Informativos

Informativo n° 021/2013 | 23/12/2013

 
 
  Nova: revista, TV, carteira
Informativo n° 021/2013  |  23/12/2013
destaques da ABA
Mensagem de Boas Festas
 
 

Ao se encerrar 2013, a diretoria da ABA agradece a todos e todas que colaboraram para que este tenha sido um ano de muitas realizações, especialmente os que integram suas Comissões e Comitês, e aos associados que participaram da gestão da ABA organizando eventos, denunciando ameaças a direitos constitucionais e redigindo cartas e notas.
Em 2013, demos especial atenção ao fortalecimento e a expansão de nossa Associação no país, organizando diretamente, em todas as regiões do país, 11 eventos e participando com parceria na organização de vários outros.
Reestruturamos o site da ABA, criamos uma revista de divulgação de pesquisas, a Novos Debates, cujo primeiro número já está na rede, e realizamos as duas primeiras transmissões pela TV ABA, que entra no ar com uma programação regular em 2014.
Lideramos, juntamente com a ANPOCS, a criação do Fórum de Associações de Ciências Humanas, reunindo mais de vinte Associações, que já teve 03 reuniões e que está encaminhando diversas reivindicações de nossa área, entre elas, a de uma regulamentação específica para o controle da ética na pesquisa.
Nosso quadro de associados foi acrescido de mais 107 antropólogos.
Na política, dialogamos diretamente com três Ministros (da Ciência e Tecnologia, da Justiça e da Educação) e com diversos setores do Estado. Na defesa de direitos constitucionais envolvendo as populações com que tradicionalmente os antropólogos tem trabalhado, passamos moções, enviamos cartas à Presidenta, e aos órgãos diretamente relacionados.
No plano internacional, trouxemos para o Brasil o próximo congresso da IUAES, que será organizado pela ABA em 2018, e divulgamos a VIBRANT através de folder em inglês distribuindo no exterior. Nossa revista, que completou 10 anos, e que está agora nos portais do scielo e no revues.org, dobrou o número de visitas em 2013.
Encerramos 2013 com mais dinheiro no caixa do que no início da gestão – não contabilizando o financiamento obtido na Ford para projetos envolvendo a Comissão de Assuntos Indígenas e o Comitê Quilombos. Por tudo isto, temos bons motivos de comemorar. Que 2014 seja ainda melhor para ABA.
Desejamos um Final de Ano de paz e união, e que o ano de 2014 proporcione novos desafios e conquistas. Boas festas!

Carmen Rial
Presidente da ABA

 
Novos Debates, novas revista da ABA, publica seu primeiro número
 
 

Novos Debates é um novo espaço para novas ideias. Trata-se de um fórum de publicações, promovido pela Associação Brasileira de Antropologia, voltado a pesquisadoras/es em formação em antropologia, mas aberto também à contribuição de professoras/es. Pretende-se um espaço de divulgação ampla e reflexão crítica sobre a produção antropológica contemporânea, através de modelos alternativos de debates e contribuições. Novos Debates representa a criação de um espaço dinâmico de diálogo, opiniões e embates necessários à formação das novas gerações de pesquisadoras/es em antropologia. Confira no site:  http://novosdebates.abant.org.br/.

 
Nova Carteirinha
 
 

A nova carteirinha da ABA poderá ter a sua foto. Para torná-la ainda mais útil como documento de identificação dos/as associados/as, a ABA estará incluindo fotos nas carteirinhas 2014, desde que sejam enviadas para o e-mail  aba@abant.org.br, até o 1º dia do mês subsequente da data do pagamento da anuidade 2014. Só podemos aceitar fotos enviadas para o e-mail, e já no formato a ser colocado na carteirinha. A carteirinha da ABA, criada na gestão de Ruben Oliven, este ano ganhou o número de cadastro, a pedido dos antropólogos que trabalham para órgãos governamentais e ONGs.

