Informativos

Informativo n° 07/2019 | 25/04/2019

Informativo n° 07/2019 | 25/04/2019
 
Acompanhe a ABA em suas redes sociais 
Informativo n° 07/2019  |  25/04/2019
Aproveite os últimos dias da Campanha de anuidade
destaques da ABA
Anuidade 2019 – Campanha de desconto e reajuste
 
 

A Associação Brasileira de Antropologia – ABA representa a comunidade antropológica brasileira em âmbito nacional e internacional, promovendo e divulgando as contribuições do conhecimento antropológico e da atuação dos/as antropólogos/as na garantia de direitos fundamentais e na defesa da pluralidade e da diversidade cultural no país. Para realizar essas funções, a ABA precisa das contribuições de seus/suas associados/as. O pagamento com desconto pode ser feito até o dia 30 de abril de 2019. Confira as condições aqui.

 
 
Renovação da suplência para o CA de Antropologia do CNPq/2019 – Votação até 26/04/19
 
 

A ABA lembra a todos/as que a votação de suplência para o Comitê de Assessoramento (CA) de Antropologia do CNPq/2019 deve ser realizada até o dia 26 de abril de 2019. As instruções para votação estão disponíveis no link: http://cnpq.br/renovacao-de-cas.

Os/as três pesquisadores/as indicados/as pela ABA são:

Theophilos Rifiotis (UFSC)
Fabiola Rohden (UFRGS)
Maria Rosario Goncalves de Carvalho (UFBA)

Continuam como Titulares no CA Cynthia Andersen Sarti (UNIFESP) e Ricardo Ventura Santos (UFRJ); o mandato da Suplente Jane Felipe Beltrão (UFPA) vai até o dia 30/06/19.

 
 
Nota de apoio à decisão do Museu Americano de História Natural
 
 

A Associação Brasileira de Antropologia manifesta total apoio à decisão do Museu Americano de História Natural de não sediar o evento, promovido pela Câmara de Comércio Brasil – Estados Unidos, que homenageará o Presidente da República do Brasil Jair Bolsonaro no próximo dia 14 de maio.

Contrariando a histórica missão do Museu Americano de promover e divulgar informações e pesquisas que valorizem a diversidade cultural e a defesa do meio ambiente, o atual presidente e sua equipe governamental promovem uma agenda política anti-científica que reduziu drasticamente o orçamento destinado à educação pública e à pesquisa científica, e que coloca sob suspeita professores e instituições de ensino e pesquisa. Além disso, Bolsonaro representa um sério risco para a preservação dos direitos humanos na medida em que ataca sistematicamente os direitos culturais e territoriais das populações indígenas, quilombolas e de demais povos tradicionais, condena as políticas de promoção da diversidade cultural, de gênero e racial, defende publicamente o fascismo e enaltece a memória dos torturadores do regime militar. Também defende uma agenda política contrária à defesa do meio-ambiente e a favor do agronegócio – negando os efeitos da mudança climática, liberando o uso generalizado de agrotóxicos e a exploração da Amazônia para fins lucrativos.

Consideramos que tal homenagem contradiria os princípios fundamentais de uma das mais prestigiosas e respeitadas instituições científicas que é o Museu Americano de História Natural, tão comprometido com a defesa dos direitos humanos, da diversidade cultural e da preservação do meio ambiente.

Brasília, 16 de abril de 2019.

Associação Brasileira de Antropologia – ABA e seu Comitê Patrimônio e Museus

Leia aqui a nota em PDF.

 
 
ABA apoio a Mobilização em Defesa da Ciência Brasileira
 
 

A Associação Brasileira de Antropologia (ABA) apoia integralmente as iniciativas da SBPC, que vem buscando preservar a atividade científica, salvaguardar a democracia e consolidar a educação pública em nosso país. Consideramos, assim, fundamental participar de ações como a "Iniciativa de C&T no Parlamento – ICTP.br", que será lançada no dia 08 de maio de 2019, no Congresso Nacional. A ABA estará presente no lançamento e também se dispõe a participar de reunião com o Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, prevista para o dia 09 de maio de 2019, sujeita a confirmação do Ministério. As associações de ciências sociais brasileiras (ABA, SBS, ABCP, ANPOCS) já estão articuladas e, também, planejam iniciativas conjuntas de ouvidoria e de relações institucionais, de modo a fortalecer nossas posições no campo científico brasileiro e preservar o conhecimento que produzimos.

