Informativos

Informativo nº 09/2021 | 27/05/2021

Informativo nº 09/2021 | 27/05/2021
 
Visite o Portal da ABA | www.portal.abant.org.br 
Acompanhe a ABA em suas redes sociais:
Informativo nº 09/2021 | 27/05/2021
destaques da ABA
Webinar – Fazer etnográfico, ambientes digitais e tecnologias: desafios, dilemas e possibilidades

Data: 5ª. Feira, dia 27/05/21
Horário: 16h-18h
Transmissão: https://youtu.be/Hyn4ojtZaPs

Coordenadora: Carolina Parreiras (Unicamp)

Mediador: Ramon Reis

Participantes:
Eliane Tânia Freitas (UFRN)
Jean Segata (UFRGS)
Laura Graziela Gomes (UFF)
Letícia Cesarino (UFSC)

Debate sobre os impactos da pandemia no trabalho de campo e discussão sobre o uso de ferramentas digitais no fazer etnográfico

Webinário “Importância da Convenção OIT 169 para a proteção dos direitos dos Povos Indígenas e Comunidades Tradicionais”

Realização: Ministério Público Federal (MPF) 
Apoio: Associação Brasileira de Antropologia (ABA)
01 de junho de 2021, às 10h

A Câmara de Populações Indígenas e Comunidades Tradicionais do Ministério Público Federal (6CCR/MPF) e a Associação Brasileira de Antropologia (ABA) realizam, no dia 1º de junho, às 10h, o webinário “Importância da Convenção n° 169 da OIT para a Proteção dos Direitos dos Povos Indígenas e Comunidades Tradicionais". O evento tem o objetivo de discutir a convenção, que cria o instituto da consulta prévia, livre e informada e é considerada um marco na proteção e defesa de povos indígenas e tradicionais. O encontro também vai tratar do Projeto de Decreto Legislativo nº 177/2021, que está em tramitação e autoriza o presidente da República a denunciar a convenção. Os debates serão transmitidos ao vivo pelo canal do MPF no Youtube (www.youtube.com/canalmpf).

Participam do webinário, como expositores, Joênia Wapichana, deputada federal e coordenadora da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Povos Indígenas; Luiz Eloy Terena, representante da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib); Jefferson Pereira, advogado quilombola da Coordenação Nacional de Articulação de Quilombos (Conaq); Alfredo Wagner de Almeida, representante da ABA; José Francisco Calí Tzay, relator especial do Conselho de Direitos Humanos da ONU para os Direitos dos Povos Indígenas; e Martin Hahn, diretor do Escritório da OIT no Brasil. A abertura terá a presença de Eliana Torelly, subprocuradora-geral da República e coordenadora da 6ª Câmara de Coordenação e Revisão do MPF, e de Patrícia Birman, presidente da ABA. Participam como debatedores Ubiratan Cazetta, procurador da República e presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), e Ricardo Verdum, da ABA.

Programa de Subsídio de Pesquisa por Engajamento – Wenner-Gren Foundation – Prazo final: 01 de agosto de 2021

Engaged Research Grant Program – Wenner-Gren Foundation – Deadline: August 1, 2021

O Programa de Subsídio de Pesquisa por Engajamento da Wenner-Gren Foundation recebe propostas até o dia 01 de agosto de 2021. O lançamento deste programa foi realizado no dia 20 de abril 2021 em um Workshop organizado pela ABA, com a coordenação de Patrícia Birman (Presidente/ABA). Neste workshop, a presidente da Fundação Wenner-Gren, Danilyn Rutherford, descreveu os objetivos do programa, apresentou os critérios de avaliação e ofereceu dicas para escrever uma proposta com chances de ser contemplada. 

O conteúdo deste Workshop está disponível em: https://vimeo.com/523869688 

Descrição do Programa: Os acontecimentos de 2020 forçaram os/as antropólogos/as a fazer um balanço da história de sua disciplina e da natureza dos relacionamento que constroem ao longo de suas pesquisas. A comunidade da antropologia se vê diante do desafio de levantar questões difíceis sobre as implicações éticas do trabalho que realiza. A melhor forma de avançar o conhecimento em antropologia é contar com novas fontes de insights. A melhor maneira de assegurar que a pesquisa antropológica tenha impacto é garantir que seus projetos sejam significativos para todas as pessoas envolvidas. Ao apoiar projetos que são colaborativos desde seu ponto mais inicial, a Fundação Wenner-Gren espera demonstrar o valor dessa nova abordagem da pesquisa para o campo de modo mais geral.

