Informativos

Informativo n° 12/2019 | 12/07/2019

Informativo n° 12/2019 | 12/07/2019
 
Acompanhe a ABA em suas redes sociais 
Informativo n° 12/2019  |  12/07/2019
Gêneros, sexualidades e desigualdades sociais
destaques da ABA
Nomeação Conselheiros CGEN
 
 

Foi publicada a Portaria de nomeação dos novos representantes, indicados pelas instituições de governo e da sociedade civil, para o CGen – Conselho de Gestão do Patrimônio Genético. A nova titular da ABA, Nurit Rachel Bensusan, foi oficializada na representação designada pela Associação. Confira a Portaria aqui.

 
 
Nota de Repúdio da ABA aos Novos Ataques do Governo Bolsonaro aos Direitos Humanos e a Questões de Gênero e Sexualidade na ONU
 
 

A Associação Brasileira de Antropologia, por meio do seu Comitê de Gênero e Sexualidade, manifesta repúdio às nefastas posturas defendidas recentemente pelo Ministério das Relações Exteriores do Brasil nas reuniões preparatórias da ONU que acontecem em Genebra esta semana. Nos últimos dias os jornais brasileiros têm noticiado novas instruções do Itamaraty que vetam que em assuntos diplomáticos multilaterais seja usada a palavra "gênero". Tais instruções também definem que "gênero" se resumiria apenas ao "sexo biológico".[1]  Como se não bastasse, o Governo Bolsonaro, no dia de hoje, também se absteve de votar na ONU sobre questões de saúde sexual e reprodutiva de populações afetadas por crises humanitárias, justo em um momento em que abundam notícias sobre violações de direitos humanos de mulheres e crianças em situação de crise humanitária.[2]

A postura de vetar qualquer referência ao termo “gênero” nas reuniões preparatórias para as resoluções da ONU, equiparando o Brasil a países que não têm compromisso histórico com os direitos das mulheres e de pessoas LGBTIs, é um fato muito grave e contribui para um aprofundamento da precariedade de milhões de pessoas vulneráveis.  "Gênero" é um conceito científico de grande relevância, formulado há mais de cinquenta anos e estabelecido no âmbito da política internacional. Tal conceito contribui significativamente para um aprofundamento da compreensão científica, a partir de várias áreas do conhecimento, sobre processos históricos, sociais, culturais e políticos relacionados a identidades, diferenças, desigualdades e distintas formas de violência. Trata-se, assim, de um marcador social de diferença e de uma categoria analítica fundamental para o pensamento científico contemporâneo. Ademais, é um conceito básico para o estabelecimento dos direitos humanos e para a busca por maior equidade no mundo contemporâneo. A negação sistemática das pesquisas científicas através das posturas descabidas deste governo representa uma séria ameaça aos direitos de mulheres, de LGBTIs, de populações indígenas e quilombolas, além de ser um retrocesso político inegável.

As novas diretrizes do Itamaraty, além de aliarem o Brasil às posturas mais tacanhas em termos de política externa, também refletem um padrão que vem se repetindo no Governo Bolsonaro. Tal administração, ao invés de garantir os direitos humanos básicos, conforme se espera em um Estado Democrático de Direito, vem desenvolvendo práticas absurdas e condenáveis no Brasil e em sua política externa, que ampliam a vulnerabilidade e a precariedade de milhões de vidas.

Por fim, é importante frisar que tais posturas foram anunciadas no mesmo contexto em que o Supremo Tribunal Federal decidiu favoravelmente à criminalização da homofobia e da transfobia, equiparando tais expressões de violência ao crime de racismo. Ocorreram também às vésperas do dia 28 de Junho, data celebrada mundialmente como referindo-se ao Orgulho LGBT. A tentativa de silenciamento de gênero e sexualidade enquanto categorias de análise reproduz as desigualdades de gênero e sexualidade. Nesse sentido, as posturas retrógradas do Governo no que tange a tais temas em  âmbito interno e de política internacional sinalizam, uma vez mais, para a necessidade de que os poderes Executivo e Legislativo brasileiros mobilizem-se na criação de leis e políticas que visem combater as desigualdades e violências relacionadas a tais eixos de subordinação e vulnerabilização, ao invés de reforçar o contexto em que tais desigualdades e violências se reproduzem e se aprofundam.