Confira aqui a mensagem da Presidência da SBPC, dirigida aos/as Presidentes das sociedades científicas, sobre a Mobilização em Defesa da Ciência Brasileira.

 
 
59 Novos/as associados/as e 18 mudanças de categoria
 
 

A ABA dá as boas-vindas aos/às novos/as associados/as (19 efetivos/as, 32 pós-graduandos/as, 03 colaboradores/as e 05 aspirantes) e saúda os/as que agora estão em nova categoria.

Efetivos/as – Alberto Fidalgo Castro, Alexandra Eliza Vieira Alencar, Alexsânder Nakaóka Elias, Anderson Vicente da Silva, Asher Grochowalski Brum Pereira, Cristiano Guedes de Souza, Daniel Belik, Flora Clarissa Cardim Pimentel, Juliana Cintia Lima e Silva, Luiz Alberto Alves Couceiro, Maria Aparecida Webber, Marcelino Conti de Souza, Nayra Joseane e Silva Sousa, Odile Elise Augusta Rgeinensi, Omar Souza Nicolau, Priscila de Santana Anzoategui, Rejane Valvano Corrêa da Silva, Sílvia Monnerat Barbosa e Thomas Jacques Cortado;

Pós-graduandos/as – Alana Aragão Ávila, Amanda Bartolomeu Santos, Amanda Jardim da Silva Rezende, Ana Patrícia Reis da Silva, Andréa Lúcia Cavararo Rodrigues, Andressa dos Santos Alves, Calvin Da Cas Furtado, Clarisse Drummond Martins Machado, Daniele Lemos Moreira, Érico de Souza Brito, Felipe Pereira Jucá, Gabriela Cleveston Gelain, George Feitosa Carvalho, Glécio Ísavo de Araújo, Herbert Walter Hermann, Ilana Magalhaes Barroso, José Welington de Jesus, Leonardo de Oliveira Cruz, Lívia Ferraz da Costa Duarte, Luiza Giordani, Marcelle Schimitt, Maria da Penha da Silva, Maria Elizandra Lopes Torekureuda, Marielda Barcellos Medeiros, Marlise Mirta Rosa, Matilde Quiroga Castellano, Maurício Marinho da Silva, Natália Bouças do Lago, Paula Alegria Bento, Paulo Airton Maia Freire, Walderes Coctá Pripra de Almeida e Zacarias Milisse Chambe;

Colaboradores/as – Anelise Rizzolo de Oliveira, Maurice Seiji Tomioka Nilsson e Weslei Lopes da Silva;

Aspirante – Antonio Jeovane da Silva Ferreira, Giovanna Barros Gomes, Humberto Bismark Silva Dantas, Mathêus Sampaio da Silva Lima e Wertton Luís de Pontes Matias;

Mudanças de categoria (pós-graduandos/as para efetivos/as) – Arlindo José de Souza Neto, Bernardo Fonseca Machado, Cauê Fraga Machado, Celso de Brito, Edilma do Nascimento Jacinto Monteiro, Gleicy Mailly da Silva, Guilherme Gitahy de Figueiredo, José Maria Ferreira Costa Júnior, Juliane Bazzo, Leonildo Nazareno do Amaral Guedes, Luana Zambiazzi dos Santos, Lucas Neiva Peregrino e Mônica da Silva Araujo;

Mudanças de categoria (pós-graduandos/as para colaboradores/as) – Victoria Puntriano Zuniga de Melo e William de Almeida Corbo;

Mudanças de categoria (aspirantes para pós-graduandos/as) – Ana Carolina Ramos de Oliveira, Jéssica Zaramella e Wemerson Ferreira da Silva.

 
 
Movimento 2022 (www.2022brasil.org.br) O Brasil que queremos – Entrevista com Lia Zanotta Machado
 
 

Confira no link: https://www.youtube.com/watch?v=5k5UHvEsUIU&list=PL9IsItk2XEKRqtfr7DWz4_jguc0vW6ZGN&index=109&t=0s.