Informações para submissão de projetos: http://www.wennergren.org/programs/engaged-research-grants 

Povos e Comunidades Indígenas Isoladas no País sob Risco de Genocídio

A Associação Brasileira de Antropologia – ABA, junto com sua Comissão de Assuntos Indígenas – CAI, vem por meio desta nota expressar sua preocupação com a grave ameaça que paira sobre a vida e os territórios ocupados por povos e comunidades indígenas isoladas no País. Insta o Ministério Público Federal – MPF para que, seguindo seu papel institucional, interceda preventivamente diante do risco de genocídio.

NOTA EM DEFESA DA VIDA E DOS DIREITOS DOS POVOS INDÍGENAS NO BRASIL FRENTE AO ETNOCÍDIO E AO RISCO DE GENOCÍDIO

As associações representativas de profissionais, pesquisadoras/es, docentes de diferentes domínios do conhecimento científico e da atuação em defesa dos Direitos Humanos manifestam sua preocupação com o rumo da atuação do Governo Federal, que está colocando em risco a saúde, a vida e os direitos dos povos indígenas no país.

Assinam a nota:
Associação Brasileira de Antropologia – ABA
Associação Brasileira de Saúde Coletiva – ABRASCO
Associação Brasileira de Ciência Política – ABCP
Associação Nacional de Pós-Graduação em Ciências Sociais – ANPOCS
Centro Brasileiro de Análise e Planejamento – CEBRAP  
Sociedade Brasileira de Sociologia – SBS
Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência – SBPC

Apoiam a nota:
Associação Brasileira de Estudos Populacionais – ABEP

A Nova Investida do Setor Agropecuário e o Etnocídio Indígena no Cerrado

A Associação Brasileira de Antropologia – ABA, junto com sua Comissão de Assuntos Indígenas – CAI, vem por meio desta manifestar extrema preocupação com o uso político que está sendo feito do povo indígena Xavante pelo Governo Federal, como laboratório para sua "política indigenista".

NOTA SOBRE A PRIORIDADE DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA À VACINAÇÃO CONTRA A COVID-19

O Comitê Deficiência e Acessibilidade da ABA (CODEA-ABA) vem a público manifestar sua posição contrária ao acondicionamento da prioridade das pessoas com deficiência à vacinação contra a Covid-19 ao critério do Benefício da Prestação Continuada (BPC) e à escolha de um tipo de deficiência em detrimento de outras. Na nossa perspectiva, hierarquizar deficiências e colocar como critério o BPC, inclusive em um momento de diminuição de beneficiários, contribui para uma restrição do acesso à saúde que não condiz com a realidade das diversas deficiências que se caracterizam como prioritárias.

Recomendações para o Plano de Operacionalização de Vacinação contra a COVID 19 nas Comunidades Quilombolas

Desde o início da implementação do Plano Nacional de Vacinação, em março do ano de 2021, o Comitê Quilombo da Associação Brasileira de Antropologia (ABA) tem recebido notificações de pesquisadores e lideranças quilombolas com relatos sobre problemas referidos à execução do Plano de Vacinação Quilombola.

O Assédio Legislativo Contra os Direitos dos Povos Indígenas no País:
A Ameaça de Denúncia da Convenção 169 da OIT e Outras Proposições

A Associação Brasileira de Antropologia – ABA, junto com sua Comissão de Assuntos Indígenas – CAI e seu Comitê Laudos Antropológicos – CLA, vêm por meio desta manifestar preocupação com a decisão do Governo Federal e de parlamentares do Congresso Nacional representantes de grupos econômicos e financeiros nacionais e internacionais dos setores minerário, petroleiro e agropecuário, e da indústria da infraestrutura associada, de apresentar e dar andamento a um conjunto de proposições legislativas que vão de encontro aos direitos dos povos indígenas no país. Fazem isso de forma acelerada e sem a devida consulta à sociedade civil e aos principais afetados, os povos indígenas e suas organizações representativas próprias, sujeitos de direito respaldados pela Constituição Federal e pelo Supremo Tribunal Federal – STF. Para a ABA, é inaceitável a denúncia da Convenção 169 da Organização Internacional do Trabalho (OIT) sobre Povos Indígenas e Tribais.