São Paulo, 28 de junho de 2019.

Associação Brasileira de Antropologia – ABA e seu Comitê Gênero e Sexualidade

Leia aqui a nota em português.
Leia aqui a nota em inglês.
Leia aqui a nota em espanhol.

 
 
Vibrant
 
 

Confira o último número da Vibrant:

v.15 n.3 – 09-12/2018: Gramáticas de la (¿post?) violencia: identidades, guerras, cuerpos y fronteras – http://www.vibrant.org.br/lastest-issue-v-15-n-3-09-122018/.

 
 
Prêmios
Outros Prêmios
 
 
Concurso: Prêmio “Eduardo Archetti”

O Centro de Antropologia Social, CAS (Centro de Antropologia Social) do Instituto de Desenvolvimento Econômico e Social, IDES (Instituto de Desenvolvimento Econômico e Social) e Editorial Antropofagia tem o prazer de anunciar o Prêmio “Eduardo Archetti” para 2019, homenageando nosso amigo e colega Eduardo "Lali" Archetti. Este prêmio anual será concedido às três melhores teses de mestrado em antropologia baseadas em pesquisas realizadas na Argentina, Equador, Guatemala ou Noruega, países onde Archetti ensinou e fez pesquisa. A tese que receberá o primeiro prêmio será publicada digitalmente pela Editorial Antropofagia, Argentina. Também pode ser impresso em papel em pequena tiragem, seguindo acordo entre o autor e o editor. O CAS pode contribuir para sua publicação em inglês, dependendo de disponibilidade orçamentária e da aceitação de um editor estrangeiro. O Comitê de Seleção também concederá menção honrosa a duas teses. A data limite para a apresentação dos textos é 15 de julho de 2019. Informações: http://cas.ides.org.ar/files/2019/04/Archetti-Prize-2019.pdf.

 
 
eventos
Eventos no Brasil
 
 
19º Congresso Brasileiro de Sociologia

Data: 19 e 12 de julho de 2019
Local: UFSC – Florianópolis/SC
Informações: https://www.sbs2019.sbsociologia.com.br/site/capa

 
 
2ª Edição do Seminário sobre Armações Baleeiras de Santa Catarina

Data: 19 e 20 de julho de 2019
Local: Florianópolis/SC
Informações: http://www.cultura.sc.gov.br/noticias/21887-fcc-promove- seminario-internacional-sobre-armacoes-baleeiras

 
 
Exposição fotográfica comemorativa dos 30 anos do Navisual (PPGAS/IFCH/UFRGS)

Data: 22 e 25 de julho de 2019
Local: Salão de Festas da Reitoria/UFRGS – Campus Centro
Informações: Folder 30 anosFolder Audiovisual / Folder 3

 
 
Curso: Antropologia e intervenção social no campo da educação

Data: 12 e 15 de agosto de 2019
Local: FFLCH/USP
Informações: Programação

 
 
publicações
Chamada para artigos
 
 
Revista Mediações

A Revista Mediações,  vinculada ao Departamento e Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade Estadual de Londrina (UEL), convida professores  e  pesquisadores  a  apresentarem  propostas  de  dossiês  temáticos  para  suas próximas edições do ano de 2020. As propostas serão recebidas até o dia 15 de agosto de 2019 e devem ser enviadas para o e-mail mediacoes@uel.br. Informações: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/mediacoes/about/submissions#authorGuidelines.

