Informativos

Informativo especial n° 23/2015 | 23/11/2015

 
 
 
  ABA divulga GTs e MRs aprovadas para a 30ª RBA
Informativo especial n° 23/2015  |  23/11/2015
 
destaques da ABA
 
30ª Reunião Brasileira de Antropologia
0
0
 

Grupos de Trabalho (GTs) aprovados:

* A manutenção dos GTs no evento depende da aprovação de pelo menos 10 e no máximo 15 trabalhos por proposta.

Período de inscrições, com submissão de resumos, nos GTs: 23 de novembro de 2015 a 15 de março de 2016.

001. A GESTAO PUBLICA DA PROSTITUICAO: politicas, putas e conflitos nas arenas locais e internacionais

002. Agenciamentos sociais e políticas públicas de saúde: cruzando e confrontando perspectivas

003. Agricultura familiar, campesinidade e feiras-livre: um lugar de intersecção rural/urbano.

004. Antropologia da comunicação: teorias, metodologias e experiências etnográficas do campo.

005. Antropologia da Criança

006. Antropologia da morte: teorias de ritual

007. Antropologia da Técnica

008. Antropologia das Catástrofes: abordagens e perspectivas.

009. Antropologia das relações humano-animal

010. Antropologia Digital, Tecnologia e Cibercultura

011. Antropologia do Cinema: entre narrativas, políticas e poéticas

012. Antropologia do esporte: entre a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos

013. Antropologia do Garimpo: Conflito e memória.

014. Antropologia dos Patrimônios e Esfera Pública

015. Antropologia e crítica pós-colonial

016. Antropologia e políticas de saúde

017. Arte e antropologia

018. Articulações transnacionais, identidades indígenas e políticas indigenistas nos séculos XX e XXI

019. Cidades, turismo e experiências urbanas

020. CIGANOS: um exercício de comparação etnográfica.

021. Coleções, Colecionadores e Práticas de Representação

022. Cultura Popular, Patrimônio e Performance

023. Diálogos no campo da Antropologia da Alimentação: Comensalidade, Ética e Diversidade

024. Dinâmicas sociais, poder e transformação na África Contemporânea

025. “Direitos Humanos”: moralidades, políticas e disputas

026. Emoções, Política e Trabalho no Mundo Contemporâneo

027. Ensinar e Aprender Antropologia

028. Entre seres intangíveis e pessoas: experiência e história

029. Etnicidade e luta por direitos: estratégias indígenas para defesa e recuperação de territórios

030. Etnografia de documentos e burocracias: desafios teórico-metodológicos da análise de práticas de poder

031. Etnografias da (des)ordem: ilegalismos, mercados e controles

032. Etnografias da Deficiência

033. Etnografias das Interseccionalidades: Raça e Gênero no Contexto Latino-americano das Políticas Públicas

034. Etnografias em contextos de violência

035. Fantasmas dentro da máquina? O ofício antropológico dentro e na órbita da institucionalidade estatal.

036. Festas, celebrações e ritos: o patrimônio em questão e como questão

037. Indígenas, Quilombolas e outros Povos e Comunidades Tradicionais em Situações Urbanas: identidades, territórios e conflitos.