Nota da ABIA sobre a situação do povo Yanomami com subscrição da ABA

Comitê e Comissões da ABA que subscreveram a Nota: Comitê de Antropologxs Indígenas, Comissão de Assuntos Indígenas (CAI) e Comissão de Direitos Humanos.

ABA subscreve a carta da enviada ao Ministro do MCTI, Marcos Pontes

A carta foi entregue ao Ministro Marcos Pontes, na terça-feira, por algumas entidades que foram chamadas a um encontro sobre o FNDCT com ele, encontro este que teve também a participação da equipe de secretários do MCTI e de representantes de alguns ministérios. Insistimos no ponto da convocação do CD do FNDCT, que deve decidir sobre o uso dos recursos, na liberação integral e rápida de Reserva de Contingência e que todos estes recursos sejam adicionais e não retirados (no todo ou em parte) do próprio orçamento do MCTI.

Nota pública da WCAA sobre a situação na Colômbia, endossando as notas da ABA, da ALA e do Colégio des antropologues do México

The World Council of Anthropological Associations (WCAA) views with great concern the escalating violence in Colombia since the outburst of a National Strike on April 28, 2021. (…)
Reports on human rights violations have denounced assassinations, disappearances, and torture committed by security forces, as well as alarming statistics on arrests. The Indepaz Institute registered 963 arbitrary detentions by May 9, including students; and among them, at least one studying anthropology. Moreover, ongoing stigmatization of Social Sciences professionals and students resort to accusations of their supposed links with illegal forces as a stratagem to silence their claims and commitments of social transformations.

O garimpo mata: STF precisa agir e evitar novo genocídio indígena
Pronunciamento da APIB e das lideranças Yanomami e Munduruku sobre os ataques aos povos indígenas

A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) entrou no dia 19 de maio de 2021 com novo pedido ao Supremo Tribunal Federal (STF) para evitar novos massacres contra vidas indígenas. A solicitação pede a retirada imediata dos invasores de sete Terras Indígenas, em especial da TI Yanomami, em Roraima, e TI Munduruku, no Pará, para garantir o direito à vida e a integridade física dos povos ameaçados nesses locais.

Nesta mesma data, a coordenação da Apib, juntamente com a deputada federal Joenia Wapichana e lideranças Yanomami e Munduruku, realizaram  um pronunciamento sobre as medidas de proteção aos povos e denunciaram a escalada da violência nas Terras Indígenas.

Participantes:
Sonia Guajajara – Coordenadora Executiva da Apib
Eloy Terena – Coordenador jurídico da Apib
Dario Yanomami – Vice-presidente da associação Hutukara
Arnaldo Kabá – Cacique Geral do povo Munduruku
Maria Leusa – Coordenadora da Associação Wakoborun
Ana Poxo – Coordenadora do Movimento Ipereg Ayu
Alessandra Munduruku – vice coordenadora da Fepipa
Joenia Wapichana – Deputada Federal

Pronunciamento disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=8Z6WmfbMnj8 

ABA no Congresso Nacional

Em resposta ao Projeto de Lei 3.729/2004, que tramitou em caráter de urgência na Câmara dos Deputados e que dispõe sobre alterações substantivas dos principais instrumentos de regulação ambiental do país, o Comitê Povos Tradicionais, Meio Ambiente e Grandes Projetos da ABA produziu um parecer com análise técnica sobre as alterações propostas no sistema de licenciamento ambiental.

Levando em consideração a importância do tema à preservação dos ecossistemas e à integridade dos territórios dos povos e comunidades tradicionais, e de toda a população, o parecer indicou o desrespeito a princípios e direitos constitucionais (do meio ambiente, da participação, do direito à terra), e acordos internacionais de direitos humanos e em matéria ambiental dos quais o país é signatário.

A Assessoria Parlamentar da ABA foi responsável pela mobilização do documento, com o seu envio a gabinetes e participação em reuniões com parlamentares, assessorias e entidades da sociedade civil organizada. O documento elucidou pontos do debate e serviu de embasamento à discussão e propostas de alterações da matéria. O PL foi aprovado sem acatar propostas de emendas e destaques e seguiu para apreciação no Senado Federal. O parecer técnico será mobilizado no Senado com o intuito de influenciar a sua tramitação e redação final.

