Notícias

Comitê Deficiência e Acessibilidade da ABA apoia Manifesto do movimento de luta das pessoas com deficiência contra o Projeto de Lei 1615/2019, que passa a considerar pessoas com visão monocular como pessoas com deficiência

Nós, entidades representativas da sociedade civil, atuantes na defesa dos direitos das pessoas com deficiência, manifestamos nosso profundo desacordo ao Projeto de Lei 1615/2019, que dispõe sobre a classificação da visão monocular como deficiência sensorial, do tipo visual, assegurando à pessoa com visão monocular os mesmos Direitos e benefícios previstos na legislação para pessoas com deficiência.

Leia aqui a íntegra a Nota em PDF.


Comitê de Antropólogas/os Negras/os apoia Carta de organizações do movimento negro brasileiro ao Congresso Nacional e à sociedade brasileira

Leia mais


Comitê Deficiência e Acessibilidade da ABA subscreve, como apoiador, a Nota Reforma da Previdência (PEC Nº 6/2019) e os graves prejuízos impostos às pessoas com deficiência

Leia mais


Vibrant / Chamada de artigos para o dossiê “Rotas caribenhas: experiências etnográficas, desafios teóricos e produção de conhecimento”

Júlia Goyatá (USP)
Rodrigo C. Bulamah (Unifesp)
Rodrigo Ramassote (USP)

Os últimos vinte anos, impulsionados pelo crescente processo de internacionalização das ciências sociais brasileiras, viram surgir uma expressiva leva de pesquisas acadêmicas, sobretudo teses e dissertações, mas também publicações diversas no Brasil e no exterior, voltadas para o estudo do Caribe em suas múltiplas dimensões. Ao longo desses anos foram tomadas como áreas etnográficas de investigação tanto países em suas especificidades quanto fronteiras e articulações regionais, além de trânsitos globais. A partir de estudos produzidos em centros universitários de excelência, descortinou-se um panorama mais amplo de uma região ainda pouco explorada por antropólogos e antropólogas brasileiras.

Com efeito, o Caribe ocupou um lugar lateral na história da antropologia em geral, pois parecia estar a meio caminho entre as sociedades ditas primitivas e os contextos pós-industriais. Mas foi exatamente esse caráter híbrido que garantiu à região aquilo que Michel-Rolph Trouillot definiu como um caráter “indisciplinado”. Assim, pensando tanto no Caribe visto pela antropologia quanto na antropologia vista desde o Caribe, descortina-se um painel multifacetado de desafios e possibilidades de pesquisa àqueles que desejarem embarcar rumo ao ainda pouco conhecido, mas já em processo de consolidação, campo de uma antropologia do Caribe feita no Brasil. O dossiê Rotas caribenhas: experiências etnográficas, desafios teóricos e produção de conhecimento pretende reunir trabalhos sobre esta área de pesquisas, acolhendo: a) relatos etnográficos; b) reflexões sobre a experiência de autores e autoras caribenhos e/ou estrangeiros no Caribe e; c) contribuições historiográficas. Também serão benvindos artigos de caráter teórico ou que estabeleçam debates e intersecções entre o Brasil, o Caribe e outros contextos regionais.

Leia mais


VI REA – Reunião Equatorial de Antropologia

Data: 09 a 12 de dezembro de 2019
Local: UFBA, PAF I e PAF 3 do Campus de Ondina, Salvador/BA
Informações: www.sextarea.ufba.br


XIII RAM – Reunião de Antropologia do Mercosul


Endereço postal:

Caixa postal 04491
Brasília/DF
CEP: 70842-970

Endereço físico:

UNB - Campus Universitário Darcy Ribeiro - Asa norte
Prédio do ICS - instituto de Ciências Sociais
Térreo - Sala AT-41/29 - Brasília/DF
CEP: 70910-900

Contato:

E-mail: aba@abant.org.br
Tel/fax: +55 (61) 3307 3754
Horário de funcionamento: De segunda a sexta-feira, de 09h às 17hs

© Copyright 2019 Associação Brasileira de Antropologia - Todos os direitos reservados. Por GB Criação de sites e Temas Wordpress

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support