departamento, diretora da Faculdade e coordenadora do Laboratório de Antropologia Arthur Napoleão Figueiredo (LAANF). Criou e liderou o Grupo de Pesquisa sobre Populações Indígenas (GEPI) e coordenou o Observatório de Educação Escolar Indígena do Territórios Etnoeducacionais Amazônicos (OEEI).
Leia aqui o reconhecimento da Profª Drª Jane Felipe Beltrão (UFPA) e aqui do Prof. Manuel Ferreira Lima Filho (UFG).
Confira aqui a nota de falecimento da UFPA.

separador

Falecimento de Yonne de Freitas Leite (22/12/14)

Perfil CH300-YONNE LEITE-1 002Divulgamos com pesar o falecimento da Profª Yonne Leite, que teve importante papel para a ABA, participando de algumas Diretorias, tendo assumido o cargo de Presidente na gestão 1998/2000, além de ter sido agraciada com a Medalha Roquette Pinto no ano de 2003, assim como com a categoria de associada honorária no ano de 2010.  Yonne doutorou-se em linguística pela University of Texas at Austin e sua principal área de atuação foi as línguas indígenas brasileiras. Leia aqui o perfil de Yonne publicado no Ciência Hoje.
Confira aqui algumas homenagens prestadas.

separador

Falecimento de Carla Coelho de Andrade (21/12/14)

Attachment-1Comunicamos o falecimento da Profª Carla, que além de associada da ABA, colaborou fortemente com a Associação quando foi secretária adjunta da gestão 2002/2004. Carla Coelho de Andrade – Carlinha, Carlotinha, como era conhecida por seus muitos amigos, integrou a primeira geração candanga, nascida em Brasília.  Fez seu doutorado (2007) e mestrado (1987) em Antropologia na Universidade de Brasília, mestrado em Sociologia - École des Hautes Etudes en Sciences Sociales de Paris (1990) e graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de Brasília (1982). Participou de missão de estudo junto à Equipe de Antropologia Jurídica do Programa de Pós-graduação da Faculdade de Filosofia e Letras da Universidade de Buenos Aires (2006). Seu último trabalho de pesquisa foi no projeto Estudos sobre Segurança Pública e Sistema de Justiça na Diretoria de Políticas do Estado, das Instituições e da Democracia do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA). Sua longa atuação como pesquisadora/docente em instituições Estatais, Nacionais (IPEA) e Internacionais (UNESCO) foram marcadas por sua presença comprometida e sempre generosa para com todos aqueles que fizeram parte de sua trajetória.

separador

Falecimento de Celina Ribeiro Hutzler (18/05/2014)

Celina Ribeiro HutzlerÉ com pesar que informamos o falecimento da Antropóloga Celina Ribeiro Hutzler, associada efetiva da ABA. Celina foi fundadora do Programa de Pós-Graduação em Antropologia da Universidade Federal de Pernambuco faleceu em Recife no dia 18 de maio de 2014, após complicações em decorrência de um AVC sofrido no dia 18 de abril passado. Sua trajetória profissional e acadêmica tiveram destaque para Antropologia.
Leia aqui a homenagem do PPGAs da UFPE.

separador

Falecimento de Rosângela Digiovanni (23/05/14)

Rosângela DigiovanniÉ com tristeza que comunicamos o falecimento, na tarde do dia 23/05, da antropóloga Rosangela Digiovanni, Associada efetiva da ABA e Professora do Departamento de Antropologia da Universidade Federal do Paraná desde 1983. Graduada em História e Direito, Zanza, como era carinhosamente conhecida, fez sua formação de mestrado e doutorado na Unicamp. Sua dissertação de mestrado, orientada por Peter Fry, foi um dos primeiros estudos no Brasil sobre percepções femininas sobre o aborto. No doutorado, com orientação de Mariza Corrêa, dedicou-se à análise de processos judiciais de separações conjugais. Temáticas relacionadas a relações de gênero, família e direito foram os principais eixos de sua trajetória como docente e pesquisadora, ao longo da qual Zanza foi sempre muito querida por colegas e alunos, que irão lembrá-la com carinho e admiração.

separador

Falecimento de Aryon Dall'Igna Rodrigues (24/04/14)

Foto Aryon 001A ABA comunica e lamenta o falecimento de seu associado efetivo e Professor Emérito da UnB, Prof. Dr. Aryon Dall'Igna Rodrigues. Aryon Rodrigues, grande linguista brasileiro, cumpriu uma trajetória de 70 anos de vida acadêmica - considerando seu primeiro trabalho acadêmico publicado, sobre a língua Kiriri, em 1942, conforme Arquivos do Museu Paranaense. Sua trajetória não apenas tornou-se referência sobre línguas indígenas brasileiras, como também contribuiu para o desenvolvimento da Pós Graduação e de diversas áreas correlatas em Ciências Humanas e Linguagem. Foi o primeiro coordenador do primeiro programa de Pós-Graduação da UnB, a convite de Darcy Ribeiro, assim como foi um dos iniciadores do Programa de Pós-Graduação do Museu Nacional e do Programa de Pós-Graduação em Linguística da Unicamp. O Instituto Aryon Dall'Igna Rodrigues (IADR) foi criado por Aryon, com amigos e colaboradores, há pouco mais de um ano e tem a responsabilidade de guardar, conservar e disponibilizar o acervo bibliográfico e documental reunido ao longo de sete décadas. Leia as notícias e homenagens feitas a esse grande cientista que o Brasil acaba de perder:
 

http://www.kamuri.org.br/kamuri/;
http://www.portalkaingang.org/index_home.html;
http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/ciencia-e-saude/2012/12/09/interna_ciencia_saude,338255/aryon-rodrigues-existem-mais-de-200-linguas-e-so-se-ensina-portugues.shtml.

separador

Falecimento de João Baptista Cintra Ribas (09/03/14)

ribas so mai04A ABA, através do Comitê Deficiência e Acessibilidade, comunica com profundo pesar o falecimento do antropólogo João Baptista Cintra Ribas. João era doutor em Ciência Social (Antropologia Social) pela USP, defendendo em 1996 a seguinte tese “Pedágio: um estudo sobre portadores de deficiência física que trabalham como vendedores de Mentex nos semáforos da cidade de São Paulo”, em uma época em que o campo dos Disability Studies ainda era bastante incipiente no país. Em vida, João foi um grande ativista da inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho, tendo atuado até então como coordenador do setor de Diversidade & Inclusão do Programa Serasa de Empregabilidade de Pessoas com Deficiência, na Serasa Experian. Suas ideias, presentes em seus textos, anteciparam boa parte das questões contemporâneas envolvendo os direitos das pessoas com deficiência à participação social em diversas esferas da vida cotidiana. Manifestamos nossas condolências aos seus familiares, amigos e amigas.