O parecer técnico será mobilizado no Senado com o intuito de influenciar a sua tramitação e redação final.

Comitê de Comunicação da ABA

– Instagram: Do dia 17 ao dia 21 de maio o Comitê de Patrimônios e Museus da ABA produziu o conteúdo e fez a curadoria das postagens da Semana Nacional de Museus no Instagram da ABA. Ao longo da semana, foram compartilhadas informações sobre a atuação de antropólogas e antropólogos brasileiros na interlocução direta com povos indígenas e comunidades tradicionais no que tange ao tema Patrimônios e Museus, e a intensificação de debates sobre a decolonização das coleções, que pressionam os grandes museus europeus, americanos e canadenses a reverterem suas posturas na formação, gestão e exibição de coleções. Estão disponibilizadas no Instagram dicas de leitura sobre o tema, dentre outros conteúdos relevantes.

– TV ABA: Na quinta dia 20 de maio, ainda no contexto da Semana Nacional de Museus, o Comitê de Patrimônios e Museus realizou o Webinário "Museu Nacional: um presente para o futuro das exposições". Coordenação: Regina Abreu (UNIRIO). Convidados: Renata Valente – Antropóloga, Setor de Etnologia e Etnografia do Museu Nacional; Rafael de Andrade – Antropólogo, Doutorando PPGAS e pesquisador colaborador do Setor de Etnologia e Etnografia do Museu Nacional; Thais Mayumi Pinheiro – museóloga, doutoranda PPGMS/UNIRIO, Coordenadora do Projeto de Novas exposições do Museu Nacional/UFRJ. Mediação com público: Adriana Russi (UFF/ UNIRIO). O conteúdo do Webinário está disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=RvHA9u5VWrQ

– Comitê de Comunicação nas redes sociais da ABA: Na semana de 24 a 28 de maio de 2020 o Comitê de Comunicação produzirá conteúdo próprio no Instagram da ABA. Carolina Parreiras (UNICAMP / Comitê de Comunicação ABA) será responsável pela produção e curadoria do conteúdo dessa semana. No dia 27 de maio, no âmbito deste conjunto de atividades, será realizado o Webinário: "Fazer etnográfico, ambientes digitais e tecnologias: desafios, dilemas e possibilidades", também com a coordenação de Carolina Parreiras. 

– Apoio ao desenvolvimento de atividades dos Comitês e Comissões da ABA: O Comitê de Comunicação está pensando linguagens, metodologias, ferramentas, políticas e estratégias a fim de atuar diretamente no apoio ao desenvolvimento das atividades propostas nos Planos de Trabalho dos Comitês e Comissões da ABA, para os anos de 2021/2022. Uma das ferramentas já implementadas é o Formulário de agendamento de Webinários disponível para membros de Comitês e Comissões na Área de Associados/as do site da ABA http://www.aba.abant.org.br/ Outra atividade em andamento é a pesquisa sobre ferramentas disponíveis na Plataforma Zoom para otimizar nossas atividades. 

Violência policial na Colômbia

Sandra Liliana Peña Chocué, governadora indígena do Território Indígena de Laguna Siberia, assassinada no dia 20 de abril.

O comitê de Relações Internacionais da ABA lança Nota Pública manifestação preocupação da ABA com relação a violência policial pelos Direitos Humanos ocorridas desde o final de abril ocorridas na Colômbia desde o início do presente ano com crescente ações de repressão às instituições da sociedade civil e os colegas antropólogos ameaçados Jorge  Andrés   Cancimance   López,   Doctor   en Antropología,   que desempenha seu trabalho na região Putumayo, tanto como antropólogo e como deputado.  Recentemente, 20 de abril, o assassinato de Sandra Liliana Peña Chocué, governadora indígena do Território Indígena de Laguna Siberia, localizado no município de Caldono, no norte do Cauca. A CRI da ABA encaminhou à Diretoria da ABA uma Nota Pública em solidariedade aos colegas antropólogos e unindo-se a outros setores da sociedade civil denunciando os atos de violência. (http://www.abant.org.br/files/20210504_609135b11173a.pdf)

Entrevista para Associação Israelense de Antropologia

Os colegas Felipe Fernandes e Renato Athias do Comité de Assuntos Internacionais da ABA, são entrevistados sobre a Antropologia Brasileira para o site da Associação Israelense de Antropologia, como parte de atividades do Congresso Nacional.