 
 
Vibrant
 
 

Confira o novo número da Vibrant:

v.15 n.3 – 09-12/2018: Gramáticas de la (¿post?) violencia: identidades, guerras, cuerpos y fronteras – http://www.vibrant.org.br/lastest-issue-v-15-n-3-09-122018/.

 
 
in memoriam
Falecimento de Larissa Adler Lomnitz (1932-2019)
 
 

Larissa Adler Lomnitz (também Larissa Adler Milstein) nasceu na França e faleceu no México, onde, baseada na Universidade Nacional Autônoma, fez sua carreira como antropóloga internacionalmente aclamada, uma das mais importantes, prolíficas, respeitadas e reconhecidas da sua geração. Filha de pai antropólogo e indigenista, que havia cooperado com José Carlos Mariátegui no Perú, foi mais além do estudo de povos indígenas. Viveu em vários países sul-americanos antes de mudar-se ao México. Suas contribuições mais conhecidas se deram no estudo da migração, da “marginalidade”, da economia informal, da classe média, do mundo universitário, empresarial e político. Seu livro, Como Sobreviven los Marginados, primeiramente publicado em 1976, é um clássico com muitas edições em espanhol. As redes sociais, a reciprocidade e sua importância na vida econômica e política foram um viés central no pensamento de Larissa. Como diz Guillermo de la Peña: “a obra de Larissa Lomnitz abriu caminhos inéditos para a antropologia latino-americana”. Larissa era amiga de vários antropólogos brasileiros, entre os quais a professora Ruth Cardoso, da Universidade de São Paulo. Tive a sorte de, no começo dos anos 2000, lecionar com ela um curso sobre globalização e mercados informais, na pós-graduação em antropologia da Universidade de Brasília. Mais afortunado ainda fui ao recebê-la, no período, em minha casa por dois meses quando, além de poder admirar a acadêmica, passei a conhecer de perto a excelente pessoa que era. Larissa deixa filhos, entre eles Claudio Lomnitz, colega da Universidade de Columbia (Nova Iorque), e netos. Será lembrada por sua obra, pelo exemplo que deixou como pesquisadora, professora e pessoa.

Gustavo Lins Ribeiro
Universidad Autónoma Metropolitana – Lerma (México)
Universidade de Brasília

Para saber mais: http://www.100.unam.mx/images/stories/universitarios/dhc/PDF/adler-milstein-larissa.pdf.

 
 
Falecimento de Patrick Menget (13/04/2019)
 
 

O antropólogo francês Patrick Menget faleceu no dia 13 de abril em Budapest vitimado de um ataque cardíaco, uma perda lastimável para a etnologia do Brasil, deixando toda uma geração muito triste pelo sua passagem para a outra vida. Toda a sua produção acadêmica foi dedicada aos povos indígenas do Brasil, com mais de cinquenta anos de carreira, iniciada no início dos anos sessenta. Ele realizou suas pesquisas no Parque Indígena do Xingu, entre os Ikpeng, e escreveu a primeira monografia sobre este povo, que é também conhecido na literatura etnológica como Tixkao. Estudou na Universidade Harvard (USA), onde apresentou sua tese de doutorado. Em seguida foi absorvido como professor no então Departamento de Etnologia e Sociologia Comparativa da Universidade de Paris X, em Nanterre, onde fez uma brilhante carreira, orientando inúmeras dissertações de mestrado e teses de doutorado, de estudantes brasileiros e franceses. Em seguida, foi escolhido para ser o conferencista da 6a. Sessão da Escola Prática de Altos Estudos em Ciências Sociais (EPHS). Além do português, que falava brilhantemente, Patrick Menget falava também a língua dos Ikpeng.

Leia aqui a íntegra do texto produzido por Renato Athias.