separador

Falecimento de Eduardo Coutinho (02/02/14)
Unknown
"É uma necessidade imperiosa ter a colaboração do outro. E essa adesão ao objeto implica uma postura que chamo de vazio, no sentido de que o que me interessa são as razões do outro, e não as minhas. Então, tenho de botar as minhas razões entre parênteses, a minha existência, para tentar saber quais são as razões do outro, porque, de certa forma, o outro pode não ter sempre razão, mas tem sempre suas razões."
(Eduardo Coutinho, "Cinema: entre o real e a ficção", Interseções, 2003).
A ABA lamenta a morte repentina e trágica de Eduardo Coutinho, cuja obra pôs em cena, nos últimos 30 anos, as experiências e as palavras de brasileiros pobres, realizando uma inigualável sondagem histórica, a contrapelo das representações dominantes. Filme a filme, Coutinho também pensou o cinema, decantando em sua práxis (e nos debates que se seguiam) um inquieto pensamento – poderíamos mesmo dizer uma teoria – do cinema documentário. Lapidando seu método de modo a investir nas narrativas singulares de pessoas comuns, cujas faces compõem uma galeria complexa e plural, o cinema de Coutinho, em sua busca das "razões do outro", não cessa de indagar nossos pressupostos, categorias, imagens e conhecimentos prévios.

separador

Falecimento de Waud Kracke (31/12/13)

Waud KrackeA ABA comunica o falecimento do antropólogo norte-americano (nascido na China) Waud Kracke no último dia 31 de dezembro. Este antropólogo teve uma longa história com a antropologia brasileira, tendo realizado estudos na Amazônia, entre os Parintintin. Antes de morrer de um câncer fulminante do pâncreas, ele doou todos os seus arquivos para o Museu do Índio, no Rio de Janeiro, porque estando no Brasil, o acervo ficaria mais acessível aos índios. Leia mais sobre Kracke: http://www.taquiprati.com.br/cronica.php?ident=1071 / http://anthropology.las.uic.edu/anthropology/people/faculty/waud.

separador

Falecimento de Stanley Jeyaraja Tambiah (19/01/2014)

Stanley J. TambiahA ABA comunica com pesar o falecimento de Stanley Tambiah, ocorrido, no dia 19 de janeiro, três dias após completar 85 anos. Tambiah, Professor de Antropologia, fez parte da Universidade de Cambridge (1963-1973), da Universidade de Chicago (1973-1976) e se juntou à Faculdade de Harvard em 1976. Leia o resumo de seu curriculo - http://www.fas.harvard.edu/~anthro/social_faculty_pages/social_pages_tambiah.html, assim como uma de suas entrevistas - http://www.alanmacfarlane.com/ancestors/audiovisual.html.

separador

Falecimento de Helen Safa (04/11/13)

Com pesar, informamos que Helen Safa, Professora emérita do Departamento de Antropologia da Universidade da Florida, faleceu dia 04/11 à noite.  Latino-americanista, ela realizou pesquisas no Caribe por mais de 50 anos. Suas publicações incluem centenas de artigos, vários livros coeditados e duas monografias: o clássico The Urban Poor of Puerto Rico (l974) e Myth of the Male Breadwinner: Women and Industrialization in the Caribbean (l995). Seus estudos focalizaram gênero, raça, desenvolvimento, pobreza e migração. Ela pertence a uma geração de antropólogas notáveis, todas formadas na Columbia University, como Eleonor Leackok, Connie Sutton e June Nash.

Leia aqui a homenagem de seus colegas da Universidade da Florida.

separador

Falecimento de Ana Paula de Paula Loures de Oliveira (31/10/2013)

Ana Paula OliveiraA ABA comunica e lamenta o falecimento de sua associada efetiva, Ana Paula de Paula Loures de Oliveira, no último dia 31 de outubro. Professora da Universidade Federal de Ouro Preto e pesquisadora atuante nos campos arqueológico e antropológico. Mestre em Arqueologia pela Universidade de São Paulo, Doutora em Antropologia Social pela Albert Ludwigs Universitat Freiburg, na Alemanha, e com Pós-doutorado pelo Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Ana Paula Oliveira dedicou-se, por mais de uma década, a temáticas relacionadas à arqueologia brasileira, notadamente aquelas vinculadas à presença indígena, histórica e pré-histórica, na região da Zona da Mata de Minas Gerais. Sua produção acadêmica abarca mais de dez livros editados/organizados, bem como diversos artigos publicados em periódicos e projetos de pesquisa e extensão versando sobre arqueologia histórica e pré-histórica, etno-história e patrimônio e educação patrimonial.
Leia aqui outros depoimentos.

separador

Falecimento de Leopoldo Bartolomé (23/10/13)

Leopoldo BartoloméÉ com pesar que informamos o falecimento do Dr. Leopoldo Bartolomé, ocorrido no dia 23 de outubro. Professor Emérito da Universidade de Misiones, Diretor do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, nascido em Posadas, obteve seu bacharelado em Antropologia da Universidade de Buenos Aires e de Filosofia PhD em Antropologia na Universidade de Wisconsin. Durante sua carreira, recebeu inúmeros prêmios, incluindo o Prêmio B. Houssay e Konex, além de criar a carreira de Antropologia Social de Misiones, ser membro do CONICET e, especialmente, ter ensinado várias gerações de antropólogos. Apoiamos sua família, amigos e colegas de trabalho, neste momento doloroso para a Antropologia da América Latina.

Leia aqui outros testemunhos.

separador

Falecimento de Neide Lopes Patarra (19/10/13)
Com enorme pesar o Comitê Migrações e Deslocamentos da ABA comunica que ocorreu no último sábado, dia 19, o falecimento da Profª Drª Neide Lopes Patarra.
A Profª Neide teve um papel expressivo e importante nos estudos da Demografia no país, contribuindo com valioso aporte sobre temas como a mobilidade espacial da população, tendo sido pioneira nos estudos da migração internacional contemporânea. Papel este que refletiu em uma vasta bibliografia e em formação de quadros.

separador

Falecimento de Genevieve Calame Griaule (23/08/13)

Faleceu no último dia 23 de agosto a etnolinguista, pesquisadora do CNRS e especialista em estudos dos contos orais africanos e mais precisamente dos Dogon (Mali) que descobriu seguindo os passos do seu pai, Marcel Griaule.  Genevieve publicou, entre outros, Ethnologie et langage. La parole chez les Dogons, Eds. Gallimard, bibliothèque des Sciences humaines. Foi fundadora dos Cahiers de Littérature Orale, publicados pela INALCO, que editou por muitos anos. Ela organizou também Renouveau du conte (Paris, éditions du CNRS). Leia uma resenha onde trata em particular da gestualidade do narrador do conto: http://etudesafricaines.revues.org/4786#text.

separador

Falecimento de Clara Cristina Jost Mafra (19/07/13)

Profa. Clara MafraÉ com grande pesar que comunicamos o falecimento Clara Cristina Jost Mafra, ocorrido na manhã de 19 de julho de 2013, em São Paulo. Clara era professora do Departamento de Antropologia e do Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais da UERJ. Ela nos deixa depois de sua brava luta contra um câncer (melanoma) que consumiu suas energias nos últimos meses.

Naqueles que foram seus amigos, ela deixa uma imensa saudade e uma ausência que a lembrança dos momentos alegres e afetivos, partilhados nos muitos encontros de nossas vidas, buscará, em vão, suprir.

Para aqueles  que a conheceram e privaram da sua presença como colega, professora ou mesmo como leitores de sua produção acadêmica, ela deixa como legado uma contribuição que estimula a buscar novos aportes teóricos para compreender aquelas dimensões da vida que foram objeto de suas pesquisas.