Uma análise da coletiva de imprensa da Polícia Civil sobre o Jacarezinho. Le Monde Diplomatique, 24 de maio de 2021

O artigo apresenta uma análise da coletiva de imprensa pelo subsecretário de Planejamento e Integração Operacional da Polícia Civil, Rodrigo Oliveira, junto com os demais delegados que participaram da operação, ainda no dia 06 de maio de 2021, quando os 28 corpos acabavam de ser recolhidos no Jacarezinho.

Para acesso ao texto na íntegra: https://diplomatique.org.br/analise-da-coletiva-de-imprensa-da-policia-civil-sobre-o-jacarezinho/ 

O artigo foi assinado por: Fábio Araújo (Fiocruz), Rachel Barros (Cidades/UERJ), Daniel Hirata (UFF), Roberto Efrem Filho (UFPB/UFPE), Juliana Farias (Pagu/Unicamp) e Adriana Vianna (Museu Nacional/UFRJ) e Gabriel Feltran (UFSCAR) integram o Comitê Cidadania, Violência e Gestão Estatal; Flavia Medeiros (UFSC) integra o Comitê de Antropólogas(os) Negras(os) e a Comissão de Direitos Humanos; e Lucia Eilbaum (UFF) coordena a Comissão de Direitos Humanos, todos da Associação Brasileira de Antropologia.

Moção da 32ª RBA Recebe Apoio de Outras Associacões

A Moção sobre Descolonizar a Antropologia, encaminhada pelos colegas Carmen Rial e Gustavo Lins Ribeiro na 32a. RBA e aprovada na última Assembleia Geral da ABA. Foi endossada entusiasticamente pela International Union of Anthropological and Ethnological Sciences (IUAES), Wenner-Gren Foundation for Anthropological Research, Associação Americana de Antropologia (AAA) e pela Associação Latino-Americana de Antropologia (ALA). Além destes apoios chamou a atenção o fato de um Departamento de Antropologia, o da Universidade de Illinois em Urbana-Champaign, ter transformado a moção da ABA, acrescida de outros itens, em política interna de suas práticas acadêmicas.(link para a moção).

Leia aqui a moção.

Participação do Brasil nos Congressos da IUAES

A participação brasileira nos Congressos da IUAES tem se ampliado desde o 18th IUAES Congress em Florianópolis. Na próxima edição, em Sribenic, na Croácia, paineis estão sendo coordenados por brasileiros, além das diversas comunicações em diferentes painéis. Destaca-se também as atividades coordenadas pela WCAA sob a presidência de Carmen Rial.

Notícias da Comissão de Assuntos indígenas – CAI

Nos últimos dez dias várias organizações indígenas denunciaram os ataques armados a comunidade indígena de Palimiú, na TIYY, a falta de proteção das autoridades depois de vários ataques armados por invasores na TI, levou a APIB e outras associações indígenas protocolar no STF um pedido dentro da ação da ADPF 709, a ABA foi uma das entidades a apoiar esta ação.
A CAI tem acompanhando este tema, assim como outros, ver a nota da CAI sobre os Xavantes. Também estamos acompanhando as tentativas no congresso relacionadas a um revisionismo retrógrado sobre as conquistas dos direitos dos povos Indígenas.
A ABA, junto a CAI e seu Comitê de Laudos, também realizou um reunião junto a 6 Câmara do MPF, onde se decidiu a realização de webinários em conjunto MPF e ABA, sobre direitos indígenas, o primeiro será sobre a Convenção 169, em breve mais notícias!