 
Evento ABA: Seminário Nacional do Comitê Quilombos analisa 25 anos da Constituição Federal
 
 

O Seminário Nacional Comitê Quilombos – Os Direitos dos Quilombos e o Dever do Estado Brasileiro; Análises dos 25 anos da Constituição Federal de 1988 ocorreu entre nos dias 12 e 13 de dezembro, em Vitória/ES (UFES). O evento teve duas sessões: uma com estudos de situações locais e regionais de processos de expropriação de territórios, conflitos e demarcadores de identidades, e outra com análises dos movimentos dos quilombos pelo direito aos territórios e as respostas do Estado. O evento contou com a presença e participação da presidente da ABA, Carmen Rial, de 19 pesquisadores de diversos estados brasileiros apresentando trabalhos sobre quilombos, sendo 10 deles integrantes do Comitê Quilombos da ABA. Contou ainda com a participação de um representante da Coordenação Nacional das Comunidades dos Quilombos (CONAQ), dois procuradores do Ministério Público Federal e dois representantes do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), além da participação de vários estudantes e professores da UFES. O evento foi organizado em quatro sessões, debatendo em cada uma delas os seguintes temas: 1) Processos de expropriação de territórios, conflitos e demarcadores de identidades: estudos de situações locais e regionais; 2) Os movimentos dos quilombos pelo direito ao território e as respostas do Estado: análises avaliativas; 3) Os quilombos no Espírito Santo e os demarcadores de identidades: estudos de situações locais e regionais; 4) Os direitos dos quilombos: contexto nacional e situações locais. As análises avaliativas das políticas do Estado Brasileiro acerca dos direitos dos quilombos predominaram nos debates, tendo como resultado dois produtos finais: de imediato uma “Campanha pela Titulação dos Territórios Quilombolas”, divulgada abaixo, e para 2014 um livro reunindo os textos que foram apresentados no seminário. Para que o seminário fosse realizado, duas comissões, uma organizadora e outra de apoio, conforme se verifica na programação anexa, foram fundamentais. Veja a programação e o cartaz do Seminário.

 
Campanha pela titulação das terras quilombolas
 
 

Como um dos resultados do Seminário Nacional: “Os direitos dos quilombos e o dever do Estado Brasileiro: analises dos 25 anos da Constituição Federal de 1988”, realizado em Vitória, o Comitê Quilombos está lançando uma Campanha Nacional pela Regularização de Terras Quilombolas.

Veja aqui o cartaz.

 
TV ABA transmite Seminário de Laudos Antropológicos
 
 

O Seminário Laudos Antropológicos em Perspectivas ocorreu entre os dias 27 e 29 de novembro, na Universidade Federal da Paraíba, em João Pessoa, e teve transmissão online ao vivo pela TV ABA. Esta foi a segunda transmissão da TV ABA (a primeira foi durante do TransOceanik, em Florianópolis) que deverá estar funcionando regularmente em março de 2014. O Seminário, promovido pela CAI-ABA, em colaboração com o MPF e os programas de pós-graduação em Antropologia e em Direitos Humanos da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), contou com a presença de antropólogos e de procuradores da República de diversos estados do país, além de uma representante da FUNAI. Foram três os eixos temáticos a orientarem os trabalhos, abordados em diversas mesas redondas e em um amplo debate ao final de cada dia. Esses eixos foram: 1) “Novos dispositivos jurídicos e seus efeitos sobre os laudos”; 2) “O papel do antropólogo, condicionantes em campo e que etnografia há nos laudos”; 3) “O ensino sobre laudos: conteúdos e a formação do antropólogo”. Como um ponto fundamental emergiu a preocupação com as situações pelo país em que há interferências de operadores do Direito sobre a metodologia propriamente antropológica. Constatou-se que há uma grande recorrência de determinações judiciais da participação contemporânea em campo de partes conflitantes nas perícias antropológicas. Tal fato transporta para essa etapa dos trabalhos todas as tensões em causa, tornando tarefa do antropólogo o seu gerenciamento, e dificultando-lhe assaz a obtenção de dados adequados para a própria orientação e decisão dos juízes. Como definiram os representantes do MPF, esta se trata de uma interferência não qualificada sobre um objeto de natureza técnico-científica. Outro debate, levantado pelo MPF, foi a respeito dos parâmetros para definição dos limites de um território étnico. De modo unânime, os participantes anuíram que o antropólogo não tem por incumbência a negociação de limites geográficos, mas sim a verificação ou não da ocupação tradicional, conforme ditam a Constituição Federal e sua regulamentação complementar. Ao fim do encontro, tomando-se os seus três eixos temáticos ordenadores, concluiu-se pela redação de um documento, a “Carta de João Pessoa”, que está em fase de elaboração e será brevemente divulgada.  Veja aqui a programação do Seminário.