 
 
Revista Runa

Revista Runa, é uma publicação do Instituto de Ciências Antropológicas da Faculdade de Filosofia e Letras da Universidade de Buenos Aires, está recebendo contribuições para o dossiê: "Migraciones, regímenes de control y debates públicos. Dilemas y desafíos contemporáneos para la labor antropológica". Prazo máximo para envio de contribuições: 15 de setembro de 2019. Informações: http://revistascientificas.filo.uba.ar/index.php/runa.

 
 
Revista Iluminuras

A Revista Iluminuras, vinculada a Universidade Federal do Rio Grande do Sul, divulga chamada de artigos para o Primeiro semestre de 2020 – Edição nº 52. Dossiê da Revista Iluminuras versará sobre a Antropologia do Trabalho. Os artigos deverão ser formatados com base nas Diretrizes para Autores disponíveis em: http://seer.ufrgs.br/index.php/iluminuras/about/submissions#authorGuidelines e encaminhados à editoria, através do e-mail: iluminuras@ufrgs.br com cópia para Guillermo Gómez – guillermorosagomez@gmail.com e Manoel Rocha  – manoelcs@live.com. Data limite para envio de propostas: 30 de novembro de 2019. Informações: https://www.seer.ufrgs.br/iluminuras/announcement/view/1081.

 
 
Revistas – Novos números
 
 

A SocUrb – Sociabilidades Urbanas é uma revista do GREM Grupo de Pesquisa em Antropologia e Sociologia (PPGA/DCS/CCHLA/UFPB) – v3, n8, julho de 2019. http://www.cchla.ufpb.br/sociabilidadesurbanas/.

 
 

Tessituras – Revista de Antropologia e Arqueologia – v. 7, n. 1 (2019), Dossiê: Da criação ao abate. Etnografias dos caminhos da pecuária no Brasil – https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/tessituras/issue/view/876/showToc.

 
 

Espaço Ameríndio – Publicação eletrônica semestral e de livre acesso do Núcleo de Antropologia das Sociedades Indígenas e Tradicionais (NIT/UFRGS) – v. 13, n. 1 (2019) – https://seer.ufrgs.br/EspacoAmerindio/index.

 
 

Anuário Antropológico – Periódico editado e mantido pelo Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade de Brasília (PPGAS/UnB) –
v. 44 n. 1 (2019) – http://periodicos.unb.br/index.php/anuarioantropologico/issue/view/ 1778?fbclid=IwAR1BGrog21CD7YqoIGMQ9n MX_D3iGdqzlA76AoRgZSPa1CKzqnYWImP2k_Y.

 
 
Lançamentos – Livros ABA
 
 
Políticas Etnográficas no Campo da Moral

Organizadores:
Theophilos Rifiotis
Jean Segata
Clique aqui para visualizar em PDF

 
 
Lançamentos – Livros 2018
 
 

LIMA, Antonio Carlos de Souza (autor) (2019). Un gran cerco de paz. Poder tutelar, indianidad y formación del Estado en Brasil. Brasília: Editora Casa Chata CIESAS, México.

 
 
Lançamentos – Livros 2019
 
 

DE OLIVEIRA, João Pacheco (autor) (2019). Exterminio y tutela. Procesos de formación de alteridades en el Brasil. Editora: UNSAM Edita – Universidad Nacional de San Martin, Argentina.

 
 

OLIVEIRA, Assis da Costa; DE CASTILHO, Ela Viecko Volkmer (orgs.) (2019). Lei do índio ou Lei do branco – Quem decide? Reflexões sobre sistemas jurídicos indígenas e intervenções estatais. Brasília: Editora Lumen Juris.

 
 

URIARTE, Urpi Montoya (autora) (2019). Entra em beco, sai em beco: formas de habitar o centro: Salvador e Lisboa. Bahia: Editora da EDUFBA.