Journal Anthropological Theory endossa a moção aprovada na 32 RBA e encaminhada pela Associação Brasileira de Antropologia na: “Diversificar a (in)formação sobre as antropologias mundiais de pesquisadores estrangeiros e estudantes de antropologia”

We, as the Editorial Team of the Journal Anthropological Theory and its sister blog Anthropological Theory Commons, endorse the recent motion approved by the Associação Brasileira de Antropologia [Brazilian Association of Anthropology] on the 32nd RBA (Brazilian Meeting of Anthropology) to “Diversify Information and Education about the Global Anthropologies of Foreign Researchers and Anthropology Students”. We share the commitment to 1. ‘Avoid cognitive extractivism’ and 2. ‘increase the diversity of knowledge about global anthropologies’.

https://www.at-commons.com/2021/05/25/motion-of-the-32nd-rba-diversify-information-and-education-about-the-global-anthropologies-of-foreign-researchers-and-anthropology-students/

Franz Boas Award for Exemplary Service to Anthropology (2021)

É com enorme satisfação que comunicamos que a American Anthropological Association concedeu o Franz Boas Award for Exemplary Service to Anthropology do ano 2021 para o Professor Gustavo Lins Ribeiro. Ex-presidente da Associação Brasileira de Antropologia (2002-2004) e da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais – ANPOCS (2012-2014), o Professor Gustavo Lins Ribeiro é professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade de Brasília. Foi fundador, primeiro presidente assim como membro da secretaria executiva do World Council of Anthropological Associations. Atua como professor visitante em diversas universidades no Brasil e em outros países, como México, Argentina, Colômbia, Estados Unidos e África do Sul. Possui pesquisa sobre os temas: desenvolvimento, ambientalismo, migrações internacionais, cibercultura, globalização, transnacionalismo, campo intelectual, e América Latina.

Sobre o "Franz Boas Award for Exemplary Service to Anthropology": This award is presented annually by the AAA to its members whose careers demonstrate extraordinary achievement that have well served the anthropological profession.

Novos Debates

ÚLTIMOS DIAS DA CHAMADA ABERTA PARA O V.7

Logo estamos encerrando as submissões para todas as seções do v.7, n.1 de Novos Debates. Destacamos a criação de novas seções que buscam ampliar o escopo de debates promovidos pela revista: Pedagógicas, Variações e Ofício. Confira mais em nosso site: http://novosdebates.abant.org.br/chamada-de-trabalhos-para-v-7-n-1-2021/

Vibrant

Dossiers
Anthropology in times of intolerance:
challenges facing neoconservatism
Flows, Circulations and their Opposites:
Ethnographic Perspectives and Theoretical-Methodological Challenges
Caribbean Routes:
Ethnographic Experiences, Theoretical Challenges, and the Production of Knowledge

Leia-os clicando em: www.vibrant.org.br/lastest-issue-v-17-2020/.

Prêmios
PRÊMIO “TABITA BENTES DOS SANTOS”
1ª Edição do prêmio de tese de doutorado em Antropologia da Saúde – 2021

A IV Reunião de Antropologia da Saúde (RAS) premiará a melhor tese de doutorado na área A IV Reunião de Antropologia da Saúde (RAS) premiará a melhor tese de doutorado na área de Antropologia defendida nos anos de 2019 e 2020 sobre o tema da antropologia da saúde. A Antropologia da Saúde está presente desde o início da história da área, com a fundadores/as vindos da Medicina e disciplinas da saúde, com a inclusão de temas e preocupações
sobre o sofrimento e práticas de cura e conforto. Informações: Chamadahttps://sites.ufpe.br/ivras/#inscricoes.

ESOCITE.BR – Prêmio Melhor Tese de Doutorado e Melhor Dissertação de Mestrado

A Associação de Estudos Sociais das Ciências e das Tecnologias – ESOCITE.BR tornou público o edital de abertura de inscrições para seleção de candidatos/as à segunda edição do "Prêmio Melhor Tese de Doutorado" e "Melhor Dissertação Mestrado". O objetivo do prêmio é distinguir uma tese de doutoramento e uma dissertação de mestrado com temática na área de Estudos Sociais das Ciências e das Tecnologias, defendida no Brasil, no biênio de realização do IX Simpósio Nacional de Ciência, Tecnologia e Sociedade/ESOCITE. BR. Além do prêmio, poderão ser atribuídas Menções Honrosas. As inscrições deverão ser feitas exclusivamente junto à ESOCITE. BR, pelo endereço eletrônico premioesocitebr@gmail.com, até o dia 04 de julho de 2021. Informações: edital.

eventos
Eventos no Brasil
1ª Plenária Nacional Saúde e Migração – tema Saúde e Migração em Tempos de Covid-19

Data: 09 a 13 de agosto de 2021
Informações: https://www.plenariasaudemigracao.com/
O prazo final para inscrições é 16/06/2021