 
ABA manifesta-se sobre Lei Orçamentária Anual da Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I)
 
 

ABA acompanhou a SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência) e também encaminhou ofício ao Deputado Miguel Correa, Relator Geral da Proposta de Lei Orçamentária Anual da Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I), com cópia aos demais Deputados.
Leia aqui o ofício da ABA.

 
ABA entrega ao Ministro da Justiça documento com sugestões de mudanças da nova portaria regulamentadora do decreto sobre demarcação de terras indígenas
 
 

A Comissão de Assuntos Indígenas (CAI) da ABA, em conformidade com o acordado em reunião, realizada no último dia 24 de outubro, entre o Ministro, a Assessoria Indigenista do Ministério da Justiça, a Presidenta da FUNAI e os representantes da CAI, encaminhou documento com comentários, críticas e sugestões a respeito da minuta de nova portaria regulamentadora do Decreto 1.775/1996, divulgada no final de novembro em vista da convocação da CNPI em 02/12/2013. O documento, que pode ser lido aqui, centra-se em dois principais pontos: um que diz respeito à composição, competências e atividades da equipe técnica, bem como a suas condições para o trabalho em campo; outro que se refere a um presumido papel do antropólogo como negociador em relação a limites territoriais.

 
ABA subscreve carta da AAB solicitando Audiência Pública sobre revisão da Lei de Arquivos
 
 

A Associação dos Arquivistas Brasileiros (AAB) enviou carta ao Ministro da Justiça solicitando Audiência Pública sobre a Revisão da Lei de Arquivos (Lei 8.159). Confira aqui a carta e as instituições que, assim como a ABA, subscreveram o documento.

 
CAI/ABA participa de reunião na FUNAI sobre a situação das terras Guarani Kaiowa e Guarani Ñandéva em Mato Grosso do Sul
 
 

A reunião foi realizada, dia 18 de dezembro, com representantes da Diretoria de Proteção Territorial (DPT) da FUNAI, sendo discutida a situação das terras Guarani Kaiowa e Guarani Ñandéva em Mato Grosso do Sul. Estes representantes informaram que estão sendo tomadas providências para dar continuidade aos trabalhos previstos no Compromisso de Ajustamento de Conduta (CAC), celebrado entre a FUNAI e o MPF em 2007, para dar conta das reivindicações territoriais indígenas.  Para este fim, a reunião  teve como objetivo primário socializar informações  entre diversos pesquisadores em vistas da realização de etapas de campo necessárias para a produção de estudos complementares. Com relação aos relatórios já entregues, foi informado que sua publicação está na dependência de tempos e condições colocadas pelo Ministério da Justiça no decorrer do próximo ano,  considerando-se o desenrolar das reformas que estão sendo desenhadas para o processo de identificação e delimitação de terras indígenas – na nova portaria regulamentadora do Decreto 1775/96, cuja minuta teve recentemente ampla divulgação.

 
IV Encontro Regional da 6ª Câmara de Coordenação e Revisão/MPF em Porto Alegre (RS)
 
 

O primeiro dia do IV Encontro Regional da 6ª Câmara de Coordenação e Revisão/MPF, realizado em Porto Alegre/RS, entre os dias 02 e 03 de dezembro, teve participação de Fabio Mura, membro da CAI-ABA, na mesa redonda  “Principais obstáculos à regularização fundiária das Terras Indígenas no Sul/Sudeste/Mato Grosso do Sul”. Na discussão, emergiram e foram debatidos temas como a metodologia antropológica para definir os limites das terras indígenas  e os efeitos do código de ética da ABA sobre as modalidades de inserção do antropólogo em atividades periciais.

 
ABA participa de Audiência Pública sobre defesa dos direitos humanos dos imigrantes em São Paulo
 
 

Liliana Sanjurjo representou a ABA na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo (ALESP)  na Audiência Pública “Em defesa dos direitos humanos dos imigrantes no Estado de São Paulo”. A audiência, que reuniu imigrantes de diversas nacionalidades, representantes de organizações de direitos humanos, o cônsul-geral do Peru e do Equador em São Paulo, representantes da Polícia Federal, entre outros, debateu a necessidade de políticas de segurança pública e de combate à discriminação de imigrantes, tendo em vista o crescente número de imigrantes vítimas de violência.
Confira aqui o relato.