Clara fez graduação (1987) em Ciências Sociais e mestrado (1993) em Antropologia Social na Universidade Estadual de Campinas e doutorado em Antropologia Social no Museu Nacional/UFRJ (1999). Realizou pós-doutorado na Universidade de Aberdeen (2003) e na Universidade da Califórnia, San Diego (2010). Suas áreas de pesquisa se concentraram em temas urbanos, com ênfase na antropologia do cristianismo. Da sua extensa produção intelectual, destacamos seus livros Na posse da palavra (Imprensa de Ciências Sociais, Lisboa 2002). Os Evangélicos (Jorge Zahar, Rio de Janeiro 2001) e a coletânea Religiões e Cidades, organizada com Ronaldo Almeida (Terceiro Nome, São Paulo 2009).

separador

Falecimento de Frans Moonen (30/06/13)
É com grande pesar que comunicamos o falecimento do Professor Dr. Frans Moonen, associado efetivo da ABA, ocorrido na noite do domingo dia 30 de Junho em Recife. O sepultamento foi realizado no cemitério Morada da Paz. Nesses últimos meses, desde abril, o Prof. Renato Athias, Secretário Geral da ABA, realizou visitas, em sua residência em Aldeia, quando tomou conhecimento da sua precária situação de saúde, e acompanhou esses momentos dolorosos do câncer. Tinham ainda algumas conversas para finalizar uma longa entrevista que Renato Athias estava fazendo. Este ano será inaugurado no NEPE, e em parceira com a Biblioteca Setorial do CFCH,  uma estante especial com o acervo pessoal do Prof. Frans Moonen, doado ao Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Etnicidade (NEPE), possibilitando apoiar pesquisa de outros investigadores na temática cigana. As mensagens de condolências podem ser enviadas a família através do e-mail de sua filha Cynthia Moonen  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

separador

Falecimento de Maria Laura Mouzinho Leite (20/06/13)

É com pesar que a ABA comunica o falecimento da Acadêmica Maria Laura Mouzinho Leite, dia 20 de junho de 2013, no Rio de Janeiro.

Leia mais

separador

Falecimento de Tom Miller (Junho/13)

Possuía graduação e Bacharelado em Antropologia - University of Washington (1953), curso de mestrado em Antropologia - University of California (1955), curso de doutorado na Universidade de Arizona (1958) e defendeu a Tese de doutorado em Arqueologia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1969). Experiência na área de Antropologia, com ênfase em Arqueologia, atuando principalmente nos seguintes temas: etnoarqueologia, cerâmica, arqueologia do Brasil e do noroeste de américa do norte, tecnologia lítica; teoria, métodos e técnicas em Arqueologia e Antropologia. Publicou inúmeros livros, artigos em revistas especializadas. Mantinha uma página blog do Tom Miller na rede social Arqueologia Digital – rede profissional e acadêmica voltada para arqueólogos e arqueólogas, pesquisadores, estudantes, e professores de Arqueologia. Maiores informações leiam o blog do Tom Miller - http://arqueologiadigital.com.

separador

Falecimento de Roberto Maria Cortez de Souza (30/04/13)

A ABA comunica e lamenta o falecimento de nosso associado efetivo, Roberto Maria Cortez de Souza, ocorrido em Belém. Roberto Cortez era Professor de Antropologia aposentado da UFPA e Antropólogo do Museu Paraense Emilio Goeldi - MPEG. Fez mestrado sobre a sociedade dos índios Tiriyó do extremo norte do Pará, pesquisou sociedades indígenas de Roraima e foi presidente da Associação Paraense de Sociologia. Infelizmente Roberto Cortez foi vítima de um câncer contra o qual lutava há alguns anos.

separador

Falecimento de John Monteiro (27/03/13)

Com profundo pesar a ABA informa o falecimento do Prof. John Monteiro (Unicamp) ocorrido na madrugada do dia 27 de março, em acidente automobilístico na rodovia dos Bandeirantes.

O velório, no salão principal da Biblioteca Octávio Ianni, na UNICAMP/IFCH, foi acompanhado por Bela Feldman-Bianco, colega de John Monteiro no Departamento de Antropologia da UNICAMP e que, como ex-presidente da ABA, representou a ABA nessa cerimônia de despedida.

O ex-presidente da ABA, Roque Laraia, escreveu: "É uma imensa perda para a antropologia brasileira e também para as Ciências Sociais como um todo. Apresento aos familiares de John e aos  colegas da UNICAMP a minha solidariedade neste momento de  grande tristeza”.

O Departamento de Antropologia da Unicamp manifestou o seu pesar dizendo "É com indizível dor que trazemos a triste notícia do falecimento do nosso amigo e colega de Departamento, professor  John Monteiro, na noite de 26 de março. John, além da competência intelectual reconhecida, era um amigo solidário e tinha o bom senso e a polidez como algumas de suas virtudes.  Desde o início deste ano, quando assumiu a Direção do nosso Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH), vinha exercendo uma liderança serena, admirada por todos. À sua esposa Helena e os filhos Álvaro e Thomas, e demais familiares, estendemos o nosso conforto e afeto. John será sempre lembrado por nós".

Leia mais
separador

Falecimento de Rafael Pessoa São Paio (23/02/13)

A ABA lamenta o falecimento do associado Rafael Pessoa São Paio, ocorrido no dia 23 de fevereiro, de acidente de carro. Rafael era graduado em Escultura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1999) e Mestrado em Ciências da Arte pela Universidade Federal Fluminense (2003). Atualmente, desenvolvia pesquisas com comunidades indígenas na área de etnologia, educação e saúde na Amazônia, onde leciona Antropologia no Instituto Natureza e Cultura - Universidade Federal do Amazonas em Benjamim Constant, Amazonas.

separador

Falecimento de Dona Miriam (16/02/13)

Com profundo pesar, a ABA comunica o falecimento de Miriam Lifchitz Moreira Leite, ocorrido na noite do dia 16 de fevereiro, em São Paulo.
Historiadora, "Dona" Miriam, como era conhecida, teve um importante e fundamental papel na consolidação do campo da Antropologia Visual no Brasil, com o seu livro Retratos de Família: leitura da fotografia histórica. Dona Miriam era uma presença constante nas Mesas e GTs de Antropologia Visual até há alguns anos, quando, já enfraquecida, concentrou-se em pesquisas no LISA/USP. Organizou com Bela Feldman-Bianco o livro Desafios da Imagem. Um vídeo realizado por Ana Lúcia Ferraz, Andréa Barbosa e Francirosy Ferreira apresenta com destaque os temas de sua obra: a questão da mulher, do amor, a vida intelectual e a temática da memória.

Leia aqui o texto de Sylvia Caiuby Novaes sobre sua presença marcante na Antropologia.

separador

Falecimento de Gilbert Durand (07/12/12)

A ABA comunica com pesar o falecimento do grande antropólogo do século XX, um descobridor, inventor de vias simultaneamente novas e antigas, fundamentais, para a compreensão da humanidade, no dia 07 de Dezembro de 2012.

separador

Falecimento de Colette Pétonnet (05/11/12)

A ABA comunica o falecimento da antropóloga Colette Pétonnet em decorrência de um câncer. Registramos nossa solidariedade.