 
 
Falecimento de Sydel Silverman (23/03/2019)
 
 

Sydel Silverman nasceu em 20 de maio de 1933, em Chicago, e faleceu na cidade de Nova Iorque, em 23 de março de 2019, acometida de um câncer. Sua carreira acadêmica se desenvolveu na City University of New York (CUNY) onde foi chefe do Departamento de Antropologia de Queens College, de 1970 a 1973, e Coordenadora do Programa de Doutorado em Antropologia do Centro de Pós-Graduação até 1986. De 1987 a 1999, foi presidente da Wenner-Gren Foundation for Anthropological Research. Sydel fez pesquisa de campo na Itália da qual resultou seu conhecido livro Three Bells of Civilization. Life in an Italian Hill Town. Líder nata, interessada em compreender e difundir a antropologia, escreveu e organizou vários livros sobre a disciplina como Teachers and Totems, sobre autores clássicos, The Beast on the Table, sobre sua experiência como organizadora de muitos dos famosos simpósios internacionais da Wenner-Gren Foundation, e One Discipline. Four Ways, com Fredrik Barth, Robert Parkin e Andre Gingrich, comparando as antropologias em Alemanha, França, Estados Unidos e Inglaterra. Sydel Silverman foi casada, em segunda núpcias, com Eric Wolf. Após a morte de Wolf, em 1999, ela organizou Pathways of Power, uma coletânea de vários dos artigos do marido. Sua liderança política foi crucial para manter o lugar da antropologia internamente à Universidade da Cidade de Nova Iorque, bem como, já enquanto presidente da Fundação, para estimular e apoiar a criação de organizações antropológicas internacionais como a European Association of Social Anthropology e a Pan-African Anthropological Association. Sydel visitou o Brasil várias vezes, especialmente quando simpósios internacionais da Fundação Wenner-Gren eram realizados em um hotel de campo em Teresópolis, estado do Rio de Janeiro. Em algumas ocasiões, aproveitou suas viagens e visitou o Departamento de Antropologia, da Universidade de Brasília e o Museu Nacional, da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Tive o prazer de ter sido seu aluno na CUNY e mais tarde, a seu convite, no começo da década de 1990, ter trabalhado com ela como membro do Conselho Consultivo da Wenner-Gren Foundation por três anos. Sydel deixa duas filhas, um enteado, vários netos e bisnetos.  Seu legado, como pessoa generosa e amiga, pesquisadora, líder e administradora, é estruturado em boa parte por sua atuação na política científica da disciplina, como bem expressa seu reconhecimento como presidente emérita da Wenner-Gren Foundation for Anthropological Research.

Gustavo Lins Ribeiro
Universidad Autónoma Metropolitana – Lerma (México)
Universidade de Brasília

Para saber mais: https://www.nytimes.com/2019/04/05/obituaries/sydel-silverman-dead.html.

 
 
Falecimento de Mio Vacite (11/03/2019)
 
 

Faleceu dia 11 de março de 2019, o Presidente da União Cigana do Brasil. Leia aqui o texto de Felipe Berocan Veiga em sua homenagem e aqui o currículo como músico e como pioneiro ativista do movimento cigano no Brasil.

 
 
eventos
Eventos no Brasil
 
 
43º Encontro Anual da ANPOCS

Data: 21 a 25 de outubro de 2019
Local: Caxambu/MG
Informações: http://anpocs.com/index.php/43-encontro-anual-2019/2750-encontros-anuais/43-encontro/2060-edital-2020 / http://anpocs.com/index.php/43-encontro-anual-2019/2750-encontros-anuais/43-encontro/2058-inscricao
Propostas de resumos para os Seminários Temáticos (STs) e Simpósios de Pesquisas Pós-Graduadas (SPGs) até o dia 29 de abril de 2019

 
 
VI Reunião Equatorial de Antropologia – REA

Data: 09 a 12 de dezembro de 2019
Local: UFBA
Informações: 1ª Circular

 
 
oportunidades
Concursos e Seleções
 
 
Processo Seletivo Simplificado para Professor Visitante da UFRR

O Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade Federal de Roraima – UFRR, divulga processo seletivo para contratação de Professor Visitante. As inscrições serão efetuadas via Internet por meio do sistema de inscrições: www.concursos.ufrr.br “Área do Candidato”, no período compreendido das 10 horas do dia 24 de abril de 2019 até às 17 horas e 30 minutos do dia 10 de maio de 2019. Informações: http://progesp.ufrr.br/index.php/1469-abertura-de-processo-seletivo-simplificado-edital-31-2019-professor-visitante.