 
Reunião do Fórum de Ciências Humanas, Sociais e Aplicadas discute nova resolução para ética em pesquisas
 
 

O Fórum de Ciências Humanas, Sociais e Aplicadas realizou seu terceiro encontro de 2013 no dia 27 de novembro, na Fiocruz/UnB, e contou com a presença de representantes de 13 Associações científicas brasileiras e o Comitê de Ética em Pesquisa do Instituto de Humanas. O assunto principal tratado foi as negociações sobre uma nova resolução para a ética na pesquisa. Ao término da reunião, ocorreu o lançamento do livro Antropologia e ética: desafios para a  regulamentação, organizado por Luiz Fernando Dias Duarte e Cynthia Sarti, com introdução de Bela Feldman-Bianco. Acesse livro no link  http://www.portal.abant.org.br/index.php/bibliotecas/livros.

 
Seminário sobre educação de indígenas no Brasil analisa políticas de acesso ao ensino superior
 
 

O Seminário Educação Superior de Indígenas no Brasil – Balanços de uma década e subsídios para o futuro foi realizado nos dias 25 e 26 de novembro em Brasília. A Presidente da ABA, Carmen Rial, representou a Associação na Cerimônia de abertura. O encontro foi realizado pelo Museu Nacional/UFRJ, Laced e Ministério da Educação, em parceria com a ABA, além de contar com o apoio da Fundação Ford, CNPQ e FAPERJ. Durante o evento, houve o Lançamento do Programa Nacional dos  Territórios Etnoeducacionais, do Ministério da Educação, além de mesas redondas e grupos de trabalho sobre políticas de acesso e permanência de indígenas em cursos de graduação e pós-graduação. Confira o folder e as fotos da ocasião.

 
CAI participa de oficina sobre Metodologias de Atenção à Saúde, Proteção e Promoção de Direitos dos Povos Indígenas Isolados e de Recente Contato no Brasil
 
 

A Oficina  Nacional sobre Metodologias de Atenção à Saúde, Proteção e Promoção dos Direitos de Povos Isolados e de Recente Contato no Brasil foi realizada nas instalações da Fundação Nacional do Índio (Funai) em Brasília, entre os dias 18 e 21 de novembro. O secretário da Comissão de Assuntos Indígenas, Ricardo Verdum, representou a Comissão na mesa “Planos de contingência para situações de contato com povos indígenas isolados e de surtos epidêmicos em povos indígenas de recente contato”. A oficina é parte do programa Marco Estratégico para a elaboração de uma agenda regional de proteção à saúde dos povos indígenas isolados e de contato inicial, da Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA), com a participação da Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Guiana, Peru, Suriname e Venezuela. Ela visou promover o intercâmbio, registro e sistematização de experiências, legislação e metodologias de proteção territorial, promoção de direitos e estratégias de atenção diferenciada à saúde dos povos indígenas isolados e de recente contato. Reuniu órgão de governo, cooperação internacional, ONGs, instituições de pesquisa e indígenas.

 
29ª Reunião Brasileira de Antropologia (RBA)
 
 

Tema: Diálogos Antropológicos: expandindo fronteiras
Data: 03 a 06 agosto de 2014 
Local: Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Verifique se está em dia com sua anuidade, junto à secretaria da ABA, através do e-mail  aba@abant.org.br ou pelo telefone 55 61 3307-3754.

Acesse o endereço eletrônico  http://www.29rba.abant.org.br e inscreva-se!

 
VIBRANT – Dossier Cultural heritage and museums
 
 

O número atual, com dossiê “Patrimônio cultural e Museus”, editado por Antônio Arantes e Antônio Motta, pode ser acessado no link:  http://www.vibrant.org.br/issues/v10n1/.

Em breve, o novo número da VIBRANT, com dossiê sobre Migrações e Deslocamentos, estará no ar.

 
Jornada de Estudos sobre Etnicidade da UFPE completa 10 anos
 
 

O Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Etnicidade (NEPE) do Programa de Pós-graduação em Antropologia da Universidade Federal de Pernambuco, realizou a V JORNADA DE ESTUDOS SOBRE ETNICIDADE, nos dias 16 e 17 de dezembro, no Campus da UFPE. Cinco mesas redondas debateram as questões dos Direitos e da Justiça Social, em uma programação intensa e descontraída (clique aqui para ver a programação), com a participação dos vários pesquisadores do NEPE e de outros grupos de pesquisas que atuam nas questões relacionadas a Etnicidade. Durante a Jornada, foi realizada uma homenagem ao antropólogo  Frans Moonen, que faleceu em junho passado, e que vinha atuando junto aos ciganos do Estados do Nordeste do Brasil. Também foram lançados um filme, intitulado Joonahle sobre o Fulni-ô, e um CD de músicas em Yathê também dos Fulni-ô. Mais informações podem ser acessadas em  http://www.ufpe.br/nepe/.