Eventos no Exterior
II Jornadas Internacionales “Reflexiones sobre la intersección entre economía social y solidaria y género”

Data: 27 e 28 de maio de 2021
Informações: Programação / Inscrições

Congreso IUAES 2021 Yucatán

Data: 09 a 13 de novembro de 2021
Informações: https://www.iuaes2021yucatan.org/

Exposições
Documentário

Apresentamos O Arpão e o Anzol, uma produção audiovisual do IRIS, dirigida por Carlos Sautchuk, sobre as pescas de pirarucu e de gurijuba efetuadas pelos habitantes da Vila Sucuriju, situada no estuário do rio Amazonas, litoral do Amapá.
Link para ver o documentário: https://vimeo.com/canaliris/oarpaoeoanzol
Instagram: @iris_dan_unb
Facebook: @irisdanunb

oportunidades
Concursos e seleções
Edital de Grupos de Trabalho da Associação Latino-Americana de Antropologia – ALA

A Associação Latino-Americana de Antropologia – ALA tem o prazer de abrir o edital dos Grupos de Trabalho.
Os Grupos de Trabalho – GT são órgãos oficialmente reconhecidos pela ALA, cujo objetivo é a promoção da pesquisa científica em disciplinas antropológicas e do trabalho antropológico profissional com uma perspectiva latino-americana. Por meio dos GTs, a Associação Latino-Americana de Antropologia promove conversas entre colegas de diferentes países da América Latina e do Caribe para tratar de questões de interesse atual. A convocação ficará aberta até 18 de junho de 2021.
Regulamentos para a criação e operação de Grupos de Trabalho da Associação Latino-Americana de Antropologia com o objetivo de submeter suas propostas.
Dúvidas e informações: gruposdetrabajoala@gmail.com.

Edital para credenciamento de profissionais para a formação do Cadastro Eletrônico de Peritos e Órgãos Técnicos e Científicos (CPTEC) no âmbito do Poder Judiciário do Estado de Mato Grosso do Sul

O Poder Judiciário do Estado de Mato Grosso do Sul torna público o edital de abertura de credenciamento de profissionais para a formação do Cadastro Eletrônico de Peritos e Órgãos Técnicos e Científicos (CPTEC) no âmbito do Poder Judiciário do Estado de Mato Grosso do Sul, destinado ao gerenciamento e à escolha de pessoas físicas ou jurídicas interessadas em prestar serviços de perícia ou exame técnico em processos judiciais, em conformidade com a Resolução no 233, de 13 de julho de 2016, do Conselho Nacional de Justiça e do Provimento no 466/2020, do Conselho Superior da Magistratura. Período de cadastro: até 28 de junho de 2021. Informações: Edital.

publicações
Chamada para artigos
Revista Equatorial

Revista Equatorial – Publicação das e dos discentes do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social (PPGAS) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), publica chamada para o dossiê temático: Estratégias de devotos e brincantes para a religiosidade em tempos de pandemia. Prazo para submissões: 31 de julho de 2021. Informações: https://periodicos.ufrn.br/equatorial/announcement/view/325.

Revista RURIS

A Ruris, revista do Centro de Estudos Rurais (Ceres) IFCH – Unicamp, convida para colaboração com artigos e resenhas inéditos para o Dossiê temático: Antropologias da Paisagem. Prezo para submissões: 10 de agosto de 2021. Informações: Chamada / https://www.ifch.unicamp.br/ojs/index.php/ruris/about/submissions.

Revista Relegens Thréskeia

A revista Relegens Thréskeia destina-se a publicar resultados inéditos, contribuições originais, tanto teóricas quanto empíricas, sob a forma de artigos, ensaios, dossiês temáticos, entrevistas, resenhas e reportagens científicas (sobre disseminação e inserção científica junto a sociedade, dentre outros aspectos), em estudos sobre RELIGIÃO em diálogo com as Ciências Humanas e  Sociais, sob a pluralidade dos temas: Religiões, religiosidades, identidades, sociabilidades, Políticas Públicas (Educação, Saúde, Assistência Social e afins), pensamento social e político, iniciou o processo de submissão/avaliação para o dossiê do segundo semestre de 2021 "INTERFACES ENTRE RELIGIÕES E POLÍTICA NA CONTEMPORANEIDADE". Prazo para Submissões: Até 15 de agosto de 2021. Informações: https://revistas.ufpr.br/relegens/about/submissions#onlineSubmissions.