038. Interfaces contemporâneas dos estudos de rituais e performances

039. Manifestações políticas religiosas e seculares: outro olhar sobre as ruas brasileiras

040. Marcadores sociais em diálogo: gênero, sexualidade, idade/geração e o curso da vida

041. Medicinas Tradicionais: Ritual, Manejo de Infortúnio e Identidade

042. Migrações Internacionais contemporâneas: análises, debates e conjunturas

043. Moradores da Maloca (Aldeia) Grande: Reflexões sobre os indígenas no contexto urbano

044. Música e Dança nos Processos de Mobilização Coletiva e Afirmação de Identidades

045. O Pantanal e seu entorno: diversidade, relações sociais e conflitos

046. O trabalho do antropólogo e a implementação dos direitos das comunidades dos quilombos

047. Ofícios e profissões: memória social, identidades e construção de espaços de sociabilidade

048. Onde estava escrito? Criatividade, inovação e a teoria etnográfica.

049. Partos e/ou maternidades e políticas do corpo: perspectivas antropológicas

050. Perspectivas Antropológicas no Esporte e no Lazer: corpos, gêneros e sociabilidades

051. Políticas das drogas: éticas de consumo, diversidades das práticas e conflitos acerca de seus controles

052. Políticas Etnográficas no Campo da Cibercultura

053. Populações costeiras, processos sociais e meio ambientes

054. Povos e Populações Tradicionais e Política Públicas na Perspectiva Antropológica

055. Processos identitários étnicos, território e tradições de conhecimento

056. Racismo no Plural nas Américas: Situando Povos Indígenas e Afro-Indígenas

057. Religiões afro-brasileiras: dos quadros sinópticos às matrizes transformacionais

058. Religiões e percursos de saúde no Brasil hoje: as “curas espirituais”

059. Risco: entre teoria e práticas sociais/coletivas

060. Territórios e Impactos Socioambientais: projetos desenvolvimentistas e reordenação territorial na América Latina.

061. Territórios vividos: territorialidades e processos de constituição das populações do campo

062. Tradução, conexões e re(criações) culturais das religiões brasileiras na Europa e em outros contextos nacionais

063. Trajetórias religiosas em trânsito e novas configurações identitárias

064. Visualidades Indígenas

Mesas-Redondas (MRs) aprovadas:

Período para inserção do debatedor (se houver) e submissão dos títulos e resumos dos participantes das MRs: 23 de novembro de 2015 a 15 de março de 2016.

001. A Construção da Etnicidade: Território, Mobilização e Éticas do “bem viver”

002. Ações antropológicas e ajuda humanitária : novos desafios

003. Antropologia & Cinema: diálogos latino-americanos

004. Antropologia da Criança no Brasil

005. Antropologia e Esfera Pública Estatal: possibilidades e dilemas da incidência da disciplina e de seus profissionais em políticas públicas

006. Antropologia e História: cenários compartilhados, desafios de pesquisa e demandas futuras.

007. Antropologia e Licenciamento Ambiental de Grandes Obras II: Formas de ação antropológica, reconhecimento de direitos e a aplicação dos princípios de consulta pública.

008. Antropologia Visual e Hipermídia: práticas de pesquisa entre a circulação das imagens e a inscrição etnográfica.

009. Antropologia y Catástrofes: uma leitura comparativa.

010. Artes de rua, cidade e imagem: novos dilemas da etnografia urbana

011. Desafios metodológicos, éticos e políticos nas pesquisas sobre práticas de uso, comércio e controle de drogas ilícitas

012. Diásporas, sujeitos diaspóricos e pós-colonialismo: leituras etnográficas das políticas e sensibilidades nos deslocamentos e desterros

013. Diversidade Sexual e de Gênero em Áreas Rurais, Contextos Interioranos e/ou Situações Etnicamente Diferenciadas – novos descentramentos, outras axialidades.

014. Estado, políticas desenvolvimentistas e seus impactos sobre territórios e modos tradicionais de vida

015. Etnografia das instituições: reflexões a partir de uma instituição de pesquisa

016. ETNOGRAFIAS NA EDUCAÇÃO: desafios, limites e possibilidades.

017. Festa e festivalização no urbano contemporâneo: cultura popular, patrimônio imaterial e performance.

018. Fronteiras de gênero, dobras da política

019. Imagens da Juventude

020. Instituições religiosas, direitos e novas configurações familiares: construções do laico e do religioso no Brasil

021. Interculturalidade na Universidade brasileira: tensões, conflitos e desafios

022. Mundos Lusófonos e Patrimônios Partilhados

023. “Natureza e cultura: expectativas futuras e antigas amarras”

024. Natureza, Cultura e Técnica: perspectivas de gênero e a virada ontológica

025. O consumo de bebidas alcoólicas: entre usos valorativos e condenados

026. O Musicar Local – novas perspectivas na antropologia da música

027. Os Bastidores da festa. Trabalho, performance e experiência

028. Os desafios à pesquisa etnográfica: práticas de pesquisa em situações de conflito referidas às chamadas novas etnias

029. Partos e maternidades: discursos e contra-discursos no Brasil contemporâneo

030. Perspectivas antropológicas acerca do curso da vida: intersecções entre gênero, sexualidade e geração

031. Práticas culturais juvenis, mobilizações e insurgências no espaço urbano

032. Questões de ética de pesquisa antropológica à luz de experiências recentes no estudo de usuários de crack

033. Refugiados no Brasil: deslocamentos forçados e conexões transnacionais em perspectiva

034. Religiões e espaço público

035. Saúde e Direitos: ética, conflitos e dilemas

036. Sincretismos e Contrassincretismos Afro-Brasileiros

037. Sociedade, Cultura e Ambiente: Perspectivas sobre mercado justo, a economia moral e a reciprocidade – Brasil e México.