 
Recesso coletivo de final de ano
 
 

Comunicamos que a Secretaria Administrativa da Associação encerrará as atividades deste ano no dia 23 de dezembro, às 17h, e retornará no dia 02 de janeiro de 2014.

 

Você já pagou sua anuidade da ABA? Ligue agora para a secretaria administrativa no telefone 61 3307-3754 e mantenha a ABA como uma voz ativa na academia e na política pública.

eventos
Eventos no Brasil
 
 

II Conferência Megaeventos e Cidades
Data: 27 a 30 de abril de 2014
Local: Rio de Janeiro/RJ
Informações: Cartaz
Submissão de trabalhos até 15 de dezembro de 2013

 
Eventos no Exterior
 
 

I Congreso  Plurinacional  de  Antropología  “Desarrollo,  Interacción  y  Flujo  de Antropologías en Bolivia”
Data: 23 a 26 de setembro de 2014
Local: La Paz/Bolívia
Informações: 1ª Circular

 
Exposições
 
 

Filhos da Terra
Data: 04 de dezembro de 2013 a 19 de janeiro de 2014
Local: Centro Cultural Correios/RJ
Informações: Cartaz

 
 

Desmonumentalização
Data: 13 de dezembro de 2013 a 10 de janeiro de 2014
Local: Galeria de Arte UNICAMP
Informações: Cartaz

 
oportunidades
Pós-graduação
 
 

Mestrado na UFRRJ
O Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS) da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro  (UFRRJ) divulga a seleção para seu Curso de Mestrado. Inscrições: 06 a 17 de janeiro de 2014. Informações: Edital.

 
 

Mestrado na UFMT
A Coordenação do Programa de Pós-graduação em Antropologia Social, do Departamento de Antropologia, do Instituto de Ciências Humanas e Sociais da UFMT– Campus Cuiabá, torna pública a abertura de inscrições e estabelece as normas para o processo de seleção de candidatos a aluno regular do Curso de Mestrado em Antropologia Social, turma de ingressantes no primeiro semestre de 2014. Inscrições: 24 a 28 de janeiro de 2014 (por correspondência) e 27 a 31 de janeiro (presencial). Informações:  http://www.ufmt.br/ufmt/site/editais/detalhes/580/9/Cuiaba.

 
Concursos e seleções
 
 

Concurso para Professor na UNILA
A Universidade Federal de Integração Latinoamericana (UNILA) divulga seleção para Professor Visitante. Inscrições prorrogadas até 17 de janeiro de 2014. Informações:  http://unila.edu.br/concursos/1.

 
 

Programa LIDERAR – “Desenvolvimento de Lideranças entre povos e comunidades tradicionais da Amazônia”
O Programa LIDERAR busca favorecer o desenvolvimento de lideranças da sociedade civil da Amazônia, como um elemento fundamental para a defesa dos direitos sociais, ambientais e territoriais dos povos e comunidades tradicionais da região. Serão selecionadas 15 lideranças representativas dos povos e comunidades tradicionais da Amazônia, nos Estados do Amazonas e Pará. Inscrições até 30 de janeiro de 2014. Informações: Edital.

 
 

Ofertas de postos no site da Associação Canadense de Antropologia (CASCA)
Ethnographer – Continuing Professional Development (CPD), Faculty of Medicine, University of Toronto;
Tenure–track position at the rank of Assistant Professor Departments of Archaeology and Anthropology – University of Calgary;
Assistant Professor – Sociology MacEwan University;
Anthropologie/Archéologie – Professeur adjoint Université de Montréal;
Team Leader – First Nations University of Saskatchewan;
Sociology – Lecturer/Assistant Professor (Qualitative Sociology) Mount Allison University;
Communication/Communications – Chaire de recherche Loeb en dons d’organes et de tissus /Loeb Chair in Organ and Tissue Donation Université d’Ottawa/University of Ottawa;
Migration and Ethnic Relations – Tier II Canada Research Chair Western University;
Multiple Positions/Multiple Disciplines University of Toronto;
Sociology – Tier II Canada Research Chair (Life Course Transitions in Northern & Rural Communities) Nipissing University;
Multiple Disciplines – Summer Session Teaching Positions University of Manitoba;
Education – Chair in Indigenous Education Nipissing University;
Innovative approaches in archaelogy of society-environment relations Université de Montréal;
Canada Research Chair (Tier 2), Indigenous Studies/Social and Cultural Practice Emily Carr University of Art + Design;
Curator – Canadian Museum of Immigration at Pier 21.
Informações: www.cas-sca.ca.

 
publicações
Revistas – Novos números
 
 

A Revista de Arqueologia Pública – Publicação vinculada ao Laboratório de Arqueologia Pública Paulo Duarte (NEPAM/UNICAMP), lança sua oitava edição, que pode ser acessada no site  http://www.nepam.unicamp.br/arqueologiapublica/.