Em memória de Colette Pétonnet

Texto de Claudia Fonseca.

Leia mais

separador

Falecimento de Edson Soares Diniz (19/10/12)

A ABA comunica e lamenta com pesar o falecimento, por insuficiência múltipla de órgãos, do antropólogo Edson Soares Diniz, ocorrido dia 19 de outubro do ano corrente, na cidade de Capanema, no nordeste do Pará, onde vivia com sua família. Manifestamos solidariedade, neste momento de dor e perda irreparável, aos seus parentes e amigos.

separador

Falecimento de Betty Jane Meggers (03/07/12)

E com pesar que anunciamos o falecimento nos EUA da arqueóloga Betty Jane Meggers. Betty Megger chegou ao Brasil na década de 1950 em Belém para fazer pesquisa de campo para o seu doutorado  na Universidade de Columbia sobre os aterros arqueológicos da Ilha do Marajó intitulado “A sequência arqueológica da Ilha de Marajó, Brasil, com uma referência especial à cultura marajoara”. Juntamente com seu  esposo, então pesquisador do Departamento de Antropologia do National Museum of Natural History da Smithsonian Institution, Clifford Evans, consagraram no Brasil o então método de seriação arqueológica conhecido como método Ford. Após a morte prematura do marido, Betty Megger ficou como pesquisadora associada da Smithsonian e desenvolveu inúmeras parecerias com arqueólogos brasileiros notadamente Mário Ferreira Simões, do Museu Paraense Emílio Goedi. Betty Megger provou polêmica ao publicar o livro "Amazônia: a ilusão de um paraíso” quando interpretou a ocupação da Amazônia e das chamadas  terras baixa das América do Sul com forte víeis neo-evolucionista e determinismo geográfico. Contudo, ela fomentou programas pioneiros de arqueologia na Amazônia como o PRONAPA e PROPABA, recebendo na Smithsonian vários pesquisadores brasileiros com gentileza e dedicação ímpar ao trabalho diário em seu laboratório que pude testemunhar. Grande parte da coleção arqueológica do Museu Goeldi sobre Marajó e outras regiões do Pará se deve ao seu incentivo e participação. A Amazônia perde assim uma pesquisadora apaixonada e dedicada.

separador

Falecimento de Antonio Jaco Brand (03/07/12)

É com imenso pesar que comunicamos o falecimento de nosso associado efetivo, Dr. Antônio Brand, cuja importância da imensa contribuição para vida dos povos indígenas do Brasil e do Mato Grosso do Sul, para a pesquisa histórica e antropológica sobre povos indígenas só ao longo de muito tempo futuro poderemos dimensionar.

separador
Falecimento de Diana Antonaz (13/06/12)
Comunicamos com pesar o falecimento de nossa associada efetiva Profª Diana Antonaz, na noite do dia 13 de junho, em conseqüência de um câncer. Diana Antonaz foi mestre (1995) e doutora (2001) em Antropologia Social pelo PPGAS do Museu Nacional-UFRJ e era professora do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da UFPA, é co-autora do livro "A Ambientalização dos Conflitos Sociais; Participação e Controle Público da Poluição Industrial" e de vários outros artigos e capítulos de livros. Antes de se profissionalizar como antropóloga foi engenheira com especialização em segurança do trabalho e trabalhou muitos anos como assessora sindical no DIESAT (Departamento Intersindical de Estudos e Pesquisas de Saúde e dos Ambientes de Trabalho).
A cerimônia de cremação está marcada para dia 15 de junho, às 11 horas, no Crematório do Cajú.
separador

Falecimento de Antonio Flávio Pierucci (08/06/12)

Comunicamos com pesar o falecimento do nosso querido amigo Prof. Antonio Flávio Pierucci, Chefe do Departamento de Sociologia da USP e ex-secretário-geral da ANPOCS (1993-1996), ocorrido nesta manhã de 8 de junho de 2012. O velório(a partir de 07h) e o sepultamento (15h) serão na cidade de Altinópolis/SP,  local onde nasceu e vive a sua família, no Cemitério Municipal de Altinópolis/SP, Rua da Saudade, 438.
separador

Falecimento de José Mario Ortiz Ramos (15/04/12)

A ABA lamenta informar o falecimento de seu sócio efetivo, Professor José Mario Ortiz Ramos, às 18 horas do dia 15 de abril, em Juiz de Fora (MG), onde residia com sua esposa Maria Lucia Bueno Ramos. Natural de Catanduva (SP), José Mario tinha 61 anos de idade, e foi vitimado por complicações de um AVC, bem como seqüelas de um acidente automobilístico 18 anos atrás. Seu corpo foi cremado em São Paulo, dia 17. José Mario era professor doutor colaborador do Departamento de Sociologia da Universidade Estadual de Campinas (SP). Possuía graduação em Engenharia pelo Instituto Mauá de Tecnologia (1973), mestrado (1982) e doutorado (1990) em Ciências Sociais pela PUC/SP, e Pós-Doutorado na École des Hautes Etudes em Sciences Sociales de Paris (1999-2000). Seu trabalho concentrou-se principalmente em sociologia da cultura e da arte, atuando em temas como cultura audiovisual, televisão, cinema brasileiro, ficção audiovisual, indústria cultural, publicidade, cultura popular de massa, pós-modernidade e globalização. Orientou trabalhos de doutorado, mestrado e iniciação científica, e deixou uma obra importante na área do cinema brasileiro e das artes visuais no Brasil. Publicou inúmeros artigos e seu mais recente livro foi “Televisão e Publicidade. Cultura Popular de massa no Brasil nos anos 1970-1980”, editado pela Annablume (SP) em 2005.

Será realizada uma missa, em memória, no dia 20/04/12, às 18 horas, na capela da PUC-SP.

separador

Falecimento de Gilberto Cardoso Alves Velho (14/04/12)

Com grande pesar a Associação Brasileira de Antropologia comunica o falecimento de seu ex-presidente, Gilberto Cardoso Alves Velho.

Hoje faleceu inesperadamente, com apenas 66 anos, Gilberto Velho. Um dos pilares da antropologia social no pais, Gilberto abriu o campo da antropologia urbana, publicando inúmeros artigos e livros com assuntos dos mais variados, desde a Utopia Urbana onde escreveu sobre a experiência social de morar num prédio de conjugados em Copacabana, passando pela teorização do individualismo, e chegando a temas candentes como a violência urbana e o significado social e político das drogas. Mesmo com tantas publicações, Gilberto deu tanta ou mais importância à sua carreira de professor. Professor no sentido pleno do termo, dedicado e exigente sempre, ele dava aulas regularmente no Programa de Pós Graduação em Antropologia Social do Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro, onde orientou não menos de 61 dissertações de mestrado e 35 tese de doutorado. Numa imensa diáspora, os seus ex-alunos brilham não apenas nas melhores universidades do pais como na televisão, no jornalismo e no mundo dos negócios. Para os seus amigos, Gilberto era uma fonte de interpretações originais e quase sempre acertadas sobre os eventos do dia, e, ávido leitor, conselheiro admirável sobre literaturas diversas. Acoplado a todo um compromisso social para com os seus alunos, os amigos e o país que tanto amou, veio um senso de humor que lhe era absolutamente peculiar. E foi esse senso de humor que alimentou a sua perspicácia antropológica e que fez dele um querido amigo cuja falta será sentida por tantos.