 
 
notícias da mídia/outras
Colabore com o renascimento do Museu Nacional
 
 

Doe para a reconstrução da Biblioteca de Antropologia Social
Contribute to the rebirth of the National Museum
Donate to rebuilding the Library of Social Anthropology

https://benfeitoria.com/livrosvivosnomuseu

 
 
Ex-ministros de Ciência, Tecnologia e Inovação lançam manifesto na Coppe
 
 
Solicitação de propostas institucionais para sediar a Sétima Conferência PPEPE sobre Etnicidade, Raça e Povos Indígenas, em 2021
 
 

Seção de Etnia, Raça e Povos Indígenas (ERIP) da Associação de Estudos Latino-Americanos e os Estudos Étnicos da América Latina e do Caribe (LACES) estão buscando propostas de instituições interessadas em sediar a sétima conferência ERIP no outono de 2021. Propostas concluídas deve ser enviado até 30 de julho de 2019 para os co-presidentes do ERIP, Lucas Savino (lsavino2@uwo.ca) e Elaine Rocha (Elaine.Rocha@cavehill.uwi.edu). Informações: http://www.aba.abant.org.br/files/20190708_5d23675b12329.pdf.

 
 
Edital 2019 para publicação de novos livros pela Editora da UFRGS
 
 

Editora da UFRGS lança Edital 2019 para publicação de novos livros. Poderão participar da seleção textos de professores e pesquisadores da UFRGS e de outras instituições, nacionais e internacionais, de ensino superior e de pesquisa. Serão selecionados até 03 (três) livros para publicação sem ônus para o proponente após análise e decisão do Conselho Editorial da Editora da UFRGS. Propostas poderão ser enviadas até 12 de agosto de 2019.

 
 
Atenção: As ideias, opiniões e informações expostas no informativo e nas redes sociais da ABA são de responsabilidade dos seus autores e autoras, não refletindo, necessariamente a opinião ou posição da ABA.

Associação Brasileira de Antropologia
Antropologia Brasileira: saberes e diálogos na defesa de direitos e diferenças (2019-2020)


Presidente: Maria Filomena Gregori (UNICAMP)
Vice-Presidente: Sérgio Luís Carrara (UERJ)
Secretária Geral: Thereza Cristina Cardoso Menezes (UFRRJ)
Secretário Adjunto: Luiz Eduardo de Lacerda Abreu (UnB)
Tesoureiro: João Miguel Manzolillo Sautchuk (UnB)
Tesoureira Adjunta: Izabela Tamaso (UFG)
Diretoras:
Angela Mercedes Facundo Navia (UFRN)
Manuela Souza Siqueira Cordeiro (UFRR)
Patrice Schuch (UFRGS)
Patricia Silva Osorio (UFMT)

Informativo ABA
Edição: Carine Lemos
Diagramação: Roberto Pinheiro

Universidade de Brasília
Campus Universitário Darcy Ribeiro – Asa Norte
Prédio do ICS – Instituto de Ciências Sociais – Térreo – Sala AT-41/29
Brasília/DF Cep: 70910-900
Tel/Fax: (61) 3307-3754


Para correspondência:
Caixa Postal 04491
70.842-970
Brasília/DF

Informativos dos anos anteriores

Informativos 2018
Informativos 2017
Informativos 2016
Informativos 2015
Informativos 2014
Informativos 2013
Informativos 2012
Informativos 2011
Informativos 2010
Informativos 2009 
Informativos 2008
Informativos 2007
Informativos 2006

Endereço postal:

Caixa postal 04491
Brasília/DF
CEP: 70842-970

Endereço físico:

UNB - Campus Universitário Darcy Ribeiro - Asa norte
Prédio do ICS - instituto de Ciências Sociais
Térreo - Sala AT-41/29 - Brasília/DF
CEP: 70910-900

Contato:

E-mail: aba@abant.org.br
Tel/fax: +55 (61) 3307 3754
Horário de funcionamento: De segunda a sexta-feira, de 09h às 17hs

© Copyright 2019 Associação Brasileira de Antropologia - Todos os direitos reservados. Por GB Criação de sites e Temas Wordpress

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support