 
 

Os volumes 1 e 2 de 2013 da Revista Habitus, do Instituto Goiano de Pré-História e Antropologia (IGPA), da PUC Goiás, que aborda a temática História e culturas alimentares, estão disponíveis no site  http://seer.ucg.br/index.php/habitus.

 
Chamada para artigos
 
 

Revista Interseções
Interseções – Revista de Estudos Interdisciplinares, publicação do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da UERJ, recebe contribuições para seu próximo número até o dia 28 de fevereiro de 2014. Os textos devem ser submetidos através do site da revista ( http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/intersecoes), onde também podem ser encontradas as instruções para colaboradores.

 
 

Revista Iluminuras
A Revista Iluminuras, vinculada a Universidade Federal do Rio Grande do Sul, divulga chamada de artigos para o número que pretende reunir textos sobre a temática das Mediações e Culturas Visuais nas sociedades contemporâneas. Os artigos devem ser enviados para  olivecorrea@yahoo.com.br até o dia 31 de março de 2014. Informações:  http://seer.ufrgs.br/index.php/iluminuras/announcement/view/395.

 
 

Revista Mediações
A Revista Mediações,  vinculada ao Departamento e Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade Estadual de Londrina (UEL), recebe artigos para o dossiê sobre Estudos contemporâneos sobre as sociedades Jê (Kaingang e Xokleng) no Sul do Brasil até 31 de julho de 2014. Informações:  http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/mediacoes/announcement/view/126.

 
Lançamentos – Livros 2013
 
 

BARBOSA, Antonio Rafael Barbosa; RENOLDI, Brígida e VERÍSSIMO, Marcos (orgs.) (2013), (I) legal: etnografias em uma fronteira difusa. Niterói: Editora da Universidade Federal Fluminense.

 
 

BARROS, Francisco Blaudes Sousa e CIOCCARI, Marta (2013), Japuaru – Um relato das entranhas do conflito. Brasília: NEAD.

 
 

FONTANARI, Ivan Paolo de Paris (2013), Os DJs da Perifa: Música eletrônica, trajetórias e mediações culturais em São Paulo. Porto Alegre: Editora Sulina.

 
 

LEITÃO, Wilma Marques (2013), Sob Um Céu de Flamboyants – Cotidiano e História Social na Ilha de Paquetá. Rio de Janeiro: Editora Interciência.

 
 

MELLO, Gláucia Buratto R. de (2013), Yurupari, o Dono das Flautas Sagradas dos Povos do Rio Negro. Mitologia e Simbolismo. Belém: Paka-Tatu.

 
 

SILVA, Kelly Cristiane da (2013), As nações desunidas. Práticas da ONU e a estruturação do Estado em Timor-Leste. Belo Horizonte: Editora UFMG.

 
 

ZANINI, Maria Catarina, PÓVOA NETO, Helion e SANTOS, Miriam (2013), Migrações Internacionais: valores, capitais e práticas em deslocamento. Santa Maria: Editora da UFSM.

 
Outras publicações
 
 

Dent, Alexander S. and Pinheiro-Machado, Rosana (ed). “Protesting Democracy in Brazil.” Fieldsights – Hot Spots, Cultural Anthropology Online, December 20, 2013,  http://www.culanth.org/fieldsights/426-protesting-democracy-in-brazil

Posts in This Series

The Protests in Brazil
by Alexander S. Dent and Rosana Pinheiro-Machado

Taking to the Streets of Brazil
by Ruben George Oliven

Protests in Brazil
by Otávio Velho

The Vinegar Revolts and the Diverse Faces of Democracy in Brazil
by Aaron Ansell

“Taking to the streets”: Brazilian Demonstrations in the Twenty-First Century
by Carmen Rial