038. Sofrimento, Política e Emoções

039. Técnica, estética, política e fluxos de materiais

040. Teoria e teóricos da etnografia religiosa afro-americana

041. Vestígios, Restos e Substratos corporais humanos em seus diversos agenciamentos

Simpósios Especiais (SEs)

O prazo para submissão de propostas para Simpósios Especiais (SEs) é de 14 de outubro a 30 de novembro de 2015. Lembramos que os SEs serão coordenados e elaborados exclusivamente pela Diretoria da ABA e aos coordenadores de SEs é vedada a apresentação de trabalho.

As dúvidas sobre a 30ª RBA devem ser submetidas para:  30rba@abant.org.br
Confira as regras no link:  http://www.30rba.abant.org.br/conteudo/view?ID_CONTEUDO=308.

0
0
Calendários 2016 – Pedidos de filiação/mudanças de categoria
0
0
 

As solicitações para pedidos de filiação e mudanças de categoria serão analisados/as conforme calendário pré-estabelecido. Fique atento aos prazos:

Primeira chamada 2016:

12/02/2016 – Prazo para a Secretaria Administrativa receber toda a documentação de solicitações;

07/03/2016 – Divulgação dos resultados, por e-mail, aos/as candidatos/as.

Segunda chamada 2016:
 
16/09/2016 – Prazo para a Secretaria Administrativa receber toda a documentação de solicitações;

10/10/2016 – Divulgação dos resultados, por e-mail, aos/as candidatos/as.

0
0

Associação Brasileira de Antropologia
Políticas da Antropologia (2015-2016)

Presidente Antonio Carlos de Souza Lima (MN/UFRJ)

Vice-Presidente Jane Felipe Beltrão (UFPA)
Secretário Geral Sergio Ricardo Rodrigues Castilho (UFF)
Secretária Adjunta Paula Mendes Lacerda (UERJ)
Tesoureira Geral Andrea de Souza Lobo (UnB)
Tesoureira Adjunta Patrícia Silva Osorio (UFMT)   

Diretores/as
Carla Costa Teixeira (UnB)
Carlos Guilherme Octaviano do Valle (UFRN)
Júlio Assis Simões (USP)
Patrice Schuch (UFRGS)

Informativo ABA
Edição: Carine Lemos
Diagramação: Roberto Pinheiro

Universidade de Brasília
Campus Universitário Darcy Ribeiro – Asa Norte
Prédio do ICS – Instituto de Ciências Sociais – Térreo – Sala AT-41/29
Brasília/DF Cep: 70910-900
Tel/Fax: (61) 3307-3754

Para correspondência:
Caixa Postal 04491
70.904-970
Brasília/DF

Informativos dos anos anteriores

Informativos 2018
Informativos 2017
Informativos 2016
Informativos 2015
Informativos 2014
Informativos 2013
Informativos 2012
Informativos 2011
Informativos 2010
Informativos 2009 
Informativos 2008
Informativos 2007
Informativos 2006

Informativos

Endereço postal:

Caixa postal 04491
Brasília/DF
CEP: 70842-970

Endereço físico:

UNB - Campus Universitário Darcy Ribeiro - Asa norte
Prédio do ICS - instituto de Ciências Sociais
Térreo - Sala AT-41/29 - Brasília/DF
CEP: 70910-900

Contato:

Fale conosco
E-mail: aba@abant.org.br
Telefone: +55 (61) 3307 3754del>
  Celular: +55 (61) 98594-9104

Horário de funcionamento: De segunda a sexta-feira, de 09h às 17hs

© Copyright 2019 Associação Brasileira de Antropologia - Todos os direitos reservados. Por GB Criação de sites e Temas Wordpress

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support