O enterro foi no domingo, 15/04, das 10h às 15h, na capela 3 do Cemitério São João Batista, em Botafogo, Rio de Janeiro.

A Missa de sétimo dia do falecimento está marcada para o dia 24/04, às 18h, na Capela da PUC, na Gávea.

Leia aqui as homenagens prestadas ao ex-presidente da ABA.

separador

Falecimento de Maria Laís Mousinho Guidi (11/04/12)

Comunicamos com pesar o falecimento da antropóloga, associada efetiva da ABA, Maria Laís Mousinho Guidi no dia 11 de abril de 2012, em Brasília. Nascida em Pernambuco em 02 de fevereiro de 1922, fez o curso de Geografia da Faculdade Nacional de Filosofia, formando-se em 1955. Ela havia iniciado o curso na década anterior, durante a segunda guerra, em Belo Horizonte, mas contraiu tuberculose e permaneceu em tratamento até o início dos anos 50 quando se transferiu para a FNFi para completar o curso. Em 1956 foi selecionada para os cursos de especialização em Antropologia, ministrados no Museu do Índio, coordenados por Darcy Ribeiro. Fez pesquisas no Norte do Estado do Rio sobre “o papel da mulher na comunidade rural”, no interior do projeto “Brasil Provinciano”, do Instituto Nacional de Estudos Pedagógicos. Freqüentou o curso de doutorado em Lyon na França, com Jacques Lambert, entre 1958 e 1959, e posteriormente apresentou tese com base nos dados coletados na pesquisa mencionada. Foi incorporada ao Centro Brasileiro de Pesquisas Educacionais do MEC, trabalhando sucessivamente com Oracy Nogueira e Darcy Ribeiro. Em 1962 publicou o seu trabalho mais citado, uma análise dos estudos de comunidade feitos até então no Brasil. Foi professora de Antropologia na PUC/RJ nos anos 60, quando foi assistente de Manuel Diegues Junior. Acompanhou a ida do CBPE-INEP para Brasília no início dos anos 70. Nos anos 90 foi uma das fundadoras do Núcleo de Estudos e Pesquisas da Terceira Idade da UnB em 1993, sendo uma das pioneiras nos estudos de Antropologia da Velhice no Brasil. Durante sua vida profissional foi professora da geração de antropólogos formados nos anos 60 e continuou acompanhando a vida acadêmica do interior dos centros de pesquisa do MEC, até investir numa militância acadêmica nos estudos sobre a terceira idade. Foi uma protagonista e testemunha importante da formação das Ciências Sociais no Brasil desde os anos 1950.
separador

Falecimento de Santuza Cambraia Naves (04/04/12)

A ABA lamenta informar o falecimento de sua associada efetiva, Professora e Antropóloga Santuza Cambraia Naves, na tarde do dia 4 de abril. Dedicada aos estudos de arte e antropologia, Santuza vinha trabalhando com o tema “A música popular e sua crítica no Brasil”. Foi autora de livros sobre o modernismo brasileiro e a formação e continuidade da contracultura nacional. Em diversas oportunidades a autora destacou a importância do método historiográfico para a etnografia com textos e foi uma das pioneiras na reflexão mais profunda e sistemática sobre a MPB.
separador

Falecimento de Alberto Rex Gonzalez (28/03/12)

A ABA comunica com pesar o falecimento, dia 28 de março, do antropólogo Alberto Rex Gonzalez. Esse grande mestre ensinou gerações de estudantes argentinos e latino-americanos a pensar antropologicamente. Sua perda significa um corte acentuado no pensamento antropológico não só na Argentina, mas também na América Latina. Rex Gonzalez  introduziu uma nova forma de fazer antropologia e sua obra é um legado que vai continuar treinando as gerações futuras.
separador

Falecimento de Jacques Gutwirth (Jan/12)

É com muito pesar que recebemos a notícia do falecimento do antropólogo Jacques Gutwirth. Jacques foi um grande parceiro no processo de construção do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da UFRGS como coordenador francês do Projeto Capes-Cofecub, intercâmbio Paris V (França) e PPGAS UFRGS. Esteve em vários momentos ministrando conferências e cursos. Também recebeu com carinho e generosidade vários professores do Programa em missão trabalho em Paris e alunos(as) brasileiros em missão de estudo. No âmbito do Projeto Capes/Cofecub orientou Cornelia Eckert e Maria Eunice Maciel no doutorado na Université René Descartes Paris V Sorbonne. Após sua aposentadoria na Sorbonne, passou a lecionar em Frankfurt na Alemanha onde residia com sua esposa Christa. Veja aqui
separador

Falecimento de Cleides Antônio Amorim (05/01/12)

Com pesar a ABA comunica o falecimento do antropólogo, Cleides Antonio Amorim, no último dia 5 de janeiro. Cleides foi covardemente assassinado em um bar de Tocantinópolis, em um crime de clara conotação homofóbica. O antropólogo possuía graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Maranhão (1996) e mestrado em Antropologia Social pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2001). Atualmente era professor assistente e coordenador do Curso de Ciências Sociais da Fundação Universidade Federal do Tocantins (campus de Tocantinópolis). Indignada, a ABA se solidariza com a dor de amigos e familiares e, manifestando-se a favor da lei que criminaliza a homofobia, demanda atuação firme e justa das autoridades.

separador

Falecimento de Rosely Gomes Costa (04/12/11)

A ABA tem o pesar de comunicar o precoce falecimento de sua associada efetiva, Rosely Gomes Costa. Rosely fez toda sua formação na UNICAMP, teve Suely Kofes como orientadora no mestrado e doutorado, e esteve na Universidade Autônoma de Barcelona sob supervisão de Verena Stolcke. Foi pesquisadora do Cemicamp e nos últimos tempos da UNESP de Araraquara. Fez o doutorado em Ciências Sociais, na área de Família e Gênero na UNICAMP, naquela época organizou GTs sobre gênero em Reuniões da ABA, e foi uma das coordenadoras da coletânea Gênero em Matizes.
separador
Falecimento de Marina Ravazzi (17/11/11)
É com extremo pesar que comunicamos o falecimento de Marina Monteiro de Queiroz Ravazzi no último 17 de novembro em Brasília em decorrência de um trágico acidente de trânsito. Aos 25 anos, era Cientista Social de formação pela UNESP de Marília e antropóloga por escolha de vida.
Clique aqui e leia a nota na íntegra
separador

Falecimento de Eliana Gomes Quirino (16/10/11)
Comunicamos o falecimento da antropóloga Eliana Gomes Quirino, em sua residência em Campina Grande/PB na noite do dia 16 de outubro. Eliana fez pesquisa com os índios Fulni-ó em PE, sob orientação da Profª Julie Cavignac-UFRN.