Of Protests and Potato Chips
by John Collins

On Processes and Outcomes: Remarks on the Brazilian Protests of June, 2013, and Other Experiences of “New Movements”
by Pablo Ortellado

Long Live the Free Pass Movement
by Claudio Lomnitz

Zero Hour on the Popular Clock
by Luiz Eduardo Soares

Is Nonviolent Policing Possible in Brazil?
by Susana Durão

The “Vandal” and the Warrior Policeman: The Difficult Relation between Directed Social Changes and Conflicts Management Strategies
by Roberto Kant da Lima, and Lenin Pires

Interview with Lieutenant Colonel Nadia Rodrigues Silveira Gerhard
by Nadia Rodrigues Silveira Gerhard and Lenin Pires

An Ethnographic Account of the Riots in Brazil Seen From the Periphery
by Juliano Spyer

Protests in Rio de Janeiro: Socio-Technical Overlap between “Networks” and the Streets
by Marcelo Castañeda

An Intimate Account of the Political Protests in Rio de Janeiro
by Anelise dos Santos Gutterres

How a Protestor, Interviewer, Anthropologist, and Businesswoman Perceived the Demonstrations in Rio de Janeiro
by Elizete Ignácio

The Indians Who Never Slept: The Indigenous from Tocantins (North Of Brazil) and the Protests of June
by Reijane Pinheiro da Silva and Wilmar Xerente

Demonstrations and the Quilombola Cause: New Protests for Old Claims
by Cristian Jobi Salaini and Ubirajara Toledo

The End of Silence: Slut Walk and the June Movements
by Luisa Geisler

Paradoxes of Development: Why Now?
by Rosana Pinheiro-Machado and Alexander S. Dent

 
notícias da mídia/outras
Obras da usina Belo Monte estão liberadas até julgamento definitivo
 
 

No dia 16 de dezembro, o desembargador federal Souza Prudente determinou a paralisação das obras da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu (PA), atendendo a uma apelação do Ministério Público Federal no Pará, que questionou a emissão de licença parcial para as obras. Leia aqui a apelação cível e aqui o agravo regimental.

No entanto, esta liminar que determinou a paralisação já foi suspensa pela Corte Especial do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), atendendo ao recurso apresentado pela Advocacia-Geral da União (AGU). Segundo a AGU, esta decisão vale até o julgamento definitivo do caso.

 
MCTI terá orçamento maior em 2014, mas perde investimentos para projetos científicos
 
 

O Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) terá um aumento de 2,5% no orçamento de em 2014. Porém a parte de investimentos destinados à pasta de CT&I terá perda de 11,6%.

 
Ministério da Justiça lança publicação sobre Direitos Sexuais de LGBT no Brasil
 
 

Confira aqui a versão revisada da publicação “Direitos Sexuais de LGBT* no Brasil: Jurisprudência, Propostas Legislativas e Normatização Federal”, de Rosa Oliveira, da Série “Diálogos sobre a Justiça”, do Ministério da Justiça – Secretaria de Reforma do Judiciário. Os exemplares impressos poderão ser solicitados junto à assessoria de direitos humanos da SRJ, pelo e-mail  vanessa.zanella@mj.gov.br e telefone (61) 2025-9564.

 
Comunidade Kaingang sofre despejo
 
 

No último dia 26 de novembro, a comunidade Kaingang, localizada no município de Fraiburgo (SC), sofreu sua segunda reintegração de posse. A primeira foi em março 2011. Duplamente violentada, primeiro pela omissão total do executivo federal – FUNAI e Ministério da Justiça – em proceder a identificação da terra,  e segundo pela violência do judiciário, que ao invés de punir quem se omite em cumprir a lei, prefere violentar os mais fracos.  O Cimi Sul, solidário aos Kaingang de Fraiburgo, por conhecer sua história e seu contexto de espoliação, vem a público demonstrar seu repúdio por mais essa violência contra a referida comunidade indígena.

 
Antropólogos recebem Prêmio da Capes
 
 

Em cerimônia realizada na Capes, na noite do dia 10 de dezembro, Wagner Xavier de Camargo, orientado por Carmen Rial, e Taniele Cristina Rui, orientada por Heloísa André Pontes, receberam Prêmio como melhor tese de doutorado – Edição 2013.

 
Lucha Indígena 88
 
 

A edição de dezembro do jornal Lucha Indígena já está no ar.
Leia aqui

 
APIB repudia mudança do procedimento de demarcação de terras indígenas
 
 

A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB) divulgou nota de repúdio ao Ministro da Justiça sobre a proposta de mudar o processo de demarcação de terras, que ameaça o direito dos povos indígenas.