Podcasts

Anthropologicas
#3 Podcast Anthropologicas.DOC – Yane Mendes
#4 Podcast Anthropologicas.DOC – Uilma Queiroz

Antropocast
Antropologia: entre a teoria e a prática

Antropolis
#14 Pesquisando o ensino de antropologia no Brasil: um papo com Guillermo Vega Sanabria

Campo
#Episódio especial – Virgínia Bicudo

Compósita
#Episódio 09 – Vida de professora na educação profissional tecnológica

Larvas Incendiadas
#59- Suicídio, gênero e sexualidade
#60 – Tanto por ser mulher quanto por ser estrangeira

Museológicas Podcast
#Genitália: Falocentrismo, cidades e patrimônio – Clara Moreira
#Cartografias de parteiras indígenas: aproximações entre Norte e Nordeste
#Indígenas e quilombolas em confronto com a central nuclear de Itacuruba
#Antropologia da epidemia de HIV/Aids

Observantropologia
#21 – Dibubukitane
#22 – Menino ou menina?

Olhares
#Putafeminismo
#Feminismo antimanicomial

Urbanidades
#51 – O direito à cidade em seus significados e disputa
#52 – Habitação em perspectiva comparada e transnacional

Livros ABA – Lançamentos 2021
Ipea – Etnografia de uma Instituição: entre pessoas e documentos

Autor/a:
Carla Costa Teixeira
Sérgio Castilho

PDF

notícias da mídia/outras
Carta enviada ao Ministro do STF Luís Roberto Barros
Arquição de Descrumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) nº 709

Statement of the Brazilian Studies Association (BRASA) about Fulbright Brazil’s decision to exclude the Humanities and the Social Sciences from its Full Doctorate Program in the USA

Atenção: As ideias, opiniões e informações expostas no informativo e nas redes sociais da ABA são de responsabilidade dos seus autores e autoras, não refletindo, necessariamente a opinião ou posição da ABA.

Associação Brasileira de Antropologia
Defender Direitos, Fazer Antropologia (2021-2022)

Presidente: Patricia Birman (UERJ)
Vice-Presidente: Cornelia Eckert (UFRGS)
Secretária Geral: Carla Costa Teixeira (UnB)
Secretário Adjunto: Carly Barboza Machado (UFRRJ)
Tesoureiro: Andrea de Souza Lobo (UnB)
Tesoureira Adjunta: Camilo Albuquerque de Braz (UFG)
Diretoras:
Fabio Mura (UFPB)
João Frederico Rickli (UFPR)
Luciana de Oliveira Dias (UFG)
Patrícia Maria Portela Nunes (UEMA)

Informativo ABA
Edição: Carine Lemos e Roberto Pinheiro
Diagramação: Roberto Pinheiro

Universidade de Brasília
Campus Universitário Darcy Ribeiro – Asa Norte
Prédio do ICS – Instituto de Ciências Sociais – Térreo – Sala AT-41/29
Brasília/DF Cep: 70910-900
Tel/Fax: (61) 3307-3754

Para correspondência:
Caixa Postal 04491
70.842-970
Brasília/DF

Informativos dos anos anteriores

Informativos 2018
Informativos 2017
Informativos 2016
Informativos 2015
Informativos 2014
Informativos 2013
Informativos 2012
Informativos 2011
Informativos 2010
Informativos 2009 
Informativos 2008
Informativos 2007
Informativos 2006

Endereço postal:

Caixa postal 04491
Brasília/DF
CEP: 70842-970

Endereço físico:

UNB - Campus Universitário Darcy Ribeiro - Asa norte
Prédio do ICS - instituto de Ciências Sociais
Térreo - Sala AT-41/29 - Brasília/DF
CEP: 70910-900

Contato:

Fale conosco
E-mail: aba@abant.org.br
Telefone: +55 (61) 3307 3754del>
  Celular: +55 (61) 98594-9104

Horário de funcionamento: De segunda a sexta-feira, de 09h às 17hs

© Copyright 2019 Associação Brasileira de Antropologia - Todos os direitos reservados. Por GB Criação de sites e Temas Wordpress

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support