 
 
Chamada MCTIC/CNPq Nº 05/2019 – Programa Ciência na Escola

Constitui objeto desta Chamada o apoio a projetos que visem contribuir significativamente para o desenvolvimento científico e tecnológico e a inovação do País, na temática do ensino de ciências na educação básica, em consonância com o Objetivo do Desenvolvimento Sustentável – ODS 4: Educação de Qualidade. Inscrições até 27 de maio de 2019. Informações: http://resultado.cnpq.br/2957661125517977.

 
 
publicações
Chamada para artigos
 
 
Revista Vivência

A Vivência: Revista de Antropologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte convida todas/os a submeterem propostas de artigos ao dossiê previsto para o primeiro semestre do ano de 2020. As/os autoras/es devem submeter seus textos, seguindo as normas do periódico e o prazo do dossiê até o dia 21 de julho de 2019, por meio do portal: http://periodicos.ufrn.br/vivencia. Além dos artigos apresentados ao dossiê, o periódico também recebe propostas sob a forma de fluxo contínuo, tendo por objetivo publicar artigos, ensaios, relatos de experiências de campo e de ensino, resenhas e trabalhos em audiovisual.

 
 
Lançamentos – Livros ABA
 
 
À procura do bom viver: território, tradição de conhecimento e ecologia doméstica entre os Kaiowa

Autor:
Fabio Mura
Clique aqui para visualizar em PDF

 
 
notícias da mídia/outras
Nota técnica da defensoria pública da união sobre decreto 9.759/2019
 
 

Veja aqui a nota técnica elaborada pela Defensoria Pública da União, para a Ministra Damares, sobre extinção de conselhos e comitês.

 
 
Atenção: As ideias, opiniões e informações expostas no informativo e nas redes sociais da ABA são de responsabilidade dos seus autores e autoras, não refletindo, necessariamente a opinião ou posição da ABA.

Associação Brasileira de Antropologia
Antropologia Brasileira: saberes e diálogos na defesa de direitos e diferenças (2019-2020)


Presidente: Maria Filomena Gregori (UNICAMP)
Vice-Presidente: Sérgio Luís Carrara (UERJ)
Secretária Geral: Thereza Cristina Cardoso Menezes (UFRRJ)
Secretário Adjunto: Luiz Eduardo de Lacerda Abreu (UnB)
Tesoureiro: João Miguel Manzolillo Sautchuk (UnB)
Tesoureira Adjunta: Izabela Tamaso (UFG)
Diretoras:
Angela Mercedes Facundo Navia (UFRN)
Manuela Souza Siqueira Cordeiro (UFRR)
Patrice Schuch (UFRGS)
Patricia Silva Osorio (UFMT)

Informativo ABA
Edição: Carine Lemos
Diagramação: Roberto Pinheiro

Universidade de Brasília
Campus Universitário Darcy Ribeiro – Asa Norte
Prédio do ICS – Instituto de Ciências Sociais – Térreo – Sala AT-41/29
Brasília/DF Cep: 70910-900
Tel/Fax: (61) 3307-3754


Para correspondência:
Caixa Postal 04491
70.842-970
Brasília/DF

Informativos dos anos anteriores

Informativos 2018
Informativos 2017
Informativos 2016
Informativos 2015
Informativos 2014
Informativos 2013
Informativos 2012
Informativos 2011
Informativos 2010
Informativos 2009 
Informativos 2008
Informativos 2007
Informativos 2006

Endereço postal:

Caixa postal 04491
Brasília/DF
CEP: 70842-970

Endereço físico:

UNB - Campus Universitário Darcy Ribeiro - Asa norte
Prédio do ICS - instituto de Ciências Sociais
Térreo - Sala AT-41/29 - Brasília/DF
CEP: 70910-900

Contato:

E-mail: aba@abant.org.br
Tel/fax: +55 (61) 3307 3754
Horário de funcionamento: De segunda a sexta-feira, de 09h às 17hs

© Copyright 2019 Associação Brasileira de Antropologia - Todos os direitos reservados. Por GB Criação de sites e Temas Wordpress

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support