 
ABA pede suspensão de leilão da ANP para exploração de óleo e gás
 
 

A ABA divulgou nota pública em que expressa preocupação sobre licitação da Agência Nacional do Petróleo (ANP), que oferta novos 240 blocos de exploração e produção de óleo e gás. Esta exploração coloca em risco o meio ambiente e as populações que habitam estas regiões, incluindo povos indígenas das bacias do Acre-Madre de Dios, Paraná, Parecis e Parnaíba.
Leia aqui

 

 
Geólogos enviam carta aberta à presidenta Dilma Roussef contra a exploração de gás de xisto
 
 

Os geólogos são contrários às intenções da Agência Nacional do Petróleo (ANP) de incluir a exploração de gás de xisto em campos de gás natural em bacias sedimentares no Brasil. Segundo eles, esta exploração pode ocasionar danos ambientais.

 
Mulheres indígenas reúnem-se para discutir estratégias de promoção dos direitos humanos
 
 

Nos dias 11 e 12 de novembro, mais de mil mulheres indígenas, provenientes do Equador, Bolívia, Peru, Guatemala, México, Chile, Venezuela, Panamá e Colômbia, participaram do II Cumbre Continental de Mujeres del Abya Yala, no l Territorio de Diálogo Convivencia y Paz del Resguardo de La  María, em Piendamó, Cauca Colombia. O evento resultou em uma declaração que propõe o fortalecimento da luta pelos direitos das mulheres e povos indígenas.

 
Ser-Tão apóia a nota de repúdio sobre aprovação de projetos contrários aos direitos LGBT
 
 

O Ser-Tão, Núcleo de Estudos e Pesquisas em Gênero e Sexualidade expressou seu apoio à nota de repúdio do Conselho Nacional de Combate à Discriminação e Promoção de Direitos Humanos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (CNCD/LGBT). O órgão, voltado ao enfrentamento às discriminações e ao preconceito contra Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais, manifestou sua preocupação com a retirada do PLC 122/06 da pauta da reunião da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado Federal no dia 20 de novembro, bem como pela aprovação de projetos contrários aos direitos desta população na Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados.

 
 

Associação Brasileira de Antropologia
Gestão Diálogos Antropológicos: expandindo fronteiras (2013-2014)

Presidente Carmen Rial (UFSC)

Vice-Presidente Ellen Fensterseifer Woortmann (UnB)
Secretário Geral Renato Monteiro Athias (UFPE)

Secretário Adjunto Manuel Ferreira Lima Filho (UFG)
Tesoureira Geral Maria Amélia S. Dickie (UFSC)
Tesoureiro Adjunto Andrea de Souza Lobo (UNB)

Diretores
Antonio Carlos de Souza Lima (MN/UFRJ)
Marcia Regina Calderipe Farias Rufino (UFAM)
Heloisa Buarque de Almeida (USP)
Carlos Alberto Steil (UFRGS)

Informativo ABA
Edição: Carine Lemos
Diagramação: Roberto Pinheiro

Universidade de Brasília
Campus Universitário Darcy Ribeiro – Asa Norte
Prédio Multiuso II (Instituto de Ciências Sociais) – Térreo – Sala BT-61/8
Brasília/DF Cep: 70910-900
Tel/Fax:  (61) 3307-3754      

Para correspondência:
Caixa Postal 04491
70.904-970
Brasília/DF

Informativos dos anos anteriores

Informativos 2018
Informativos 2017
Informativos 2016
Informativos 2015
Informativos 2014
Informativos 2013
Informativos 2012
Informativos 2011
Informativos 2010
Informativos 2009 
Informativos 2008
Informativos 2007
Informativos 2006

Endereço postal:

Caixa postal 04491
Brasília/DF
CEP: 70842-970

Endereço físico:

UNB - Campus Universitário Darcy Ribeiro - Asa norte
Prédio do ICS - instituto de Ciências Sociais
Térreo - Sala AT-41/29 - Brasília/DF
CEP: 70910-900

Contato:

E-mail: aba@abant.org.br
Tel/fax: +55 (61) 3307 3754
Horário de funcionamento: De segunda a sexta-feira, de 09h às 17hs

© Copyright 2019 Associação Brasileira de Antropologia - Todos os direitos reservados. Por GB Criação de sites e Temas Wordpress

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support