separador
Falecimento de Alberto Mario Cirese (01/09/11)
O professor emérito da Universidade de Roma - La Sapienza e decano da antropologia cultural italiana morreu em Roma, no último dia 1º de setembro, aos 90 anos.
Clique aqui e leia a nota na íntegra 
separador
Falecimento de João Valentin Wawzyniak (01/08/11)
Comunicamos com pesar o falecimento de João Valentin Wawzyniak. Valentin, associado da ABA e Professor de Antropologia do Depto de Ciências Sociais da UEL, vinha lutando contra um câncer e faleceu na noite do dia 1º de agosto. O velório será realizado dia 02 de agosto na ACESF-Londrina/PR.
separador

Falecimento de Georges Condominas (17/07/11)
É com pesar que comunicamos o falecimento de Georges Condominas, o etnólogo francês especialista em etnias do sudeste asiático.
Para Georges Condominas a etnologia significava um engajamento em tempo integral, o que justificava seu envolvimento no anticolonialismo e sua participação no manifesto dos 121 (Declaração sobre o direito à insubmissão na guerra da Argélia, assinada por universitários e artistas e publicada em 6 de setembro de 1960). A denúncia do etnocídio dos Mnong gar, a promoção do desenvolvimento respeitoso das culturas tradicionais e a luta pelo reconhecimento de um patrimônio mundial imaterial. Condominas foi várias vezes Visiting Professor nas universidades Columbia e Yale entre 1963 e 1969, fellow do Center for Advanced Studies in the Behavioral Sciences de Palo Alto em 1971. No Japão e na Austrália é também considerado como uma autoridade em etnologia. A midiateca do Museu do Quai Branly adquiriu um importante conjunto dos seus arquivos, livros e fotografias, colocando-os à disposição dos pesquisadores e estudiosos.

separador
Falecimento de André Martini (19/07/11)
Informamos com pesar o falecimento do nosso colega antropólogo André Martini, formado em Ciências Sociais e Mestre em Antropologia Social pela Unicamp (2008) sob a orientação de Nádia Farage com a dissertação Filhos do Homem: a introdução da piscicultura entre populações indígenas no povoado de Iauaretê, rio Uaupés.  André integrava a equipe do Programa Rio Negro do Instituto Socioambiental (ISA) e trabalhava com os pesquisadores indígenas em Iauaretê. Desenvolvia interessante trabalho de pesquisa colaborativa com os índios do Uaupés. Ele faleceu no dia 18 de julho aos 31 anos de um AVC fulminante, quando se preparava para voltar de São Gabriel da Cachoeira, AM, de mais um período de campo.  O sepultamento foi marcado para o dia 21/07 às 15.00 hrs no Cemitério Municipal de Mogi Mirim. Maiores informações podem ser obtidas junto ao ISA.
separador
Falecimento de José Flávio Pessoa de Barros (30/05/11)
A ABA tem o pesar de comunicar o falecimento de José Flávio Pessoa de Barros. Professor da UFRJ e UERJ com experiência na área de Antropologia , com ênfase em Antropologia das Populações Afro-Brasileiras. Atuando principalmente nos temas: Antropologia das Religiões, Etnobotânica, Sistema Classificatório, Religiões Afro-Brasileiras.
separador
Falecimento de Rita Amaral (24/01/2011). Leia mais
separador
Falecimento de Vivaldo da Costa Lima (22/09/2010)
Jeferson Bacelar e Carlos Caroso homenageiam o mestre baiano. Leia mais
separador

Falecimento de Marlyse Meyer (19/07/2010) e Lélia Coelho Frota (27/05/10)
Gilberto Velho relembra e homenageia as pesquisadoras. Leia mais

separador
A ABA lamenta informar a morte de Shelton Davis no dia 27 de maio, autor, entre outras destacadas obras, do livro “The Victims of the Miracle” Leia mais
separador
Falecimento de Thiago Antonio Machado de Ávila, associado efetivo da ABA
A Diretoria da ABA tem o pesar de comunicar o falecimento de seu associado Thiago Antonio de Ávila, ontem, dia 02/02/2010. Tiago teve sua formação de graduação e pós-graduação em Antropologia da UnB; atualmente trabalhava no IIEB como Especialista em Assuntos Indígenas. Leia mais
separador

Claude Lévi-Strauss
A ABA tem o pesar de informar a seus associados a morte de Claude Lévi-Strauss, um dos mais destacados antropólogos da atualidade, no dia 01 de novembro. Lévi-Strauss faleceu aos 100 anos de idade e completaria 101 anos no próximo dia 28 de novembro.

Orlando Sampaio Silva
separador

Lygia Sigaud (09/04/09)
"Lygia Sigaud nos deixou há poucos dias, legando-nos o vazio da perda da amiga, colega e pessoa humana, mas também a plenitude daquilo que fez e dos planos do que estava por fazer."

Clique aqui e leia a nota na íntegra

Mensagens recebidas pela ABA
separador
Márcio Moreira Alves (03/04/09)
À memória de Marcio Moreira Alves
É sempre necessário assinalar os momentos que na história recente do povo brasileiro marcaram, em definitivo, as lutas travadas em defesa da Democracia e dos Direitos Civis no nosso país. Especialmente os acontecimentos que ocorreram após o Golpe Militar que derrocou o Governo Constitucional do Presidente João Marques Belchior Goulart, em l964, instalando com apoio do Congresso Nacional, um largo período de prevalência, de Governos Militares que escalonaram, alternando-se no poder , durante quase vinte anos, sob inequívoco domínio das elites mais conservadoras da sociedade brasileira, representadas pelo grande capital e pela tradição retrógrada do latifúndio e da cultura das oligarquias remanescentes da Academia e do Feudo.

Clique aqui para ler o texto completo
separador

Silvio Coelho dos Santos (26/10/08)
É com grande pesar que a ABA informa a seus associados a morte de Silvio Coelho dos Santos no dia 26/10/2008, em Florianópolis. Silvio foi um de seus mais ativos associados, que teve papel fundamental em sua re-organização na década de 1970. Exerceu os cargos de Secretário Geral e Diretor em ocasiões diferentes, presidindo a Associação no biênio 1990-1992. Como pesquisador e professor, ele foi um dedicado estudioso de Etnologia Indígena, Relações Interétnicas, Antropologia do Direito, Dominação do Estado e História Regional. Sua perda tem grande impacto sobre o pensamento antropológico contemporâneo no Brasil, ao mesmo tempo em que deixamos de contar entre nós com um cuidadoso articulador de políticas acadêmicas e científicas, que muito contribuiu para o engrandecimento da Antropologia e das ciências sociais no país.

Carlos Caroso
Presidente da ABA

Outras manifestações:

Pedro Agostinho - UFPA

Orlando Sampaio
separador
Fernando Pereira (14/11/08)
É com profundo pesar e consternação que comunicamos o falecimento do nosso colega Luis Fernando Pereira, no último dia 14 de novembro, por afogamento, ao tentar atravessar a nado o rio Repartimento, na TI Yanonami (RR).
 
Dominique T. Gallois / USP
Luís Donisete Benzi Grupioni / Iepé Clique aqui para ler o texto completo
separador

Ruth Cardoso (24/06/08)
Com o falecimento de Ruth Cardoso nossa comunidade fica mais pobre e perde uma de suas principais referências na articulação do trabalho acadêmico com o ativismo político, não partidário, em defesa dos direitos de minorias e da cidadania de uma maneira geral. Além de contribuir para a compreensão de temas importantes associados à problemática urbana, à imigração, à juventude e às relações de gênero, Ruth teve atuação destacada em ONGs e associações da sociedade civil investidas na capacitação do cidadão como sujeito autônomo, capaz de defender seus próprios direitos. Sua trajetória é um feliz exemplo do potencial de nossa disciplina na combinação entre as idéias de compreensão e emancipação. Em 2006 Ruth foi agraciada pela ABA com a Medalha Roquete Pinto por suas contribuições à Antropologia Brasileira.

Luís R. Cardoso de Oliveira
Presidente da ABA

Outras manifestações:

Gilberto Velho relembra e homenageia Ruth Cardoso, destacando seu estilo sóbrio e o importante papel que desempenhou na academia e vida política do país. Leia mais

Regina Novaes - IFCS/UFRJ - Pesquisadora do CNPq

Cristiana Bastos - ICS/Universidade de Lisboa

Luiz Mott - UFBA
separador
Erwin Heinrich Frank (25/04/08)
Morreu na tarde do dia 25/04/2008, na Universidade Federal do Amazonas (Ufam), o pesquisador Erwin Heinrich Frank que contestou o laudo produzido por peritos da Justiça Federal roraimense sobre a demarcação da terra indígena Raposa Serra do Sol.
Frank era sócio efetivo da ABA e professor da Universidade Federal de Roraima (UFRR), onde coordenava o NUHSA (Núcleo Histórico Sócioambiental). Atualmente, estava afastado para capacitação no Amazonas.
O alemão também se dedicou à revisão dos estudos de Koch Grünberg, um dos primeiros pesquisadores a escrever sobre Roraima. O professor teve morte súbita enquanto trabalhava no museu da universidade.
separador

Germaine Tillion (19/04/08)
Com grande pesar compartilhamos com colegas, alun@s e amig@s brasileir@s e frances@s a noticia do falecimento da grande antropóloga francesa Germaine Tillion, aos 100 anos (faria 101 no dia 30 de maio), ocorrido ontem, 19 de abril de 2008, em sua residência em Paris (Saint Mandé).

Miriam Grossi e Carmen Rial
Departamento de Antropologia da Universidade Federal de Santa Catarina

Clique aqui para ler o texto completo
separador

Robert Shirley (23/07/08)
Acabo de receber a notícia sobre o falecimento de Robert Shirley no último dia 23 de julho, no Canadá, e é com pesar que compartilho a notícia com os colegas. Shirley teve uma longa experiência de pesquisa em Cunha, SP (O Fim de uma Tradição, Editora Saraiva), e foi um dos introdutores da Antropologia do Direito no Brasi (Antropologia Jurídica, Editora Saraiva), tendo dado um curso pioneiro nesta área no Museu Nacional em 1975. Ele também foi professor na UFRGS na década de 1980, e depois voltou para o Departamento de Antropologia da Universidade de Toronto, onde continuou atuando como Professor Emérito até o final da vida. 

Dr. Luís R. Cardoso de Oliveira
Presidente da ABA

Matéria escrita por Newton Moraes para o Jornal Brasil News em Toronto
separador

Vera Lúcia Flores - Mãe de Acari (10/08/08)
Vera Lucia Leite Flores, uma das “Mães de Acari”, faleceu na madrugada do dia 10 de agosto de 2008. Verá será lembrada como um dos maiores exemplos de coragem e perseverança que conhecemos. Vera teve sua filha Cristiane Souza Leite desaparecida em 1990 juntamente com outros 10 jovens, no episódio conhecido como “Chacina de Acari” – um dos casos mais emblemáticos de desaparecimento forçado ocorrido no período "democrático" do país.

Fábio Araújo

Clique aqui para ler o texto completo
separador
Jorge Terena (09/11/08)
É com pesar que a ABA comunica o falecimento de Jorge Terena, no dia 9/11, em Manaus. Jorge Terena foi um dos fundadores do Movimento Indígena Nacional e posicionou-se sempre a favor dos interesses mais nobres relativas aos Povos Indígenas da Amazônia.
separador

David Maybury-Lewis (02/12/08)
A ABA comunica o falecimento do Professor David Maybury-Lewis, ocorrido domingo em Cambridge, Estados unidos. Maybury-Lewis, que era professor da Universidade de Harvard, era fortemente ligado ao Brasil, onde a partir da década de 50 realizou estudos entre os Índios Xavante e Xerente. Teve um papel importante no desenvolvimento do programa de pós-graduação do Museus Nacional, foi professor visitante da Universidade de Brasília e recebeu do Governo Brasileiro a comenda da Ordem Nacional do Mérito Científico.
Também está disponível na sessão de Documentos em Artigos e Textos a crônica escrita por Roberto DaMatta em homenagem ao senhor David. Para ler a crônica clique no link abaixo.

Muitas dádivas e um reconhecimento: David Maybury-Lewis

Discurso proferido por Luís R. Cardoso de Oliveira, presidente da ABA na gestão 2006-2008, na cerimônia de Memorial Service em homenagem a David Maybury-Lewis, em 24 de março de 2008, na Memorial Church, no Harvard Yard, em Cambridge, Massachusetts, EUA

Tributo a David Maybury-Lewis
separador
Luis Rodolfo e Ana - 10 anos de falecimento
Para lembrar os dez anos de perda dos queridos Luis Rodolfo e Ana, foi reunido numa página na Internet todo seu material publicado, além de homenagens, informações pessoais e fotos. O trabalho facilita o acesso à obra de Luis Rodolfo ao público acadêmico. Todos os seus livros e artigos foram digitalizados e podem ser baixados em formato .PDF. Há também resenhas de seus trabalhos e homenagens póstumas. http://luisrodolfovilhena.googlepages.com/home
separador

Dona Sebastiana
Morre Dona Sebastiana Henriqueta Camila de Lima, que aos 89 anos de idade não resistiu às agruras do tempo. Neta de Dona Camila, escrava rememorada no livro de memórias do Sr Armando de Moraes Breves (Reino da Marambaia), Dona Sebastiana descendia de escravos que ali permaneceram após a falência da fazenda do Comendador Breves, grande cafeicultor do século XIX, que deixara de “boca” parte de suas terras para seus antigos escravos. 
Dona Sebastiana morre sem ver as portas de sua casa reabertas pela Justiça, pois teve sua casa desapropriada, após ação de Reintegração de Posse proposta pela União Federal, a pedido da Marinha de Guerra do Brasil, administradora da Ilha da Marambaia. Ações que impediram também diversas outras famílias da Marambaia de permanecerem em suas terras.
Tal litígio impediu o acesso de Dona Sebastiana à casa construída por seu marido, o Sr Bertolino, neto do antigo escravo da família Breves, o sr Estanislau. Justiça que foi feita sem contraditório, pois sua ação fora julgada a revelia. Dona Sebastiana foi injustamente impedida de  ter acesso aos seus sonhos, suas memórias, sua história. Infelizmente, tal injustiça fez também morrer uma parte da esperança de centenas de famílias que esperam da Justiça apenas a certeza de poder viver, mesmo que de maneira humilde, em suas terras.
Morre Dona Sebastiana, porém ficam as lembranças dessa senhora que ousou sonhar humildemente em ser, ter e estar. Morre Dona Sebastiana, porém ficam sua luta, luz e determinação. Vá em paz !

Fábio Reis Mota

TV ABA

Biblioteca

Links

Agências e Fundações

separadorAssociações Científicas

  • Asociación Uruguaya de Antropología Social y Cultural (AUAS)
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Colegio de Graduados en Antropología de la República Argentina
    http://www.cgantropologia.org.ar
  • American Anthropological Association (AAA)
    http://www.aaanet.org
  • American Ethnological Society (AES)
    http://www.music.columbia.edu/7Ececenter/AES/index.html
  • Associação Brasileira de Ciência Política (ABCP)
    http://www.cienciapolitica.org.br
  • Associação Brasileira de Pós-Graduação em Saúde Coletiva (ABRASCO) 
    http://www.abrasco.org.br
  • Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais (ANPOCS)
    http://www.anpocs.org.br
  • Brazilian Studies Association
    http://www.brasaus.org
  • European Association of Social Anthropologists (EASA)
    http://easa.uni-miskolc.hu
  • Latin American Studies Association (LASA)
    http://lasa.international.pitt.edu
  • Sociedade Brasileira de Sociologia (SBS)
    http://www.sbsociologia.com.br
  • Sociedade Brasileira para o Progresso da ciência (SBPC)
    http://www.sbpcnet.org.br
  • The Society for Applied Anthropology (SfAA)
    http://www.sfaa.net

separadorBanco de Teses e Dissertações

separadorFóruns

separador
Informativos

separadorProgramas de Pós-Graduação em Antropologia e Áreas afins

  • Fundação Universidade Federal de Sergipe - FUFSE / Antropologia
    http://www.pos.ufs.br/antropologia
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade Federal do Pará - UFPA / Antropologia
    http://www.ppga-ufpa.com.br/
    http://www.ppga-ufpa.com.br/contato/
  • Universidade Federal da Paraíba – UFPB/Antropologia
    http://www.cchla.ufpb.br/ppga/
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Fundação Universidade Federal do Piauí - FUFPI / Antropologia e Arqueologia
    http://www.ufpi.br/ppgaarq
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade Federal do Amazonas - UFAM / Antropologia Social
    http://www.propesp.ufam.edu.br
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade Federal de Goiás - UFG / Antropologia Social
    http://www.cienciassociais.ufg.br
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade Federal do Mato Grosso - UFMT / Antropologia Social
    http://www.ufmt.br/ppgas
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade Federal do Paraná - UFPR / Antropologia Social
    http://www.antropologiasocial.ufpr.br
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ / Antropologia Social
    http://www.ppgasmuseu.etc.br
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN / Antropologia Social
    http://www.cchla.ufrn.br/ppgas
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS / Antropologia Social
     http://www6.ufrgs.br/ppgas/
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC / Antropologia Social
    http://www.pos.ufsc.br
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade Federal de São Carlos - UFSCAR / Antropologia Social
    http://www.ufscar.br/ppgas
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade Estadual de Campinas  - UNICAMP / Antropologia Social
    http://www.unicamp.br/ifch
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade de São Paulo - USP / Arqueologia
    http://www.mae.usp.br/capes
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade de São Paulo - USP / Ciência Social (Antropologia Social)
    http://www.fflch.usp.br/da
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade Federal de Pernambuco - UFPE / Arqueologia
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ / Arqueologia
    http://www.arqueologia.mn.ufrj.br
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Fundação Universidade Federal de Sergipe - FUFSE / Arqueologia
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade Federal da Bahia - UFBA / Ciências Sociais
    http://www.ppgcs.ufba.br
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade Federal do Espírito Santo - UFES/ Ciências Sociais
    http://www2.cchn.ufes.br/ppgcso
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Centro Universitário Vila Velha - UVV / Ciências Sociais
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade Federal do Maranhão - UFMA / Ciências Sociais
    http://www.ppgcsoc.ufma.br
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade Federal de Juiz de Fora - UFJF / Ciências Sociais
    http://www.ufjf.br/ppgcso 
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade Federal de Uberlândia - UFU / Ciências Sociais
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - PUC/MG/ Ciências Sociais
    http://www.pucminas.br/ppgcs
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade Federal do Pará - UFPA / Ciências Sociais
    http://www.ufpa.br/ppgcs
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade Federal de Campina Grande - UFCG / Ciências Sociais
    http://www.ufcg.edu.br/~ppgcs
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade Estadual de Londrina - UEL / Ciências Sociais
    http://www.uel.br/cch/pos/ppgsoc
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade Estadual de Maringá - UEM / Ciências Sociais
    http://www.pgc.uem.br
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE / Ciências Sociais
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ / Ciências Sociais
    http://www.ppcis.uerj.br
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - PUC/RJ / Ciências Sociais
    http://www.soc.puc-rio.br
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN / Ciências Sociais
    http://www.cchla.ufrn.br/pgcs/
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade Federal de Santa Maria - UFSM / Ciências Sociais
    http://www.ufsm.br/ppgcsociais
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade Federal de Pelotas - UFPEL/ Ciências Sociais
    http://www.ufpel.edu.br/isp/ppgcs/
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - PUC/RS / Ciências Sociais
    http://www.pucrs.br/pgcs
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade do Vale do Rio dos Sinos - UNISINOS / Ciências Sociais
    http://www.unisinos.br/ppg/ciencias_sociais
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Fundação Universidade Federal de Sergipe - FUFSE / Ciências Sociais
    http://www.nppcs.ufs.br
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP / Ciências Sociais
    http://www.ifch.unicamp.br/
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade Est.Paulista Júlio de Mesquita Filho/Marília - UNESP/Mar / Ciências Sociais
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC/SP / Ciências Sociais
    http://wwwpucsp.br/pos/cienciassociais
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP / Ciências Sociais
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro - UFRRJ / Ciências Sociais em desenvolvimento, Agricultura e Sociedade
    http://www.ufrrj.br/cpda
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - UFRB / Ciências Sociais: cultura, desigualdades e desenvolvimento
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade Estadual do Ceará - UECE / Políticas Públicas e Sociedade
    http://www.politicasuece.com
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ / Sociologia e Antropologia
    http://www.ppgsa.ifcs.ufrj.br
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

separadorInstitutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INCT) na área de Antropologia

separadorInstituições onde é possível cursar Antropologia

As tabelas a seguir relacionam as instituições que oferecem os cursos de bacharelado em Antropologia (1) e de Ciências Sociais com habilitação em Antropologia (2).

Tabela 1: bacharelado / Complemento: Bacharelado -  Tabela 2: habilitação

separadorRecursos na Internet

separadorGrupos de Discussão

  • Ant-Bra
    Fórum mundial sobre Antropologia no/do Brasil
    Para subescrever, acessar:  https://lists.uchicago.edu/web/info/ant-bra
    Informações:  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

separadorMuseus

separadorOutras Instituições